Últimas

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2007, 11h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Sob Maggi, PR 'incha' e Fagundes vira cacique

    O deputado de quinto mandato Wellington Fagundes, que vem se especializando nas articulações políticas, se torna o cacique do novo Partido da República, que surge da fusão do PL com o Prona. Após muitas reuniões de bastidores, envolvendo inclusive o presidente Lula e a cúpula nacional do PR, Fagundes abre as portas da legenda para o governador Blairo Maggi e toda a turma da botina. Mesmo argumentando que Maggi passa a ser o líder maior do PR em Mato Grosso, Fagundes não abre mão de continuar na presidência da legenda, que vai receber em 2 de março, durante festa de filiação, cerca de 40 prefeitos, ao menos quatro deputados estaduais e dezenas de vereadores.

   O deputado agora administrará um partido que até julho caminha para o 'inchaço'. Dependendo da maneira que o PR for conduzido pode vir a ser explodido. Acontece que estão em jogo uma série de interesses pessoais e paroquiais nos municípios. De uma sigla inexpressiva, com nove prefeitos e menos de 20 vereadores, o PR, num salto, vira a maior legenda do Estado e sob a presidência de Fagundes. A ele caberá, por exemplo, o trabalho de estruturação partidária nos 141 municípios. Passa a ser tão procurado e 'assediado' no PR quanto o governador, já que todos os virtuais candidatos a prefeito e a vereador, além de futuros aliados, terão que procurá-lo para negociar projetos políticos.

     Em Rondonópolis, por exemplo, Fagundes 'cola' no prefeito Adilton Sachetti, um dos aliados mais próximos do governador. Assim, deve emplacar a empresária e esposa Mariene Fagundes como vice da chapa à reeleição de Sachetti. A estratégia de Fagundes expulsa, de vez, o grupo de Percival Muniz da base do prefeito. Muniz, por sua vez, se distancia do governador e se reaproxima do PMDB, dos deputados Carlos Bezerra e Zé do Pátio.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.