Últimas

Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 07h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Palácio Paiaguás

Silval cria núcleo suprapartidário para ampliar alianças, definir o staff e reforçar campanha

 Fernando Ordakowski 

Silval Barbosa estabelece grupo com representantes do PMDB, PR e PT para ajudá-lo na definição de estratégias
 

    A 50 dias de assumir a cadeira de governador, Silval Barbosa (PMDB) decidiu criar espécie de um núcleo suprapartidário, a ser composto por líderes do PMDB, PR e PT, para montar estratégias políticas tanto para sua campanha ao Palácio Paiaguás, quanto visando ampliar o arco de alianças. Passarão pelo núcleo também indicações de cargos de maior visibilidade na administração peemedebista. Vice-governador, Silval toma posse em 31 de março. Terá a missão de concluir os oito meses restantes da gestão Blairo Maggi e com as atenções voltadas na campanha pela sua recondução ao cargo de chefe do Executivo estadual. Será o retorno do PMDB ao governo do Estado, após 20 anos. Enquanto isso, Maggi buscará uma das duas cadeiras de senador.

    Do PMDB, vão fazer parte o presidente estadual da legenda, deputado Carlos Bezerra, e mais duas pessoas cujos nomes não foram definidos. O PR integra o núcleo com o seu dirigente regional, o também deputado Wellington Fagundes, e o secretário-geral da Executiva, ex-deputado Emanuel Pinheiro. O PT vai ser representado pelo presidente Carlos Abicalil e pelo secretário de Educação, deputado licenciado Ságuas Moraes. Silval quer apoio desse grupo para guiá-lo nas principais decisões administrativas e políticas.

    Uma das principais estratégias de Silval é ampliar o arco de alianças. Com o poder da máquina sobre seu controle, espera manter legendas que hoje já compõem a base governista, como PP, PDT, PPS e PSB e até o DEM. O problema é que essas siglas sinalizam para outros rumos. Presididos por Percival Muniz e Otaviano Pivetta, PPS e PDT, respectivamente, querem se juntar ao PSB em apoio ao nome do empresário Mauro Mendes à sucessão estadual. O PP está rachado. O grupo do presidente da Assembleia, deputado José Riva, busca composição com o DEM do senador e pré-candidato a governador Jayme Campos, enquanto o deputado Pedro Henry, outro cacique dos progressistas, quer levar o partido para aliança com Silval. O DEM (ex-PFL) está no muro. Ao mesmo tempo que seus líderes defendem projeto próprio, "namora" o Palácio Paiaguás, com disposição de continuar na aliança de hoje e, concomitantemente, sustenta um pré-acordo com o tucanato, no sentido de fechar entendimento para ou lançar Jayme ou apoiar Wilson Santos, considerando para tanto o critério do melhor nome nas intenções de voto.

   De todo modo, o núcleo tem esperanças de conseguir atrair mais partidos para o palanque de Sival, principalmente porque terá como espécie de "atrativos" o governador Maggi e o poder da máquina. Com a renúncia de Maggi, todos os 22 secretários, presidentes e diretores de empresas, órgãos e autarquias que integram a estrutura da máquina colocam também os cargos à disposição. Por enquanto, somente cinco secretários receberam convite de Silval para permanecerem nos seus postos. Os demais devem ser substituídos. É nessa hora que o núcleo ganha peso político, por causa das indicações de substitutos e da sede de poder externada por muitas lideranças.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • hermes do sao mateus | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 21h17
    0
    0

    SÓ VC QUE ESTA CEGO NÉ SILVAL?????ESSE É O TROCO PARA QUEM QUER DIVIDIR O MEU AMADO MT!!!!E PELA MINHA VG,,,,NADA FEZ!!!!TAMA PAPUDO!!!!!!!!!!!TOMARA QUE O RIO ESTEJA BEM CHEIO,DIA DA ELEIÇAO PARA VC,,,IR PARA BEM LONGE.....

  • Nelson Marques | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 20h47
    0
    0

    Silval , se tem uma pessoa em que vc possa confiar, esta pessoa é Emanuel Pinheiro. Honesto, trabalhador, comprometido com a coisa pública, além disso muito competente. Parabéns, pela escolha.

  • augusto cesar martins | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 15h51
    0
    0

    se não bastasse que Silval está achando que vai conseguir alguma coisa enconstando no prestígio de blairo Maggi, sua pouca densidade política e força em discurso, o mesmo está preparando para embarcar no bateau Muche nas eleições deste ano junto com Bezerra e companhia

  • Nilson | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 14h18
    0
    0

    Meu amigo Emanoel Pinheiro confio em você agora chegou a nossa vez, está na hora de valorizar as regiões que só tem ajudado e pouco é lembrado... Valorize o interior, com certeza o potencial é Grande... Vocês não vão se arrepender.

  • BECAO | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 11h48
    0
    0

    olha, eu respeito muito o blairo maggi, pelo trabalho feito ao nosso mt, mas pelo que me lembro durante esses oito anos de mandato do blairro nao teve nenhum secretário de estado varzea grandense, sera que aqui na vg nao tem nem um homem ou mulher competente para exercer a funçao, fora v. grande tem secretário de estado ai de todo os municipios de mato grosso, menos da nossa vg, e continua trocando e nem um de vg, o sinval ta querendo voto daqui para governo mais nao procura fazer nada pela nossa cidade, tem cada secretário la que a gente nunca vimos falar, ´e assim mesmo, o povo da o troco, por isso que nossa cidade esta assim,sem apoio do governo, nao tem nimguem da cidade fazendo parte do staff do governo.

  • CLEBER OURIVES FIGUEIREDO | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 11h31
    0
    0

    Na minha opinião achei boa idéia do Sival Barbosa a criação do núcleo supra partidário, objetivando ampliar o arco de alianças, estabelecer estratégias políticas para a campanha a governo e criar comitê para indicações de cargos na gestão pública. Outra boa idéia seria organizar e planejar políticas públicas de 2010 a 2014, visando a Copa 2013 e 2014, bem como a geração de empregos para a população, a Segurança Pública, a Saúde, a Educação de Mato Grosso e a logística do trânsito em Cuiabá, focando o transporte coletivo com onibus sanfona, onde os passageiros pudessem andar somente sentados; deveria ter pista para onibus e estabelecer pista para motos e bicicletas. Eis a minha contribuição...

  • Lucas Marques de Souza | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 11h00
    0
    0

    Primeiro quero elogiar o site rdnews pelo Brilhante Trabalho Imparcial perante a Politica Matogrossense! Eu não sou dono da Verdade.... Mais quero dar um conselho ao Vice Governador SILVAL BARBOSA. Ele esta confudindo o prestigio que o Governador Blairo Baggi Tem., Porque esta confundindo, o Povo de Mato Grosso Gosta do Governador Blairo Maggi, não adianta ele achar que o Governador Transfere Voto, é a mesma coisa que estamos vendo em nivel NACIONAL com o Presidente LULA, que tem um dos mais altos indices de Aprovação da História do Brasil, e não consegue Transfrerir VOTO para a sua Candidata á Predente do Brasil a Ministra DILMA RUSEFF, onde eu quero chegar se o Presidente LULA com indicetão alto de Aprovação de seu Mandato não consegue fazer a sua Candita Emplacar Eleitoralmente, pelo amor de DEUS Silval Para Com Isso, Desiste disse e vai tomar conta da sua vida Particular que o Senhor vai ganhar muito mais, e quero mandar um recado também para o Governador Blairo MAGGI, que ele esteve aqui em Jaciara na Campanha do Prefeito MAX, e Prometeu um Ginasio de Esportes com Capacidade para 5000-Pessoas, e se ele não cumprir com a População de Jaciara, ele também vai levar chumbo na asa.... é só olhar um POUQUINHO para traz o que o POVO fez com o DANTE DE OLIVEIRA..... Assinado: Avoz do Povo de Jaciara....

  • chacal | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 10h17
    0
    0

    com bezerra,welington,daldegan este nucleo vai virar atmo e explodir.

  • Nelson Marques | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 08h35
    0
    0

    Esperamos que Várzea Grande seja contemplada. Temos várias pessoas capacitadas para fazer parte deste núcleo suprapartidário, mas sem dúvida nenhuma, o nome de Nico Baracat é o mais apropriado neste momento.

  • Mauricio Albertto Nereus | Sexta-Feira, 08 de Janeiro de 2010, 08h32
    0
    0

    Silval,cuidado com este Emanuel e muitomais ainda no Luiz Daldergan da Sema cuidado mesmo este secretario é o tripo arrogante e petulante não tem umildade nnhuma,o senhor tem vião aprofundada e sabe o que estou lhes dizendo certo.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS