Últimas

Terça-Feira, 28 de Agosto de 2007, 23h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

JUDICIÁRIO

Sob acusação, vereador cassado volta ao cargo

    Por força de uma liminar concedida pelo juiz Marcelo Souza de Barros, da Comarca de Barra do Bugres, Orlando Cardoso Chaves, o Orlandinho, reassume a cadeira de vereador. Sob acusação de cometer atos de improbidade administrativa enquanto presidente da Câmara, ele teve o mandato cassado, após enfrentar uma Comissão Processante. Em sessão no último dia 10, os vereadores cassaram-no por 6 a 3. Ele conseguiu reaver o mandato e nesta terça, assim que conseguiu a liminar, já se deslocou à Câmara para ocupar o gabinete.

    Orlandinho é polêmico. Já esteve envolvimento em verdadeiros casos de polícia. Na década de 80, por exemplo, ele chegou a planejar o sequestro do então deputado estadual e pecuarista Renê Barbour. Desistiu de última hora. Como presidente da Câmara, Orlandinho foi denunciado por uma série de irregualidades, entre elas utilização de notas frias para acobertar falcatruas, segundo alguns vereadores. Assim que foi cassado, ele distribuiu gravação de diálogo que teve com alguns vereadores. Nas conversas, Orlandinho fala em propina e nas negociações de notas frias na Câmara - clique aqui e aqui e ouça as gravações.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Carlos Roberto de Aguiar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com tantos casos urgentes empacados na justiça, com até inocentes atrás das grades com processos pendentes de apreciação, conceder liminar que é caso de maxima urgência e fato de dano irreparavel, á um politico que já foi defenestrado pelos seus proprios pares, é um absurdo o beneficio sem a apreciação do mérito, pois como temos acompanhado pela midia o caso da Câmara de Barra do Bugres é assunto sério conturbado e controvertido, e esta decisão pode causar danos irreparaveis é a sociedade daquela urbe.

Apoio de Bolsonaro é aposta de França

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto) segue cheio de esperanças do apoio de Bolsonaro a seu nome como pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Entre o sim e o não, preferiu seguir o calendário eleitoral e se afastar da apresentação do seu tradicional programa de TV Resumo do Dia, de...

Adin contra nomeação em Cáceres

angelo audicom 400 curtinha   Presidida por Ângelo Silva de Oliveira (foto), a Audicom-MT, entidade que congrega auditores e controladores internos dos municípios do Estado, ingressou com Adin no Tribunal de Justiça, pleiteando liminar para, assim como ocorreu em Rondonópolis, também derrubar uma lei em vigor...

Viúva de Adriano disputa em Cáceres

anelise silva 400 curtinha   Anelise Silva (foto), viúva do ex-reitor da Unemat e ex-deputado Adriano Silva, lançou pré-candidatura à prefeita de Cáceres pelo DEM do governador Mauro. Ela enfatiza que sofre a dor da perda e que decidiu entrar no páreo para dar continuidade ao projeto de Adriano de...

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.