Últimas

Quinta-Feira, 13 de Setembro de 2007, 08h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SENADO

Serys contribui para salvar o mandato de Renan

   O meio político está tão instável que ocupantes de cargos eletivos se vêem atordoados e abobalhados diante de outros que outrora eram combativos, determinados e exemplares defensores da ética, da decência moral e da conduta irrepreensível. Minutos antes do início da sessão secreta que inocentou o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), o deputado estadual Percival Muniz (PPS), sem se aprofundar no assunto, falou da postura de Serys e dos demais militantes do PT diante da acusação de quebra de decoro parlamentar de Renan. Disse que "as coisas estão tão loucas que o outrora concencioso e afagoso DEM (ex-PFL) tirou a dura posição de condenar Renan, enquanto o ético, o moral, o ilibado e o irrepreensivo PT, único a pedir impeachment de todos os ex-presidentes do país, havia liberado todos os seus senadores para votarem de acordo com suas consciências.

   Foi o suficiente para Serys ficar à vontade. Mesmo admitindo ter votado pela cassação de Renan, não despertou nenhuma surpresa na classe política em Mato Grosso. Sua postura diante do caso sinaliza que votara pela absolvição do presidente da Mesa Diretora do Senado, da qual faz parte.

    Serys mudou o seu perfil político. Não é mais aquela parlamentar combativa de quando ocupou cadeira de deputada estadual. À época, liderava as massas junto com os sem-terra pela reforma agrária e cobrava briga em nome das minorias. Da tribuna na Assembléia, ela denunciava o governo do Estado, apresentava dossiê, cobrava reivindicações da classe operária e partia para o ataque a qualquer crítica que recebesse.

   Primeira mulher a ser eleita senadora por Mato Grosso, em 2002, quando obteve 574.563 votos, Serys Slhessarenko que, após a separação de Leonardo Slhessarenko, passou a usar Marly no sobrenome, se distanciou das bases. Está mais presente na burguesia, expressão muito utilizada nos movimentos de esquerda quando se referem aos abastados.

    Será que a senadora petista, conforme ilustra acima a charge de Fernando Ordakowski, está tirando ou empurrando Renan para o buraco? Você tem direito ao voto aberto e a comentários.

Postar um novo comentário

Comentários (30)

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se Serys votou pela absolvição, pode providênciar sua aposetadoria em politica. Vamos aguardar um posicionamento oficial da Senadora.

  • Junior Abeia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quem conhece a Serys sabe que existe duas pessoas nun só corpo: A primeira é PT, a Segunda é PR, mas qual é a sua preferida!
    Não sei, mas suas atitudes mostram que a mesma esta bem ligada ao butinudo, então não é supresa pra ninguém que ela tenha votado a favor do Renan.
    Também não será supresa se o PT coligar com o PR, pois acho que a Serys quer ser reeleita com aquele esquema da botina. Entendamn ela pegou gosto.......

  • Rosenwal Rodrigues dos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou Pres. dos Serv. do Poder Judiciario de MT por dois mandatos (06) anos, onde declarei apoio incondicional para Serys em sua campanha para senadora. Porém, hoje me sinto envergonhado de ver esta pessoa contrariando seus princípio que sempre primou pela moralidade das coisas públicas e também em defesa dos mais necessitados. Meus seguidores hoje cobram e dão risada de mim quando olham as atitude da senadora Serys e, ao mesmo tempo me perguntam, esta é aquela "Serys" que votamo ? Ai respondo. É ela sim, mas hoje ela ficou amiga do "REI".

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ALDO PERES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a senadora nao se posicinou se votaria contra ou a favor ;agora e dificil acreditar que ela votou pela cassaçao de renan calheiro

  • Suenir C Martins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É que na verdade esse Pais não vai mudar nunca, quando se cassa hum tem mais 100 escondidos nos bastidores tramando como sera a aliança agora. Jogo de compadres eu não te denuncio e vc não me denuncia e fica tudo igual. Mas se alguem resolve meter o dedo onde não é chamado ai a casa cai. Acho que isso aqui não tem mais solução afinal todos são corrompiveis e cada tem rabo preso com o outro eentão sempre ficara 0x0.

  • Robson Augusto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    que saudades da Senadora época em que era casada, pois quando seu nome era Serys Slhessarenko, a mesma tinha mais atitude, agora como Serys Marli, ? a coisa mudou e como mudou, hem senadora,não basta trair só uma pessoa ? tem que trair o povão ? para com isso, basta.

  • Luana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Li uma reportagem do Dia Internacional da Mulher/A Dádiva de Ser Mulher, escrita por Lucia helena dos Santos, que diz assim: Mulher! Não te deixes corromper pela futilidade e mediocridade do mundo. Aumenta ainda mais tua força, apreendendo as virtudes dos homens, mas nunca os vícios. A regeneração do mundo depende de ti, pois tens o poder de moldar o caráter de um ser, desde o teu ventre e por toda a sua vida. Mas o que a Serys Marli fez??? Jogou a moral, a dignidade das mulheres na lama, grande exemplo para sua geração.

  • Leonardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou um pouco suspeito em me pronunciar algo sobre membros do PT, partido esse que para mim só havia demagogos.
    No entanto duas pessoas conseguiam me convencer que eram diferentes. Serys e Alexandre Cesar.
    Hoje, nenhum dos dois me convence mais, criei um repudio pelos dois, pois acreditei e votei neles nas últimas eleições.
    O caso Renan deixa uma coisa bem clara, e ao mesmo tempo mostra que o pais não tem jeito, pois, O DINHEIRO FALA MAIS ALTO.
    Fala mais alto que a dignidade, honra, carater, lealdade e credibilidade.
    Esses políticos, hoje em especial a Srª Serys, esta tirando oque muitos ainda tem, ou tinha, confiança em alguem, e esperança de que um dia esses políticos vão ajudar aos precisam.

  • Suzanna Auxiliadora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ela participa da mesa diretora do Senado, e é lógico que votaria a favor do seu presidente, isso é até compreensivo, porque se eu não votar no meu patrão?...
    E os outros dois senadores votaram sim ou não. Romilson faz essa enquete aí, vai. Vou dar minha opinião. Acho que eles estão no grupo dos 40. Engrassado, esse numero, não é meio suspeito?
    40?.... 40?.... 40?.... Há, não vou falar não, se não o Romilson manda refazer, imagine aí, pense.

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.