Últimas

Segunda-Feira, 07 de Maio de 2007, 13h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

SOLENIDADE

Serys não prestigia posse de Ságuas na Educação

   A senadora Serys Marly, presidente regional do PT, foi a grande ausência na solenidade de posse de Ságuas Moraes na Educação. O evento, que marcou o ingresso de vez da legenda petista na administração Blairo Maggi, ocorreu no Palácio Paiaguás. Reuniu velhos adversários do governador, como Alexandre Cesar, que agora virou deputado, a ex-parlamentar Vera Araújo, contemplada com cargo de secretária-adjunta da Seduc, e Jairo Rocha, presidente do PT de Cuiabá.

   Além de Serys, não compareceram ao evento o professor Wanderley Pignati e o ex-deputado Gilney Viana, militantes históricos do PT. Para evitar conflitos internos, Serys peferiu alegar que não prestigiou a posse do novo secretário porque tinha outro compromisso no mesmo horário. Ela ainda não conseguiu "engolir" a decisão da maioria dos membros da Executiva Regional, que aprovaram a aliança com o governo do "rei da soja". Até então, o PT vinha atuando em âmbito regional como adversário da atual gestão.

   Em discurso, Ságuas prometeu ser interlocutor do governo junto ao PT. Defendeu melhoria do Estado nos indicadores nacionais no Sistema de Avaliação de Educação Básica (Saeb), na Prova Brasil e no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). São índices que medem a qualidade da educação no país, nos quais Mato Grosso aparece com reprovado.
   Ex-prefeito de Juína por dois mandatos e deputado estadual também por duas vezes, Ságuas Moraes disse que dará continuidade ao trabalho de Luiz Antônio Pagot na recuperação da rede física. Com discurso já incorporado ao da turma da botina, o petista lembrou que mais de 400 escolas das 647 já foram reformadas pelo governo Maggi. Falou também sobre o Plano Estadual de Educação, que tramita na Assembléia Legislativa. 
   O novo secretario prometeu concurso público e diz que dará celeridade aos processos de progressão e aposentadoria. Pretende ainda fortalecer a Educação da zona rural, indígena, especial e de jovens e adultos das populações tradicionais e quilombolas.

  “O desafio é grande, são 647 unidades escolares, aproximadamente 475 mil alunos e 28 mil trabalhadores. A rede é grande e complexa e a Educação é o maior serviço público prestado pelo Estado”, diz o secretário.

    “Tenho a convicção do seu sucesso, pela sua competência e força de ação”, destacou o governador em exercício Silval Barbosa, a quem coube empossar Ságuas no comando da Seduc, junto com a adjunta Vera Araújo.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • marco polo pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Educação de MT ganha muito com o Jovem deputado Saguas, foi em Juina um grande administrador e será um excelente Secretário de Educação.Competência sobra no rapaz.

  • silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É, um médico na Educação, coisas da politica, assim como qualquer profissional pode ser professor, qualquer profissional pode gerencial uma Secretaria de Educação. Gostaria de saber, se alguem iria fazer uma cirurgia com um professor de História ou de filosofia.

  • pedro noronha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    respondendo a Silvia :Se o professor de História for dono do Hospital e fizer uma boa gestão poderia sim fazer uma cirurgia.O que esta em jogo é o conhecimento da gestão publica e não o Canudo. Professor ruim e mau administrador tem aos montes.

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.