Últimas

Terça-Feira, 12 de Maio de 2009, 07h:04 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CÂMARA DE CUIABÁ

Sob Deucimar, auditoria aponta escândalo na gestão Lutero

 Fernando Ordakowski 
Clique na imagem para ampliação
Presidente da Câmara Deucimar Silva começa a abrir caixa-preta da administração do antecessor Lutero

  Há pelo menos uma década a Câmara Municipal de Cuiabá se transformou num barril de pólvora que, se investigada, pode explodir. Denúncias de ingerência e de atos de improbidades vem se acumulando ao longo das administrações de João Malheiros, Luiz Marinho, Chica Nunes e Lutero Ponce. Agora, o presidente da Mesa Diretora, vereador Deucimar Silva (PP), para não ficar com a pecha de que segue no mesmo ritmo dos demais, decidiu acender o pavio. Tem debaixo dos braços um auditoria que complica a situação política e jurídica do seu antecessor Lutero, presidente do diretório do PMDB da Capital e pré-candidato a deputado estadual.

  Lutero conseguiu se livrar junto ao TCE de duas acusações, com fortes indícios de irregularidades. Inicialmente, de quando foi primeiro-secretário da Mesa, que tinha Chica como presidente. O Ministério Público detectou um rombo de aproximadamente R$ 6 milhões na gestão Chica. Como Lutero ocupava o segundo cargo mais importante, também foi responsabilizado. Ele recorreu ao próprio TCE e se desvinculou da administração Chica, sob argumento de que apenas a presidência da Câmara centraliza as ações e decisões da Casa. Depois, foi a vez do julgamento de seus balancetes, já na condição de presidente. Com ajuda do conselheiro Humberto Bosaipo, Lutero teve as contas aprovadas.

   Eis que agora surge uma auditoria encomendada pela Mesa Diretora, que tomou posse neste ano. Os primeiros dados apontam um verdadeiro escândalo na gestão Lutero, que controlou um duodécimo mensal de R$ 1,6 milhão durante dois anos. São gastos exorbitantes. Esquema de superfaturamento aponta que pelo menos R$ 3 milhões foram para o ralo. A auditoria descobriu, por exemplo, que sob Lutero a Câmara de Cuiabá, com 19 vereadores e aproximadamente 600 servidores, "comprou" mais de 70 mil canetas, 6 mil litros leite e até objetos de candomblé. Os dados completos do resultado da auditoria serão apresentados aos vereadores até esta quinta.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Margareth Ramos Leite | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não se iludam com o Deucimar, o rombo na Câmara começou bem antes de João Malheiros, mas precisamente na administração de Dentinho (Wilson Celso Teixeira), onde por alto sumiram 4 milhões de reais. Na época, o ministério público começou a investigar e fazer uma auditoria, mas o presidente seguinte, vereador Luiz Marinho conseguiu barrar a auditoria via TCE e o caso se arrasta até hoje no STF, em Brasília. Agora notem como é a tal moralidade do atual presidente Deucimar, ele nomeou como secretária de administração financeira justamente a mesma pessoa que foi secretária na administração do sr. Dentinho, dona Circe Medeiros! Talvez ele tenha feito isso pra dar a oportunidade dela provar sua inocência no caso, o que todos nós acreditamos, mostrando a todos que naquela Casa se podia desviar mais de 4 milhões sem nenhuma participação ou conhecimento da secretária de finanças. Assim age o presidente da Câmara, que já se prepara para fazer a tradicional reforma no prédio da Casa, como fazem todos os presidentes da mesma quando assumem o cargo.

  • Ronan Jackson Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Vereador Deucimar Silva. Com atitude transparente como essa Vossa Senhoria muito contribuirá com o resgate da imagem do Poder Legislativo Municipal Cuiabano que em razão dos desmandos e irregularidades praticados pelos ex-gestores na última década vinha perdendo a credibilidade entre as pessoas de bem.

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estamos aguardando o Presidente da Câmara se manifestar sobre a efetivaçaõ de funcionários sem concurso público.

  • silvio mt | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SENHORES ISSO É O QUE DÁ DE DEMINUIR O N. DE VEREADORES SOBRA MAIS RECURSOS E AI A MESA DIRETORA DA CAMARA BOTA A MAO MESMO. E NAO É SO O PRESIDENTE POIS TODO PAGAMENTO O CHEQUES TEM QUER SER ASSINADO PELO SECRETÁRIIO


    OLHA TERIA QUE VER OUTRAS CAMARAS TBM PODE TER CERTEZA QUE TODAS TEM ESSE TIPO DEW COISA

    SUGIRO ENTAO QUE VOLTE O MESMO N. DE VEREADORES ASSIM A CAMARA NAO SOBRARIA MTO RECURSO PARA ROUBO. E O PREFEITO NAO CONSEGUERIA MANIPULAR TODOS OS EDIS.

  • oiram | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    cassação nele eu aprovo

  • Alexandre do Espírito Santo Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vocês se lembram do caso Ralph....Pois então,quem irá levar o refrigerante?A pizza já esta encomendada.....

  • edezio do couto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A SENADORA SERIS tinha e tem razão em DEFENDER a necessidade de transformação do FAMIGERADO TCE, visto que suas decisões estão mais no senso político do que nos critérios TÉCNICOS.
    ISSO nos causa grande prejuizo.
    agora, em relação a camara de vereadores de Cuiabá, todos nós já sabiamos, e, mais: SE AMPLIAREM AS INVESTIGAÇÕES DESCOBRIRÃO O OBICE. que é as mazelas das roubalheiras.

  • gustavo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    bom vereador deucimar é bom abrir a caixa preta mesmo porque na proxima administração que poderar ser o prejudicado sera vc.....tem que acabar com esta vergonha e o senhor deucimar tem esta chance de ficar na historia de cuiaba... e o povo vai agradecer...

  • CELSO DE FREITAS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ISTO E UMA PIADA UM ROMBO DESTE E NINGUEM FALA NADA, CADE O MP, GAECO,PM. PC,ANTI CORRUPÇAO, ESCAMBAU E OUTROS, E AINDA quereM CASSAR VEREADOR POR ESTAR COM TRAVESTI. E MUITA HIPROCRESIA. VAMOS VER SE ISTO DA CASSAÇAO

  • Antonio de Figueiredo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...

2 candidaturas vetadas em Torixoréu

ines coelho 400 curtinha torixoreu   Em Torixoréu, de três candidaturas a prefeito, a Justiça Eleitoral já barrou duas, em decisão de primeira instância. O juiz da 9ª Zona Eleitoral de Barra do Garças, Douglas Romão, indeferiu o pedido de registro da candidatura do ex-prefeito e ex-deputado...

Apoio sem influência de Luciano Hang

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta (foto), do PDT, contesta a informação de que teria sido convencido por Luciano Hang, dono da Havan, e pelos primos Maggi a apoiar para o Senado a coronel Rúbia Fernanda. Pivetta diz que quem o conhece sabe que nunca foi garantista na...

Sem o agro e apoiado pela Fetagri

carlos favaro 400 curtinha   Na corrida pela cadeira no Senado, na suplementar de 15 de novembro, alguns concorrentes têm rotulado o senador Carlos Fávaro (foto) como candidato dos grandes produtores. Mas as entidades que compõem o Fórum Agro MT estão todas com Nilson Leitão, à exceção...

França reafirma seu apoio à Fernanda

roberto franca 400 curtinha   Em sua quarta disputa à Prefeitura de Cuiabá, desta vez pelo Patriota, Roberto França (foto) assegura, por meio de assessoria, que continua apoiando para o Senado a colega do partido, coronel Rúbia Fernanda. É que surgiram questionamentos e dúvidas sobre se o ex-prefeito...