Últimas

Domingo, 13 de Setembro de 2009, 19h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

SAÚDE PÚBLICA

Soares não resolve problemas e busca culpado, diz Maluf

   O ex-secretário de Saúde de Cuiabá, deputado Guilherme Maluf (PSDB), criticou a postura do seu sucessor Luiz Soares, que durante uma reunião com servidores comissionados atribuiu parte da crise financeira da pasta aos antecessores, entre eles o próprio Maluf e Aray da Fonseca. “Ele (Soares) tem problemas com a classe médica e está querendo jogar a culpa em outros médicos que administraram a secretaria", reage Maluf, em entrevista ao RDNews, numa resposta as declarações “apimentadas”  de Soares, que reuniu seu aliados para para buscar apoio e, assim, contrapor aqueles que querem a sua exoneração. O secretário declarou aos correligionários que recebeu um rombo financeiro e que já conseguiu ajustar a questão financeira da secretaria - veja mais aqui. Maluf ficou na bronca com os ataques de Soares. Acredita que o secretário esteja tentando usá-lo como “bode espiatório”.

   “Eu não tenho nada a ver com essa briga. Isso tudo é algo sério. Essa crise de relacionamento com os médicos precisa ser resolvida o mais rápido possível”, pondera Guilherme Maluf. Soares é classificado pelos médicos como uma pessoa "arrogante, truculenta e autoritária". Segundo eles, é complicado manter diálogo com o secretário e, por isso, pedem ao prefeito Wilson Santos que o exonere. Santos, por sua vez, resiste. Enquanto isso, a greve da classe médica prossegue, transformando a saúde pública num caos. Os atendimentos estão suspensos nas unidades de saúde. Nem mesmo os serviços emergenciais vêm funcionando a contento.

    Perguntado como avalia a exigência dos médicos, Maluf que é do mesmo partido do secretário, ou seja, do PSDB e, por isso, preferiu agir com uma certa cautela. “Não sei dizer se a saída dele (de Luiz Soares) é necessária”. Se mostra disposto a "meter a colher" na briga para ajudar o prefeito. “Não conversei ainda com o prefeito, mas se ele quiser posso colocar a minha experiência de médico, de ex-secretário de Saúde e de deputado a sua disposição”.

    Sobre as acusações feitas por Soares, de que teria deixado rombo nos cofres da Saúde, inclusive uma dívida de R$ 700 mil com empreiteira, o deputado foi categórico: “o problema da saúde é muito maior que R$ 700 mil. São milhões em dívidas que vêm se arrastando há anos e são provenientes até de outros governos”, contrapõe o ex-secretário. Para Maluf, os problemas, como relacionamento de Soares com os médicos e o elevado número de pessoas que foram vítimas da dengue e o risco de novos casos, precisariam ter uma atenção maior de Soares. “Ao invés de ficar achando culpados, ele tem que se preocupar com coisas mais importantes como a dengue que está prestes a estourar”. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Adriana Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Mara Cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Há equivoco no tocante a interpretação da matéria. Essa não é a maneira do sec. Luiz Soares de administrar. luiz Soares não administra falando mal de antecessores. Administra com planejamento de equipe e com foco no cidadão. Em nenhum momento na reunião o Sec. Luiz Soares citou o nome de nenhum dos antecessores, nem do Dr. Aray e nem do Dr. guilherme. Este tipo de prática Luiz Soares não usa.

  • edio carlos amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • maga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não sei se o Dr Guilherme ai sabe, mas o pessoal que ele contratou la na Saúde forão perseguido de modo mesquinho e sadico, não tem mas mais nem hum dos que ele empregou, farão todos parar no forno da Inquizição, pelo Marcos Aurelio e Virgilina, da Tensão Basica, esse povo tem muita coisa para pagar, não quero estar na pele deles quando morrerem. Muitos Pais e mães de familia perseguido pior do que os judeus na epoca do triangulo Roxo. até a presente data ainda esta acontecendo isso. só investigar nos PSF Despraiado e Colorado, dois exemplos.

  • jorge luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sera que wilson santos tem rabo preso com soares e tem medo de manda-lo para rua assim ele pode vingar e monstrar os podres do wilson santos? podres que nao sao novidadades queria eu que todas aas camadas da sociedade tivesse acesso a rdnews a politica seria diferente em todo os estados as pessoas seriam mais politizadas...

  • cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Verdade você já esqueceu dos acertos que seu diretor financeiro fazia os grandes faturamentos e as festas paga pela Secretaria de Saúde além de mais de 13000........ de RESTOS A PAGAR que o Senhor deixou.Infelizmente precisamos desses médicos Mercenários relapssos e sem educação que só sabem receitar dois tipo de remédios.

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...