Últimas

Quarta-Feira, 03 de Outubro de 2007, 21h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

EXECUTIVO

STN recebe proposta de MT sobre as dívidas

Governador Maggi e o executivo Éder de Moraes com representantes do BB e do Tesouro Nacional

   Técnicos da Secretaria do Tesouro Nacional classificaram de ousado e de inovador o projeto do governo mato-grossense para renegociação da transferência para bancos privados de uma dívida de R$ 5,4 bilhões que o Estado tem para com a União. A proposta foi apresentada nesta quarta pelo governador Blairo Maggi e pelo presidente da MT Fomento, Éder de Moraes Dias, em audiência em Brasília com o secretário do Tesouro Nacional,  Airton Augustin, e com o secretário-executivo Bernardo Arpi. Também estiveram presentes Dan Conrado, ex-superintendente do Banco do Brasil e hoje na direção da instituição, e o economista Vivaldo Lopes, ex-secretário de Finanças da Prefeitura de Cuiabá na gestão Roberto França.

   "Agora, o Tesouro Nacional vai avaliar e dar ou não aval para a renegociação das dívidas", destacou Éder, um dos responsáveis pela elaboração da proposta. Ele observou que os técnicos consideraram o processo extremamente complexo, mas consistente. "O que nos deixa feliz é que não houve recusa", completa o executivo. A expectativa é que o Tesouro dê uma posição dentro de no máximo dois meses.

   Éder destaca que cumpriu o seu papel. Agora, o assunto passa a ser tratado diretamente entre o STN e o gabinete do governador Maggi. "Agora, a relação é institucional. Podemos voltar num terceiro momento, caso recebamos aprovação e aí teremos de trabalhar a relação com o mercado e a discussão com a sociedade e com os deputados", destaca o presidente da MT Fomento.

   O BB demonstra interesse no passivo de MT, assim como a Merrill Lynch, o Crédit Suísse e o USB Pactual. O governo espera sair dessa reunião com uma sinalização positiva. Pela proposta, bancos privados ou fundos de pensão (nacionais e internacionais) assumiriam a dívida junto à União, através de instrumento de cessão.

   O banco ou fundo que assumir o passivo vai deter o atual fluxo da dívida, repactuando com o Estado de MT novas taxas de juros pré-fixados e o governo estadual vai tentar 5 anos de carência e, nesse período, nada se pagaria, o que significaria R$ 4 bilhões para ser aplicados em investimentos. A idéia é realongar a dívida de forma que as parcelas fiquem em torno de R$ 350 milhões/ano, ou seja, 50% do que se paga hoje.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...

Nivelando para cima o debate em VG

emanuelzinho 400   Em discurso na Câmara Federal, Emanuelzinho (foto), 3º colocado a prefeito de Várzea Grande, disse ter ajudado a nivelar, por cima, o debate eleitoral, com grandeza e altivez e se mostra entusiasmado. Destaca que "política se faz com seriedade, transparência e com o coração sintonizado...