Últimas

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Serys e Bezerra não aceitam Pagot no Dnit

   As articulações para a sucessão estadual de 2010 devem complicar a indicação de Luiz Antônio Pagot, principal assessor do governador Blairo Maggi, para a direção-geral do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit). Em conversa na semana passada, a senadora Serys Marly e o deputado federal eleito Carlos Bezerra, presidentes regionais do PT e PMDB, respectivamente, combinaram articulação conjunta para bloquear avanço de Pagot rumo ao Dnit. Os dois vão fazer de tudo para o atual secretário de Estado de Educação não ocupar o cargo federal. A preocupação é com a pré-campanha de Pagot ao governo do Estado. Eles acreditam que, se o afilhado político de Maggi assumir o Dnit, que tem um orçamento anual de R$ 12 bilhões enquanto o do Estado de MT é de R$ 1,6 bilhão, se fortaleceria de tal modo que 'engoleria' a oposição.

    Bezerra argumenta nos bastidores que o PMDB tem influência no Ministério dos Transportes e está disposto a pedir interferência da cúpula nacional para vetar Pagot. Já Serys começou atuar em outra frente. Para contrapor o indicado de Maggi, ela lançou para o mesmo cargo o seu assessor parlamentar Odinarte Borges, que já atuou por vários anos na pasta do Transportes.

      Diário Oficial

     O governador conversou com o presidente Lula, de quem recebeu sinalização sobre a nomeação. Pagot foi até chamado para uma reunião em Brasilia, nesta terça, para discutir o assunto. Blairo Maggi observa, porém, que o processo é lento. Explicou que Lula só vai discutir cargos após a eleição da Mesa Diretora da Câmara e do Senado. "Vamos esperar o Diário Oficial, mas o caminho é esse (de nomeação de Pagot para o Dnit), com muito respaldo para poder trabalhar", enfatizou o governador, um tanto cauteloso e disposto a só comemorar após ver oficializado o nome do aliado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

R$ 71 mi já estão reservados para 13º

rogerio gallo 400 curtinha   Após os primeiros meses de "choradeira", pintando cenário do caos financeiro e administrativo, o governo estadual consegue, pela primeira vez neste 2019, fechar o mês com recurso provisionado para pagar o 13º dos cerca de 100 mil servidores. O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo (foto),...

Jackson, enfim, nomeado ao TRE-MT

jackson 400 curtinha tre   O presidente Bolsonaro, enfim, escolheu, de uma lista tríplice, quem passa a compor o Pleno do TRE-MT no cargo de juiz titular, na categoria jurista, para dois mandatos de mandato. Trata-se de Jackson Francisco Coutinho (foto), que desde o ano passado já atua como juiz-membro substituto no Tribunal. Nos...

Com mais de 60 prefeitos e esposas

mauro mendes virginia 400   Acompanhado do governador e esposo Mauro, a primeira-dama Virginia Mendes recebeu para um jantar no Palácio Paiaguás, na segunda, mais de 60 primeiras-damas, além de prefeitos e outras autoridades. O governador, que promoveu o encontro, aproveitou para expor números, ações e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.