Últimas

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2007, 23h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EMBATE JURÍDICO

STJ rejeita denúncia contra desembargador

     O desembargador José Jurandir de Lima, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, está livre da acusação de nepotismo por manter dois filhos empregados em seu gabinete. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, por unanimidade, a denúncia contra o magistrado. O Ministério Público Federal acusou o desembargador e seus filhos Tássia Fabiana Barbosa de Lima e Bráulio Estefânio Barbosa de Lima por peculato e crime continuado. Eles seriam “funcionários fantasmas”, já que Tássia residiria em São Paulo, onde cursa Comunicação Social, e Bráulio Estefânio, mesmo morando em Cuiabá, cursaria Medicina em horário integral.

     Tássia foi contratada para trabalhar no gabinete do pai em 2003 e, passou 2004 e 2005 de licença para habilitação. Porém, a licença foi oficialmente concedida em 2005. Bráulio, que entrou no gabinete em 2001 como agente de segurança, também obteve licença de qualificação. Os dois só foram exonerados em fevereiro de 2006. Jurandir de Lima não teria permitido que comunicassem a ausência dos filhos ao departamento de pagamento. 

     A defesa alegou que a acusação é inválida por não descrever exatamente a participação deles, em especial do desembargador. A carta anônima não foi considerada porque não tem credibilidade institucional. Segundo a defesa, os filhos do desembargador foram nomeados legalmente e exerciam sim suas funções. Por fim, a defesa argumentou que o TJ/MT garante licenças para capacitação profissional.

     A Corte Especial do STJ, seguindo o voto da relatora, ministra Eliana Calmon, considerou o fato genérico e grave, mas não a ponto de acusar alguém de nepotismo. A situação será analisada como sendo falta funcional e administrativa, podendo configurar-se em ato de improbidade. Ficou decidido que o Conselho Nacional de Justiça e o Ministério Público do Estado devem receber uma cópia denúncia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...

Nivelando para cima o debate em VG

emanuelzinho 400   Em discurso na Câmara Federal, Emanuelzinho (foto), 3º colocado a prefeito de Várzea Grande, disse ter ajudado a nivelar, por cima, o debate eleitoral, com grandeza e altivez e se mostra entusiasmado. Destaca que "política se faz com seriedade, transparência e com o coração sintonizado...