Últimas

Terça-Feira, 16 de Junho de 2009, 15h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

ELEIÇÃO

Sob tensão, Sinop, Barão e Leverger aguardam pelo TRE

  A população de Sinop (Nortão), Barão de Melgaço e Santo Antonio de Leverger (na Baixada Cuiabana) vive uma grande expectativa sobre três julgamentos que serão feitos nesta terça à noite pelo Pleno do TRE e que vão definir o mandato de seus prefeitos e vice. A maior tensão está em Sinop, onde Juarez Costa (PMDB) teve o registro cassado e foi punido com a inelegibilidade, mas recorreu e obteve liminar para assumir o cargo de prefeito. Agora, o Pleno aprecia o recurso do peemedebista, acusado de abuso de poder econômico e de compra de votos. O julgamento deve colocar um ponto final nesse embate jurídico. Por enquanto, o placar está em 1 a 1. Contrariando o Ministério Público, o parecer do relator Renato Vianna foi pela procedência do recurso, ou seja, contra a cassação de Juarez.

   O juiz-membro José Zuquim, que havia pedido vistas, vai apresentar o seu voto. Em seguida, vão se pronunciar Yale Sabo Mendes, Juvenal Pereira e Maria Abadia. Se o Pleno cassar Juarez, Sinop terá nova eleição, a exemplo do que já aconteceu em Araguainha e Novo Horizonte do Norte e, para piorar, o peemedebista ficaria impedido de concorrer de novo por causa da inelegibilidade. Os advogados do prefeito se mostram confiantes quanto à expectativa de derrubar de vez a cassação decretada em primeira instância. De todo modo o clima é tenso.

   Barão de Melgaço também parou desde esta terça pela manhã. O grupo do prefeito cassado Marcelo Ribeiro (PP) está soltando fogos. A comemoração antecipada deixou "com a pulga atrás da orelha" o hoje prefeito Antonio Ribeiro Torres (PSB), que foi beneficiado com o cargo devido ao afastamento de Marcelo, que ingressou com dois recursos no TRE. O processo entrou em pauta há 15 dias, mas acabou retirado devido a um pedido de vistas. Dois votos aos recursos de Marcelo foram proferidos. O placar está em 1 a 1. O relator, desembargador Rui Ramos Ribeiro, apresentou relatório pelo indeferimento dos pedidos, enquanto o juiz-membro do Pleno Renato César Vianna divergiu e votou favorável. O então juiz da 38ª Zona Eleitoral Lídio Modesto foi quem cassou o diploma de Marcelo por abuso de poder econômico e político, compra de votos e o declarou inelegível pelos próximos três anos. A expectativa é o TRE decida, afinal, quem fica no cargo de prefeito, se Ribeiro Torres ou se Marcelo Ribeiro.

    Faustino Dias Neto (DEM), que se reelegeu prefeito de Santo Antônio do Leverger, mas perdeu o registro por crimes eleitorais, também ingressou com vários recurso. Perdeu todos até agora. Hoje o município está sob o então presidente da Câmara, Harrisson Benedito (PSDB). Dependendo do resultado do Pleno desta terça, o município terá uma nova eleição.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Pedro Pantaneiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • José Carlos de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Pode montar quadrilha e roubar 6,6 milhões da Câmara- fato comprovado por 4 promotores públicos, ser funcionário fantasma, cometer crime eleitoral, enfim todo tipo de delito desde que seja casado com Chica Nunes e aliado do dep. José Riva. Dessa forma o Marcelo retorna hoje triunfante para a prefeitura de Barão de Melgaço.
    QUE SAUDADES DO PEDRO TAQUES

  • Bedico | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • barao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ola morio marçio vc esta bem dezinfomado dos secretarios gostaria que vc siti um mora em cuiaba

  • pantaneiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • FAMILIA ALBUQUERQUE E AMIGOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NÓS DE BARÃO DE MELGAÇO TEMOS TUDO A COMEMORAR, POR QUE SOMOS FILHO DA TERRA, NÃO INTERESSA O QUE MARCELO RIBEIRO E CHICA NUNES FIZERAM O QUE IMPORTA É O QUE AINDA VÃO FAZER POR BARÃO DE MELGAÇO.

    NOSSO LIDER POLITICO É RIVA POR ISSO JAMAIS PERDEREMOS ESSE EMBATE.

    VIVA BARÃO DE MELGAÇO.

    HOJE APARTIR DAS 19 HORAS TEREMOS FESTA NA PRAÇA CENTRAL A ESPERA DO NOSSO DIGNISSIMO PREFEITO MARCELO RIBEIRO E DEMAIS CONVIDADOS.

  • antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Há uma urgente e imperiosa necessidade da Justiça Eleitoral aprimorar-se e agir com rapidez e eficiência no julgamento dessas lides. Uma proposta que ouvi ou li, não me recordo bem, seria a de que os julgamentos de ações contra candidatos eleitos fossem julgadas antes mesmo da Diplomação do eleito, objetivando dessa forma, dentre outros benefícios, poupar as populaões dos municípios da angústia, do dofrimento e da paralização administrativa, conforme estão expostas as três cidades citadas. Que nesta data a Justiça Eleitoral consiga dar um fim a esse estado de coisas, dando a cada um o que é seu, dentro da legitimidade, pois que, a demora nesses julgamentos acarreta ainda mais sofrimento às populações dos municípios.

  • fausto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É HJ Q A SUA BATATA VAI TERMINAR DE ASSAR FAUSTINO!!!

    LEVERGER QUER NOVA ELEIÇÃO!!!!

    SEM CORRUPTOS!!! SEM LARAPIOS!!!

  • DELEGADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAMOS AGUARDAR ANSIOSO PELA DECISÃO DO TRE... PARA ENCERRAR DE UMA VEZ POR TODAS ESSA NOVELA DE FAUSTINO DIAS NETO

    O CAMARADA FOI CASSADO 3 VEZES SÉRA Q O JUIZ DE 1 INSTANCIA NÃO TEM RAZÃO;;;;


    VAMOS PLENO DO TRE.... FAUSTINO NÃO MERECE GERENCIAR LEVERGER... ALIAS ELE NÃO SABE NEM OQ É GESTOR...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...