Últimas

Terça-Feira, 15 de Dezembro de 2009, 18h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

DIAMANTINO

Stábile desempata e Capistrano fica afastado do cargo

   O prefeito cassado de Diamantino, Erival Capistrano (PDT), perdeu o recurso eleitoral interposto junto ao TRE. A decisão foi tomada na sessão desta terça (15), após empate de 3 votos a 3. O presidente do Tribunal, desembargador Evandro Stábile, ao proferir voto minerva, decidiu pela rejeição do recurso.

   O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pelo improvimento do pedido de reconsideração de Capistrano. O relator, desembargador José Zuquim, também entendeu que há irregularidades na prestação das contas de campanha, assim como os juízes César Augusto Bearsi e Yale Sabo Mendes. Já o desembargador Juvenal Pereira da Silva e os juízes Eduardo Jacob e Samir Hammoud votaram pelo provimento do recurso do pedetista.

    Capistrano permanece afastado do cargo. Responde como prefeito Juviano Lincoln (PPS), segundo colocado nas eleições do ano passado. Lincoln é ligado ao grupo do ex-prefeito Chico Mendes (PR), irmão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes. A coligação do hoje prefeito ingressou em dezembro com uma representação contra o pedetista. Na denúncia, o grupo questionou três doações (de R$ 4,5 mil, R$ 6 mil e de R$ 10 mil) feitas à campanha de Capistrano, sob a assinatura do produtor rural Arduíno dos Santos, que reside no bairro Novo Diamantino. Ao todo foram R$ 20,5 mil. Assim, o agricultor se tornou o maior doador da campanha do prefeito eleito e que no ano passado havia se tornado deputado em substituição por quatro meses ao titular Otaviano Pivetta (PDT).   

   Capistrano foi cassado após a constatação de irregularidades em sua prestação de contas da campanha. Em primeira instância, o juiz da 7ª Zona Eleitoral, Luiz Fernando Voto Kirche, reprovou o balancete sob o argumento de que o pedetista não conseguiu comprovar a origem de parte dos recursos. Ele foi eleito em 2008 com 4.831 votos. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E ainda tem aqueles que acreditam em justiça, em papai Noel, Saci Pererê, minhocão, Maria algodão. Tem até aqueles que juram terem visto cabeça de bacalhau e enterro de anão.

  • JORGE PAULO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESTAMOS COM VC ERIVAL....VOCÊ IRÁ VOLTAR A PREFEITURA COM CERTEZA.
    NÃO COM ESSA JUSTIÇA, MAS A JUSTIÇA DIVINA, ELA É MAIS PODEROSA DO QUE ESSA QUE NOS ENVERGONHA

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Rodomilson;
    Houve um equívoco na matéria, pelo fato de que a prestação de contas não tem relação com o afastamento, tão somente foi desaprovada cabendo recurso que não induz a sanções de afastamentos.
    Por outro lado, o processo que refere-se a captação ilícita de sufrágio ainda está pendente de decisão de deverá entrar na pauta brevemente.
    Favor corrigir o equívoco

  • ramira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A justiça é cega e corporativista. E o Poder dos Mendes influenciando a decisão, quem pode contra eles. É um pena que tenham decidido dessa forma, o Erival é uma pessoa honesta, a irregularidade foi plantada por alguém.

  • Paulo Cezar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Juiz Iale Sabo Mendes, não é suspeito o seu voto?

    Ora, se ele é irmão de um Político ligado ao Lincon, JAMAIS PODERIA VOTAR NESSE FATO.

  • Diamantinense | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prezado Romilson,
    a reprovação das contas pelo tre, que não teve unanimidade (4X3), cabe recurso no proprio orgão. e gostaria de frisar que esta votação da contas não foi o motivo para que Erival ficasse afastado do cargo, o motivo foi uma liminar concedida pelo presidente do tre, suspendendo o acordão que retornou Erival ao cargo em 29.06.2009, este acordão já tinha sido julgado e teve a unanimidade dos votos do pleno do tre 6X0 e do MPE, pelo que sabemos o processo para que erival retorne a prefeitura é outro, quanto o voto do desempate pelopresidente do tre a população de Diamantino já sabia que não podia contar com esse mérito, quero parebenizar o desembargador Juvenal, os Juizes Dr.Samir e Dr Eduardo pela postura ética em Reconhecer o Direito de Erival.
    a população aguarda anciosa pelo dia da volta do Prefeito Eleito pelo Povo Erival, que é uma pessoa correta e honesta em nossa cidade.
    FORÇA ERIVAL, A CHAMA DA LIBERDADE NUNCA VAI SE APAGAR - O POVO ESTÁ COM VOCÊ...

  • JOSE RICARDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é uma barbaridade o q estão fazendo com o Capistrano!!! já q é assim pq nao teve alternancia de poder em cuiaba tambem???? já q as contas do Wilson Santos nao foram aprovadas!!! isso sao dois pesos e duas medidas, a justiça teria q ser igua para todos, espero q esse desembargador consiga dormir essa noite......pq se depender do povo de Diamantino ele não vai conseguir!!!!!

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Ministério Público Eleitoral nosso é um a piada. Já pediu a cassação do Diá em Ribeirão e Cascalheira, que foi uma bandalhiera só.
    Lá um grupo de malfeitores tomou conta da região e invetaram que o Diá comprava votos...Pode?
    Agora essa decisão do TRE, com voto do Dr. Zuquim, por quem tenho a maior consideração,
    me deixa pasmo. Que tipo de Justiça é essa?

  • Samir Sebastião da Costa Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É com muito pesar que recebemos essa notícia!!!!!
    Erival parabéns pela sua luta e continue acreditando que a nossa Democracia não é podre como temos visto e sentido.
    Mas muitos homens morreran lutando e avançaram muito no processo Democrático.
    Mas um dia. um dia mesmo teremos o orgulho dos três poderes.
    Saudações Brizolista e Socialista.

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...