Últimas

Sábado, 04 de Agosto de 2007, 08h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Sob conflitos, PT realiza congresso estadual

   Em meio a brigas política e jurídica, várias correntes petistas se reencontram neste sábado e domingo, em Cuiabá, na etapa do Congresso Estadual. O partido vai definir posições e propostas para o 3º Congresso Nacional, que acontece entre os dias 31 de agosto e 02 de setembro, em São Paulo. A etapa municipal de Cuiabá está sub judice. Mesmo assim, os 13 delegados terão direito a voto, num processo em separado.

    O grupo que aglutina os parlamentares Carlos Abicalil, Alexandre Cesar e Ságuas Moraes enfrenta embate contra as correntes ligadas aos dirigentes Serys Marly e Jairo Rocha, respectivamente, presidentes estadual e municipal do PT. Essa nova queda-de-braço começou com a realização da etapa municipal do Congresso nos dias 07 e 08 de julho. O diretório municipal de Cuiabá não conseguiu mobilizar, dentro do horário estabelecido, o número mínimo de 520 filiados  - de um total de 3.464 (15%) - para o credenciamento. Houve confusão quanto ao horário de encerramento das inscrições. Treze delegados foram escolhidos. Como a maioria é ligado ao grupo de Serys e Jairo, a corrente Unidade na Lula ou Campo Majoritário, sob a liderança do trio Abicalil-Alexandre-Ságuas, resolveu ingressar com recurso para impugnar a etapa municipal.

    O caso foi parar na Executiva Nacional, que deferiu o recurso. Jairo Rocha, indignado, pediu também que a etapa municipal em sete municípios, onde o Campo Majoritário elegeu a maioria dos delegados, também fosse impugnada. Um pedido foi deferido. Jairo ameaçou expôr situação de fraudes nos processos internos e recorreu ao Diretório Nacional, que é a instância superior, para garantir a legitimidade da etapa municipal de Cuiabá. Conseguiu com que todos os delegados tivessem direito a voz, voto e de também serem votados. É nesse clima de conflitos que os petistas se reencontram neste final de semana.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ainda bem que não sou filiado a partido nenhum, não por omissão ou covardia, mas porque a unica esperança que eu tinha de um BRASIL melhor me foi tirada pelo partido que se dizia dos trabalhadores, principalmente á nivel federal.

  • Maria Angela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo amor de deus minha gente se entendam, para que nós possamos entender o que está havendo....Etapa estadual, quando e onde, não ficamos sabendo de nada....
    Tá difícil defender o partido assim.
    Sou filiada e não consigo acompanhar para poder exercer meus direitos, vamos avançar pessoal ano eleitoral tá chegando, e nós mesmos seremos responsáveis pelo naufrágio deste barco no ano que vem.

  • Maria Angela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo amor de deus minha gente se entendam, para que nós possamos entender o que está havendo....Etapa estadual, quando e onde, não ficamos sabendo de nada....
    Tá difícil defender o partido assim.
    Sou filiada e não consigo acompanhar para poder exercer meus direitos, vamos avançar pessoal ano eleitoral tá chegando, e nós mesmos seremos responsáveis pelo naufrágio deste barco no ano que vem.

  • Isaura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com esta anarquia toda no PT , pessoas de peso e dignidade inabalável acabarão por se desligar do Partido.
    Lideranças municipais e nomes fortes na Câmara Municipal, como o do Vereador Lúdio Cabral, acabam por ficarem destoando do contexto gerado, uma vez que continua mantendo postura de fidelidade e integridade apesar da desordem em que o partido se encontra.
    Cuidado partido, racha só divide e quem perde é o Partido e quem o defende por pura ideologia...
    Ninguém, quer perder nomes com tamanha credibilidade...

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...