Últimas

Sábado, 02 de Janeiro de 2010, 19h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Comunicação

Sina traz problema ambiental causado pela pecuária

 A última edição da revista Sina traz em destaque de capa a preocupação mundial com os gases metano provenientes do “pum” e do arroto dos bois e vacas criados pela pecuária e que já significam 50% dos gases que formam o efeito estufa. Outros destaques são as políticas públicas participativas em Educação Ambiental e a luta dos jornalistas pela reversão da decisão do Supremo Tribunal Federal que fez cair a exigência de diploma para a profissão.

   Conforme a publicação, um estudo científico de 10 pesquisadores brasileiros indica que a emissão total associada à pecuária amazônica da qual Mato Grosso faz parte varia entre 499 e 775 milhões de toneladas de CO2 e do cerrado entre 229 e 231 milhões de toneladas. Assim, somente a redução dos impactos ambientais, com melhoria na provisão de serviços e bens demandará a coordenação de políticas agrícolas e ambientais e o incentivo à geração de conhecimento e ao uso de tecnologias adequadas.

   A professora da UFMT Michèle Sato assina a matéria, que fala da construção da continuidade das políticas de educação ambiental. Reúne no mesmo diálogo diversos segmentos, entre eles da cultura, população ribeirinha, funcionários públicos e ongs.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • ze do sal | Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 11h17
    0
    0

    meio jadiz ambiental e dever tedos ser humano so fala de quem produzen alimento p/sasiar a fome o cer humano vevi e de alimento e a cidade que fais ministro carlos mick gosta de ambiental mais nao procura quem sabe os toutorado da emprapa empresa de grande crebilidade aisim produzir acabaria c/ esse blababa e cidades cresendo desordenada cauzando danos abintal social e outros mais eai.

  • LUCIANO REGIS | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 21h16
    0
    0

    PARABÉN AO MARIO HASHIMOTO, REVISTA DE MUITA QUALIDADE!

  • Joao Carlos | Sábado, 02 de Janeiro de 2010, 21h56
    0
    0

    Sr. Edson, parabéns pelos seus comentários. E fico ainda mais preocupado é com a população desse estado (MT), que ainda podem eleger esse gov a senador e ainda o seu sucessor, é lamentável, muito lamentável. Pelo amor aos seus filhos, netos e bisnetos, não podemos deixar esse belíssimo estado ser devorado por esse homens com muita sede pelo poder economico e político.

  • lucas josé de aquino correa | Sábado, 02 de Janeiro de 2010, 21h33
    0
    0

    Concordo em número, gênero e grau. chega de órgãos de imprensa que só fazem propaganda (indisfarçável) do governo estadual, chega! o povo sabe muito bem separar órgãos independentes e sem rabo-preso como o RDNEWS de outros que só querem ganhar dinheiro vendendo exemplares, sem análise critica das politicas públicas e a verdadeira raiz dos problemas gerados, principalmente na área do meio ambiente.

  • edson nogueira | Sábado, 02 de Janeiro de 2010, 20h00
    0
    0

    eu quero ver estas revistas falarem em alto e bom som de que mato grosso detém o maior rebanho bovino do país, aproximadamente 30 milhões de cabeças, e que a pecuária em mato grosso foi implantada com altissimo custo ambiental, gerando um passivo ambiental de mais de 20 milhões de hectares de áreas degradadas. agora falar em educação ambiental é fácil, é como passar mel na boca de uma criançinha. as nossas revistas deveriam ter o impeto, a coragem e a determinação de revistas de circulação nacional, que denunciam as elites de campo e setores atrasados da nossa economia que defendem esse modelo de produção a base de muita degradação ambiental. um conselho a revista sina, palestrinha de educação ambiental não resolve, é necessário mais ousadia na defesa do meio ambiente, mesmo com possíveis retaliações politicas e "econômicas" dos poderosos de plantão. certas revistas têm que ter a coragem de falar a verdade, que o governo do estado defende de forma irresponsável esse modelo de desenvolvimento econômico no estado de mato grosso.

Cervejaria cuiabana devolve R$ 270 mi

rogerio gallo 400 curtinha   Após negociação, por intermédio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), uma cervejaria de Cuiabá vai devolver aos cofres públicos cerca de R$ 270 milhões nos próximos dias. O montante se refere a diferenças no ICMS...

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.