Últimas

Terça-Feira, 13 de Maio de 2008, 18h:49 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

CUIABÁ

Subprefeita pede exoneração por causa do PCCS

  Funcionária de carreira há 27 anos, Cácila Pires Narssarden pediu exoneração do cargo de subprefeita da Regional Oeste de Cuiabá por insatisfação com o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) homologado no mês passado e que atende a 13,8 mil servidores. Ela conta que estava de “mãos atadas” e não tinha como ajudar os colegas de trabalho. “Sou servidora de carreira, fui indicada pelo Instituto Mato-Grossense de Gerente de Cidades e há anos venho trabalhando em prol dos servidores, mas estava com as mãos atadas e agora estou livre. Foi só eu sair que já conseguimos ter uma reunião com o secretário Municipal de Planejamento, Guilherme Muller”, relata Cácila.

  A reunião aconteceu nesta terça (13) com representantes de 14 instituições ligadas ao Fórum Sindical, liderado por Cácila, presidente da Associação dos Servidores de Nível Superior da Prefeitura Municipal de Cuiabá (Ansef). Segundo ela, os sindicalistas exigiram da Prefeitura de Cuiabá uma posição imediata sobre a correção do PCCS.

  Cácila explica que um dos maiores problemas do PCCS é a perda do tempo de serviço, devido a nova metodologia de enquadramento do plano. Ela explica que todos os servidores foram incluídos no Padrão I (até 5 anos de carreira). Com isso, quem já estava com mais de 20 anos de carreira teve o tempo de trabalho “zerado”, sendo que deveriam ser inseridos no padrão III ou IV (15 anos ou mais de carreira). “Com este PCCS terei que trabalhar mais 28 anos para poder me aposentar. Todo mundo perdeu o tempo de serviço. Também não foi levado em consideração a graduação dos funcionários. Além de quem tinha uma carga horária de 40 horas, caiu para 30”, reclama.

  A servidora explica ainda que a alegação do impedimento constitucional devido à Lei de Responsabilidade Fiscal é “factóide”. Segundo ela, o impacto real nem foi previsto no orçamento da prefeitura. “A justificativa do peso que o valor financeiro robusto, seria o problema, será que é robusto mesmo? Cadê os números verdadeiros? E não tem mais importância que a vida funcional do servidor? E como fica a história profissional do cidadão?”, questiona.

  Cácila diz que seus valores éticos e morais não permitiram que ela continuasse à frente da subprefeitura. “Sou líder dos servidores e represento uma Instituição de respeito construído por mais de 2 décadas de trabalho em defesa dos colegas e com credibilidade para isso. Estamos convictos que renunciamos a administração por uma causa nobre: a valorização do servidor municipal”, ressalta. A sindicalista conta que desde 2005 o PCCS está em negociação e é enfática ao dizer: “não dá mais para esperar: ou acontece como queremos ou não vamos aceitar”. O único avanço considerado por ela é na questão da estabilidade financeira que havíamos perdido.

   O Fórum Sindical volta a se reunir com Guilherme Muller no próximo dia 21, quando deverá ser apresentado um posicionamento da prefeitura sobre o assunto. Cácila diz que aguarda a resposta da administração municipal, mas já planeja ações caso não obtenha sucesso nas discussões. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (47)

  • Mario Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Cácila só você prá peitar isso.

    Já que não podemos contar com nossos vereadores nem com o Sispunc, temos que nos apegar a você, a única defensora dos servidores de Cuiabá.
    Esse enquadramento é caso de Polícia. Cadê o Ministério Público que ainda não interviu em defesa dos servidores? Tenho mais de 20 anos e fui enquadrado no padrão I, só porque sai da classe A para B - e onde fica meu tempo de serviço???? prá ir para B II precisa passar 7 anos e só chego no IV depois de uns 10 anos depois de aposentar. Nossos direitos foram rasgados e ninguém se manifestava.
    Estamos com você e precisamos mostrar prá esses vereadores que não tomam posição que não queremos mais eles na Camara, temos que dar a resposta pro Wilson lá nas urnas. Fica essa enganação de PAC, Avenida das Torres, e nós servidores só no prejuizo - essa hitória e botar salário em dias é mais que obrigação. Roberto França não foi honesto conosco e ganhou o dele, agora é vez do Wilson.
    Taí uma oportunidade do Prefeito corrigir os erros de sua assesoria e ganhar uns pontos com os servidores. Seo Wilson, lembra que você promoteu valorizar o servidor - acertou os salários e na hora principal você deixa o assunto de PCCS prá quem não sabe nada do assunto e isso vai dar na sua cabeça. a eleição está aí e nós servidores decidimos a eleição, se você duvida então paga prá ver - hoje, nos do nivel medio da saúde atendemos mais de 30 mil pessoas por dia e fazer campanha contra é a coisa mais fácil. Roberto pagou prá ver e perdeu a eleição.
    Nesse vácuo aparece um engomadinho com discuso de salvador da pátria e o povo vai com ele, te cuida galinho.
    Ouve o que a Cácila tem pra te falar, manda esse povo do Planejamnto prá rua escutar o povo.

  • SABRINA ALENCAR FREIRE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CAROS SERVIDORES DA PREFEITURA
    Tenho acompanhado as manifestações dos servidores da Prefeitura de Cuiabá, com relação ao PCCS, implantado pelo Prefeito e o sentimento de apoio a uma Servidora chamada Cácila, que não a conheço, iniciado desde o seu pedido de exoneração do cargo de confiança que ocupava por não concordar com certos procedimentos administrativos, para que pudesse defender os ideais de uma categoria que me parece ela lidera.
    Até aí, não vejo nada de estranho, porque ninguem é obrigado a compartilhar de erros, em troca de cargos.
    Vergonhoso seria, se ela continuasse ocupando o cargo e encabeçando uma luta contra a Prefeitura. No mínimo seria anti-ético, mas deixar o cargo foi uma atitude dígna de uma lider.
    Parabéns Sra. Cácila.
    Alguns servidores que se dizem ofendidos com as lutas classistas, com certeza são oportunistas de plantão, como deve ser o caso dos Srs: ADILDO JACINTO, JOSÉ CONTÍGIO E ELIAS CARNEIRO.
    Infelismente eles não sabem destinguir o joio do trigo. Esse tipo de gente já é muito conhecido e figurinhas carimbadas, que estão sempre penduradas nos tendões testiculares dos políticos em evidencia.
    Me parece que o atual Prefeito gosta muito dos ex-auxiliares do Antigo Roberto França. Na opinião de alguns amigos funcionários da Prefeitura, Roberto França também foi uma droga como prefeito, mas o atual esta buscando reviver o passado. Se não me engano: Secretário de Saúde - Luiz Soares, Secretário de Infra-Estrutura - Quidauguro e o próximo Sec. de Infra-Estrutura - Souza, o ex-vereador oposicionista Aurério Augusto e outos. Infelizmente o povo tem memória curta.
    Se todos os servidores tivessem um senso comum em defesa de suas próprias melhorias, certamente as condições de trabalho de voces seriam diferentes.
    Espero que a Sra. Cácila tenha sucesso em sua luta, pois me parece que já está incomodando muita gente.

    Um abraço e Sucesso

  • EVANDRO CASTRO FERREIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É por causa desses tipos de puxa saco do Prefeito, como ADILDO JACINTO DE OLIVEIRA FILHO, que estamos sujeitos a estes tipos de atrocidades contra servidores. Certamente ele vive mamando nas tetas do governo e se lhe tirarem isto, ele não saberá fazer mais nada. Se vc não tem nada a contribuir em defesa dos servidores, perdeu uma grande chance de ficar calado, com certeza deve ser um funcionário fantasma, e no seu caso não deveria passar no Padrão I, pois para capachos, não existe classificação.
    Desculpe-me por expressar a verdade

  • SILVIO ALCANTARA JUNIOR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLÁ CÁCILA;

    Sou funcionário do Estado, mais especificamente do DETRAN-MT, e já passei por este mesmo problema, e so com o auxilio da Justiça é que tivemos exito.
    É lamentável que os governantes não tomam vergonha, sabem que estão errados e insistem em permanecer no erro.
    Li vários depoimentos de servidores da Prefeitura e senti que o problema é semelhante ao que passamos no Estado. Mas não percam a fé, pois ganhamos a Ação e já existe jurisprudencia sobre o assunto.
    Será que o Prefeito nem no ano eleitoram toma jeito? Lembre-se sr. prefeito, que servidores têm um enorme poder multiplicador de votos, e não é de se jogar fora não.

    Parabéns Cácila. Não a conheço, mas já passei a admirá-la, pela sua atitude em defes dos seus pares.

  • José Lindóia Sales | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cácila. Passei a admirá-la pela sua coragem

    Tenho muitoa amigos que são funcionários da Prefeitura, inclusive um Tio meu, e tenho acompanhado todo o seu sofrimento com relação a esse famigerado PCCS. Sou servidor do Judiciário e estive comentando com vários colegas e todos estão solidários com vc. Não sei se teria a sua coragem para fazer o q vc fez, mas foi de uma grandeza sem tamanho. Tenho certeza que os seus colegas e servidores de um modo geral saberão reconhecer o sua coragem e apoia-la irrestritamente.

    Se o Direito lhes protegem, não tenham receio, pois a Justiça tarda mas não falha.

    Um Abraço de vários servidores do Judiciário.

  • Cidinha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Cacila
    Você sem duvida tomou a decisão correta e acertada, sabemos o quanto é importante para um profissional capacitado exercer o cargo que vinha ocupando, porém, ele te amarrava aos desmandos governamentais.
    A decisão é correta. Agora com certeza as decisões necessárias serão encaminhadas. Porém, não se atenha a reuniões com a Administração Pública, eles já mostraram que não cumprem com o que falam, é apenas discurso vazio. Colocaram pessoas desqualificadas para amarrar e aniquilar toda a vida profissional dos servidores de carreira. A demagogia é marca incontestável da política cuiabana, vereadores que não mostram para o que vieram e o sr. prefeito que vive correndo, mas não ouve ninguém, só ele sabe. Reuniões são importantes quando percebemos que nos ouvem, caso contrário é apenas para enganar mais um pouco e não sair do lugar...pensem nisso. Dar chance para eles consertarem o estrago não ira resolver...
    Medidas urgentes se fazem necessárias. Abraços e novamente parabéns pela decisão

  • Francisca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Cacila
    Você é verdadeiramente uma lider dos servidores, e não poderia tomar uma decisão que não fosse romper com a mentira e a enganação da Administração Pública. Na verdade ele te deu o cargo para ver se fazia calar a sua voz e a sua liderança...
    Medidas urgentes tem que ser tomadas, pois os servidores foram aniquilados e perderam todo o seu tempo de serviço com um pcc (sim, pois passou longe de ser um pccs) os desmandos da administração pública são tão gritantes que está instaurado um clima de horror e terror. Acabaram com o interesse dos servidores até em permanecer como servidores do município. Acho que era essa a intenção!!!
    Só que sem nós os velhos que eles acabaram com nossa vida funcional, eles não são nada, porque a Assessoria dele é um zero um banco de incompetente e incapaz...o povinho ruim de serviço, só serve pra ser capacho do rei...
    Parabéns pelo rompimento através da entrega do cargo. Sucesssooooo, você merece muito

  • INALDO XAVIER JR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cara Colega Cácila, Parabéns
    Esta luta não é somente sua, e sim de todos os servidores da Prefeitura de Cuiabá, que tiveran os seus tempos de serviço simplesmente desprezados, por conta do enquadramento no PCCS. Fique certa que estaremos do seu lado nesta luta. O seu despreendimento e o seu procedimento ético em deixar o seu Cargo de Subprefeita da Regional Oeste, para se dedicar aos interesses dos Servidores, nos deixa mais confiantes em que melhores dias virão. O nosso maior descontentamento, foi aguardarmos 14 anos por um PCCS satisfatório, e este não veio. Vamos torcer que o Prefeito corrija a tempo as incogruências e injustiças ocorridas por conta da implantação do PCCS, devolvendo assim a auto-estima dos Servidores Municipais. Essa é a nossa esperança.

    Um forte abraço.

  • Sandra NOgueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Prefeito achou que poderia anular a liderança da Cácila com o cargo de Subprefeita, porém se enganou. Ela continuou a luta em prol dos servidores.

    Agora chegou ao limite pois o famigerado PCCS, tão falado pelo Prefeito é o maior engodo que já vimos.

    Nós servidores de carreira, precisamos nos unir e mostrar para o Prefeito que somos fortes e merecemos respeito. POis, igual ao seu antecessor o Prefeito vem dizendo para quem quiser ouvir, que não precisa dos servidores da Prefeitura para se eleger, que nossos votos não fazem diferença.

    O último que fez esse tipo de declaração, não se elegeu Deputado, é um misero suplente que vive de pires na mão, dependendo de acordos para conseguir uma bocinha na Assembléia.

    Atualmente os únicos satisfeitos com o Prefeito, são os puxa-sacos que ele tem na Prefeitura que são os DAS, pois os servidores de carreira estão completamente decepcionados com o Sr. Wilson Santos, já que ele fala uma coisa e faz outra, ilude as pessoas com suas falsas promessas.

    Precisamos defender nossos interesses. Parábens Cácila pela sabia decisão, pois a nossa luta continua.


  • Zidiel Junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cuiabá e os servidores públicos estão em festa...

    A subprefeita da regional oeste, pede exoneração, não podemos dizer que ela esta de volta para apoiar os servidores públicos, por que na verdade ela nunca abandonou a classe, simplismente estava em um cargo indicado pelo próprio prefeito, para que ela ficasse de escanteio, ou seja, deixasse um pouco de brigar pelos direitos dos servidores públicos, mas cansada de ver o descaso do então prefeito Galinho para com os servidores públicos, tomou uma decisão correta, para ajudar os seus, ou melhor os servidores públicos...

    Parabens Cuiabá, precisa de pessoas como você, que luta pela sua classe, e não deixa que um cargo a neutralize, e deixa de lutar pelo que é seu...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

MAIS LIDAS