Últimas

Terça-Feira, 01 de Abril de 2008, 17h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

JUDICIÁRIO

Sob pressão, governador dá mais R$ 12 mi ao TJ

   Sob pressão dos deputados e dos oficiais de Justiça do Estado, o governador Blairo Maggi (PR) resolveu conceder os R$ 12 milhões ao orçamento do Judiciário, sob Paulo Lessa. O anúncio foi feito durante reunião no Palácio Paiguás nesta terça, 1º de abril. O assunto ganhou polêmica desde que os deputados José Riva (PP), Zé Carlos do Pátio (PMDB) e Dilceu Dal Bosco (DEM) compraram a "briga" do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado (Sindjusmat) com o governo. Apesar de aumentar o orçamento do Judiciário, Maggi não quis retirar o veto, como pleiteavam os parlamentares.

  O líder do Executivo na Assembléia, deputado Mauro Savi (PR), explica que o governo entendeu que, com o aumento da arrecadação, será possível atender o pedido, principalmente do Judiciário. Segundo Savi, antes do repasse, as secretarias de Administração e de Fazenda vão realizar um estudo, já que essa dotação orçamentária não estava prevista. "Só após o estudo é que será definido quando o repasse será feito".

   Do montante, R$ 5 milhões devem ser destinados às necessidades dos oficiais de Justiça, bem como o pagamento das extras reivindicadas pelo Sindjusmat - leia mais aqui. O restante servirá para a manutenção das comarcas e varas, principalmente aquelas que corriam o risco de serem extintas pelo pequeno volume de processos em trâmite. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Augusta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Venho dizer que é verdade o fato de estar atrasado o pagamento dos prestadores do Sinjusmat, pois meu marido trabalha lá e sei o sufoco que tem nos causado este atraso. Senhores do TJ tomem alguma atitude em relação a isso.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.