Últimas

Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2007, 17h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

SENADO

Serys é a única mato-grossense a favor da CPMF

   A ex-combativa senadora Serys Marly (PT) que, enquanto deputada estadual liderava luta contra a carga tributária, agora vai votar pela prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até 2011. Já os ex-pefelistas e hoje democratas Jaime Campos e Jonas Pinheiro, tidos como políticos da ultra-direita, são contra o chamado imposto do cheque. Essa é a situação paradoxal em que vive os três senadores mato-grossenses.

    Serys alega que cumpre orientação do seu PT, mesmo partido do presidente Lula. Jaime e Jonas, com discurso de oposicionistas, também seguem o caminho apontado pelo DEM. Apesar disso, membros da cúpula dos democratas acham que, no fritar dos ovos, os dois senadores vão votar com o governo.

    A CPMF já passou pela Câmara dos Deputados. Dos oito federais mato-grossenses, somente a deputada Thelma de Oliveira (PSDB) votou contra a prorrogação do imposto. Os outros que votaram pela continuação da CPMF foram: Valtenir Pereira (PSB), Carlos Abicalil (PT), Pedro Henry (PP), Eliene Lima (PP), Homero Pereira (PR), Victório Galli (PMDB), que substitui Carlos Bezerra, e Wellington Fagundes (PR).

    No Senado, continua a discussão sobre a emenda que propõe a incidência de 0,38% sobre todas as movimentações financeiras. A articulação da base é para votar a prorrogação da CPMF, em primeiro turno, no começo de dezembro para que a cobrança não seja interrompida. Precisa ser aprovada até 31 de dezembro. Caso contrário, terá que paralisar a cobrança por 90 dias, contados a partir da promulgação da Proposta de Emenda Constitucional. Os governistas alegam que sem a CPMF investimentos na área da saúde ficam comprometidos. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Gilberto..., | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Quando eu disse que todos são iguais, ( ao me pedir votos ), alguns cabo eleitorais disse que o seu candidata era diferente, essim o novo.

    Eu agora concordo com Ex-deputado Lino Rosse, CAMPANHA ELEITORAL É VENDA DE ILUSÃO; " lá no congreço legislar e fiscalizar o governo é só teoria.

    Cade o Valtenir, que prometeu mudar o código penal? e olha que ele é advogado.

    Cade o Eliene, veinho em casa prometendo revolucionar o congresso em favor do povo!

    Cade, Abicalil e Seri Marly, que, quando cadidatos estiveram tbm em enfrente minha casa prometendo assegurar os diretos constitucionais!

    Homero, Henry, Victório e Fagundes, são desconhecido, só aparece com problemas na mídia.

    E Telma, acho que é anica que esta se salvando, votou a favor do POVO até o momento.

    To sabendo que Jaime e Pinheiro tbm vai votar em desfavor do Povo na CPMF.

    TEM GENTE QUE FICA BRAVO QUANDO EU DIGO QUE TODOS SÃO IGUAIS, só querem o meu votos e ficarem na boa por lá e depois ter mais uma aposentar com um belo salário.

    Eu não voto mais em niguem, não adianta dizer que seu candidato é diferente.

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A senadora Serys a unica novidade que nos brindou desde que assumiu o crago no senado foi o término do seu casamento,pois tudo o que ela combatia virou o vazio de palavras solta aos ventos,taxou os pobres dos aposentados,como disse Bento POrto chorou mais judiou,cabo eleitoral da absorvição vergonhosa de Renan Calheiros enchendo de nódoa a sua biografia politica ,então não causa nenhuma estranheza o seu voto a favor do famigerado CPMF por ser a moeda de troca da "companheirada" na compra das consciências do grande balcão de negócios que os PesTecidas transformaram o Congresso Nacional,onde o que menos vale são os legítimos interesses do povo

  • Roger | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Demagogia, essa é a palavra que cabe aos que falam tanto de CPMF, deixando a entender que o fim da contribuição seria a resolução dos problemas de carga tributária no Brasil.
    Chega de sacanear o povo, chega de fazer politica se fazendo de bonzinho, falando que votará contra a CPMF.
    Vamos deixar de politicagem, vamos falar em uma reforma tributária, e não no fim de um imposto. Por que não falasse em acabar com o IPI, em reduzir o ICMS o COFINS ou outro imposto que pesa muito mais no bolso dos pobres.
    A CPMF tem custo zero de arrecadação, cobra igualmente de todos, e o principal, é muito difícil de sonegar.
    Talvez seja por isso que so se fala no fim da CPMF, os nossos amigos poderosos que gostam de sonegar impostos e não conseguem sonegar a tal CPMF devem estar encomodados mesmo!!!!

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...