Últimas

Terça-Feira, 05 de Maio de 2009, 11h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

Verba indenizatória

Só 4 dos 19 vereados divulgam gastos referentes a abril

  Apenas quatro dos 19 vereadores cuiabanos disponibilizaram no site da Câmara Municipal a planilha de gastos com verba indenizatória, referente ao mês de abril. Trata-se da primeira prestação de contas instituída pela Mesa Diretora, sob Deucimar Silva (PP). Os que aderiram à divulgação até agora são o próprio presidente Deucimar, Francisco Vuolo (PR), Domingos Sávio (PMDB) e Éverton Pop (PP). Deucimar  havia anunciado que os dados seriam colocados no site em 1º de maio, mas isso só ocorreu nesta segunda (4).

   De acordo com a prestação de contas do presidente da Câmara, ele gastou R$ 8,4 mil dos R$ 9,2 mil que estariam disponíveis. Destes R$ 597 foram com ligações em seu celular. "Torrou" R$ 2,8 mil com combustível no Morada Auto Posto Gasolina e outros R$ 5 mil foram usados no pagamento de serviços de assessoria contábil e jurídica. O trabalho foi realizado pela ND Dra. Serviços de Assessoria Contábil e Jurídica.

    Pop assegura que suas despesas com verba indenizatória foram de R$ 8,9 mil. Somente com combustível gastou R$ 1,9 mil. O vereador abasteceu por conta do erário nos postos Auto Posto Barão e Comercial de Petróleo F. Correa. Pagou ainda R$ 1,5 mil para locação de veículo. Ele discrimina ainda gastos de R$ 910 com impressão de informativos e outros R$ 1,8 mil na confecção de faixas. Esses serviços foram executados pelas empresas LCR Santos ME e Digiwork Visual, respectivamente. O parlamentar diz ter gasto ainda R$ 2,6 mil com o advogado Zaluir Pedro Assad por assessoria jurídica.
     
   O peemedebista Domingos Sávio e o republicano Francisco Vuolo relataram despesas de R$ 9 mil, valor máximo permitido pela Lei Orgânica, que limita os gastos com verba indenizatória. O curioso é que todas as despesas de Sávio foram com postagens junto ao Correios. Ao todo, foram três notas apresentadas, uma R$ 4,7 mil, outra de R$ 3,9 mil e uma terceira de R$ 296. Vuolo, por sua vez, declarou gastos de R$ 3 mil com combustível. Conta que abasteceu no Posto Samuca Cuiabá Ltda. Apresentou notas da compra de duas passagens aéreas, todas para Brasília, sendo uma no valor de R$ 429 e outra de R$ 384, ambas ida e volta. Assegura que hospedou no Mercure Hotel Brasília Eixo Monumental com uma despesa de R$ 580. Especifica ainda gastos de R$ 405 com serviços automotivos prestados pela Omega Serviços Automotivos Ltda-ME Serviços de Cambio Kombi JZV. Já com assessoria de comunicação foram gastos R$ 1,5 mil e, com assessoria jurídica, R$ 2,5 mil. O republicano gastou ainda R$ 213 com telefonia celular.

   Cada um dos 19 vereadores tem direito a R$ 9 mil de verba indenizatória. O benefício pode ser utilizado no pagamento de contas telefônicas, aluguel de veículos ou contratação de serviços de táxi e moto-táxi, combustível e manutenção de veículos, contratação de consultorias técnicas específicas com advogados, economistas e engenheiros. Para receber a verba indenizatória, os parlamentares devem apresentar notas fiscais ou recibos que comprovem as despesas à secretaria de Gestão Orçamentária e Finanças. Após a análise das planilhas de gastos e documentos fiscais, o dinheiro é liberado. Além disso, recebem salário de R$ 9,2 mil. O duodécimo da Câmara é de R$ 1,7 milhão. Os dados estão disponíveis no site da Câmara - saiba mais aqui. (Patrícia Sanches)

(19h) - Toninho é 5º parlamentar a tornar público gastos com verba indenizatória

   Aos poucos os vereadores estão disponibilizando os dados referentes aos gastos com verba indenizatória no site da Câmara. Na tarde desta terça (5) foi a vez do vereador Toninho de Souza (PDT). Segundo o seu balancete, ele teve despesas orçadas em R$ 9 mil. Destes, R$ 2 mil foram utilizados na compra de combustível no Morada Auto Posto. O parlamentar gastou ainda R$ 3,5 mil com locação de veículos na MG Locadora Locação. Na prestação de contas de Toninho aparece o pagamento de R$ 3,5 mil para Plínio José de S. Neto Assessoria, que prestou serviços de assessoria jurídica.

  Além dele, os vereadores Deucimar Silva, Everton Pop, Domingos Sávio e Francisco Vuolo já tornaram público os seus gastos com verba indenizatória. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Vivian | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o resto deve estar comprando notas por ai pra justificar.


    q palhaçada

  • Juliana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caramba! Isso foi só no mês de abril? Imagina quantos gastarão em 4 anos!

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...