Últimas

Quarta-Feira, 06 de Junho de 2007, 07h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INVESTIGAÇÃO

Sob Dalberto, Intermat vira foco de denúncias

TCE apura ao menos 8 supostas irregularidades na aquisição de terras

   Sob Afonso Dalberto, o Instituto de Terras do Estado (Intermat) se transformou no patinho feio da administração Blairo Maggi. O órgão é precursor de focos de supostas irregularidades, inclusive no beneficiamento a integrantes da própria gestão pública estadual quanto à aquisição de terras com fins de reforma agrária. Dalberto já é chamado de robin hood das terras mato-grossenses. Compra dos ricos para dar aos pobres. Dentro do lema "terra para quem precisa", o que o Intermat paga faz dos ricos mais ricos e dos pobres mais miseráveis.

   O Tribunal de Contas do Estado investiga pelo menos oito casos de denúncias de aquisição de terras feitas pelo órgão. O Ministério Público também começa a apurar supostas irregularidades no Intermat, que tem a atribuição de socializar a propriedade rural, priorizar o trabalhador rural e evitar conflitos agrários.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cara Redator!

    Primeiramente venho te parabenizar pelo site.
    Quanto as supostas irregularidades cometidas na aquisição de terras para Reforma Agrária é lamentável se forem verdadeiras, uma vez essa terras foram adquiridas para a implantação de vilas rurais do Programa Nossa Terra Nossa Gente, criado pelo então Deputado Jair Mariano e desenvolvido também por ele no INTERMAT. É uma pena, pois como cidadã tirei o chapéu pela criação desse Programa e só tenho a lamentar se as denúncias forem verdadeiras.

  • João Moessa de Lima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Intermat segue a risca a regra deste governo, muita corrupçao e pouca prestação de contas à população.
    Aproveitando o ensejo e como perguntar não ofende e o DETRAN quando algum órgão de imprensa vai mostrar o que acontece.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que as pessoas que supostamente acusam estão realmente falando a verdade?????
    Acho que são aquelas pessoas que não têm mais a possibilidade de "usufruir dos bens públicos", que agora estão sendo muito bem monitorados pelos dirigentes do órgão, que perdem seu tempo vinculando noticias infames como esta.
    O povo era acostumado com o dinheiro fácil, agora tudo está sendo fiscalizado e esse mesmo "povo" não está mais tendo jeito de continuar "aproveitando" das situações.
    A população tem que parar de dar ouvido para coisas mesquinhas e começar a olhar os resultados, porque estes ninguém coloca a disposição do conhecimento popular.

  • Lenice Amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sabemos que a imprensa deve ser pautada pela transparência e verdade dos fatos narrados, entretanto se faz necessário a devida apuração dos fatos e a prévia consulta aos envolvidos.

    Como servidora de carreira e Ouvidora do INTERMAT, gostaria de fazer um comentário e esclarecimento a respeito dessa matéria, uma vez que das áreas adquiridas pelo INTERMAT para fins de Reforma Agrária e citadas na referida matéria, apenas uma aquisição foi concluída pelo atual Presidente - Sr. Afonso Dalberto, localizada em São Pedro da Cipa.

    Quanto às outras áreas, todas foram adquiridas pelo então Presidente Sr. Jair Mariano, sendo que o atual Presidente – Sr. Afonso Dalberto, estará enviando ao Ministério Público, todos os processos que deram origem a essas aquisições, para posterior análise quanto a supostas irregularidades cometidas.

    Gostaria ainda de sugerir, que antes de veicular matérias relacionadas à denúncias que o INTERMAT fosse consultado, pois apesar de toda a imagem negativa que está sendo repassada a respeito deste Órgão, estamos prestando relevantes serviços à sociedade matogrossense.

    Coloco-me a disposição desse conceituado site para sempre que necessário prestar informações de teor público com a relevante preocupação de manter o cidadão devidamente informado.

    Atenciosamente,


    Lenice Amorim
    Ouvidora Setorial
    INTERMAT

  • José Manoel da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estou de acordo com a matéria...

    Mas não é novidade...nada poderiamos esperar
    de uma pessoa cética em relação a administração
    publica...
    Ele é PHD nessa matéria...
    Sua vida pública é bastante complicada...
    Basta analisarmos as suas gestões na:

    CONAB
    INFRA-ESTRUTURA
    EDUCAÇÃO
    E AGORA INTERMAT...
    E quantos outros vierem, não me surpreenderei com
    sua postura, haja vista, a notória ignorância deste
    Homem...aff!!!
    Tudo tem limite...

  • antonio carlos da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o ministério Público e o tribunal de contas deveria ir a fundo nas investigações dentro do Intermat e que todas essas falcatroas sejam apuradas, é o desejo da sociedade matogrossence. estamos muito indignado com essas reportagens.

  • JOSE ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AS AUTORIDADES NÃO SÓ DEVE APURAR ESSAS DENUNCIAS,DE COMPRA DE TERRAS, COMO INVESTIGAR OUTRAS IRREGULARIDADES,COMO FIRMA PRESTADORA SERVIÇO QUE ATUA NA QUELE ORGÃO. POIS Á MUITOS COMENTARIOS,PERANTE Á SOCIEDADE.

  • Paulo Henrique de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estou indignado com essas denúncias e esperamos que o governo do estado como as autoridades judíciais tomam as devidas providências não só na compra de terra mais de outras irregularidades que o povo comentam nas cidades.

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...