Últimas

Sexta-Feira, 09 de Novembro de 2007, 22h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Suplentes esperam as vagas de Henry e Chica

  Enquanto os deputados Pedro Henry (PP) e Chica Nunes (PSDB), acusados de compra de votos nas eleições de 2006, lutam no Tribunal Regional Eleitoral para não serem cassados, os suplentes se movimentam e até preparam o trajeto para a posse. Mesmo próximo dos dois que estão na berlinda, eles sonham com as cadeiras dos titulares.

    Se Chica perder o mandato, por exemplo, quem assumiria a sua vaga na Assembléia? Na cadeira se efetivaria o primeiro suplente Carlos Avalone. Ocorre que o ex-secretário de Indústria, Comércio e Mineração do governo Dante de Oliveira (1995/2002) já ocupa a cadeira de parlamentar. Substitui Guilherme Maluf, secretário de Saúde de Cuiabá.

   Nesse caso, Avalone ocuparia o espaço de Chica e ficaria em aberto a cadeira de Maluf, eleito com 23.189 votos. O segundo suplente é Carlos Carlão do Nascimento, também secretário de Cuiabá. Ele comanda a Educação e garante estar na condição de elegível, apesar de enfrentar processo na Justiça Eleitoral. Carlão não demonstra interesse em retornar à Assembléia para atuação temporária. “Eu assumi um compromisso com o prefeito Wilson Santos e ficarei com ele até o fim de 2008. Já depois: o futuro a Deus pertence”, afirma Carlão.

    Abre-se, então, chance para o terceiro suplente Valdinei Iori, que saiu das urnas de 2006 com 6.922 votos. Ele é empresário. Perguntado sobre a possibilidade de virar deputado numa eventual cassação da colega Chica, Iori disse que está preparado para assumir o posto. Ele pondera, porém, que não se pode precipitar. “Tudo virá como resultado de uma conversa com o meu partido e também é uma questão de tempo. Se acontecer, estou preparado”, pondera o suplente.

    Vaga de Henry

    Uma eventual cassação de Pedro Henry (PP), da coligação Mato Grosso Unido e Justo (PP/PFL),  também abriria discussão sobre quem ficaria com a vaga de fato. De direito, seria o primeiro suplente Chico Daltro. Ocorre que Daltro é secretário de Estado de Ciência e Tecnologia e pode até vir a tomar posse na Câmara e, em seguida se licenciar para continuar no governo Blairo Maggi.

   A segunda na lista de suplentes é a secretária de Assistência Social e Desenvolvimento Humano de Cuiabá, Celcita Pinheiro (DEM). Esta, por sua vez, demonstra interesse em continuar na gestão Santos, apesar de, na Câmara Federal, poder usufruir de foro privilegiado. Celcita responde a processo judicial por formação de quadrilha, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro. De acordo com a denúncia do MPF, quando ainda era deputada, Celcita propôs emendas ao Orçamento da União direcionadas para a compra de ambulâncias e, assim favorecer a máfia das sanguessugas, liderada pelos Vedoin. Se reassumir a cadeira de deputada, a ação fica trancada. 

Rogério Silva, que pode assumir cadeira de Henry    Há um outro suplente "enrolado" de olho na vaga de Henry. Trata-se de Rogério Silva (PP), ex-parlamentar cassado em 2004, à época no PPS, por compra de votos, mesmo acusação que pesa hoje contra o colega Pedro Henry. Silva não perdeu os direitos políticos, ou seja, está elegível. Os partidos não assumem nenhuma pré-articulação visando a possibilidade de Henry e Chica perderem os mandatos. Preferem, por enquanto, acreditar que ambos vão se salvar. Os suplentes torcem o contrário. (Romilson Dourado e Simone Alves)
 

  Deputado Estadual   Deputado Federal
PSDB   PP / PFL - atual DEM)
Nome votação   Nome Votação
Eleitos Chica Nunes 27.648    Pedro Henry (PP) 73.312
Eleitos Guilherme Maluf 23.189    Eliene Lima (PFL) 65.855
Suplente Carlos Avalone 13.857    Chico Daltro (PP) 49.949
Suplente Carlão Nascimento 11.014    Celcita Pinheiro (PFL) 46.517
Suplente Valdinei Iori 6.922    Rogerio Silva (PP) 41.166
Suplente Luiz Soares 6.421    Chico Curvo (PFL) 37.257

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com os suplentes enrolados até o pescoço e o que é importante, foram rejeitados nas urnas, convém após cassação (essa acredito que vai ocorrer), deixar as cadeiras vazias. Chega de deputados corruptos, precisamos moralizar a política e começando em casa é uma demonstração que queremos isso.

    Fora Chica Nunes.

    Fora Pedro Henry.

    Deus nos livre de Chico Daltro e Carlão.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Me engana carlão, não vem me dizer que não esta doidinho pra assumir uma cadeira na AL pra ficar embaixo do guarda-chuva( imunidade parlamentar).

De MT para USP; governo comemora

gabriel usp ribeiraozinho 400   O governador Mauro Mendes comemorou o fato do estudante Gabriel Rodrigues Ribeiro (foto), de 18 anos, morador de Ribeirãozinho, município mato-grossense com menos de três mil habitantes, ter conseguido ingresso no curso de medicina da USP, considerada a melhor universidade do país. Aos 18...

ICMS e R$ 150 mi a mais a municípios

rogerio gallo 400 curtinha   O secretário Rogério Gallo (foto), da Fazenda, assegura que o governo estadual já enviou para os municípios, no primeiro trimestre deste ano, R$ 150 milhões somente em ICMS arrecadado a mais do que estava previso na lei orçamentária. O valor é 8 vezes...

Fúrio, última ação no MPE e morte

celio furio 400   Célio Joubert Fúrio (foto), que morreu nesta sexta, aos 56 anos, vítima da Covid-19, foi um incansável combatente de atos de improbidade administrativa em MT e na defesa do patrimônio público. Integrava aos quadros do Ministério Público Estadual havia 29 anos. Ele atuou...

Uma petista das causas bolsonaristas

edna sampaio 400   A emblemática vereadora petista Edna Sampaio (foto) se mostra a cada dia defensora das pautas bolsonaristas. Na Câmara de Cuiabá se aliou e vota combinado com os direitistas e conservadores tenente Paccola (Cidadania) e Michelly (DEM). No episódio em que a colega parlamentar fez uma "sarrada"...

Esperança do Procon por candidatura

gisela simona 400   Quem pensa que Gisela Simona (foto), aquela que perdeu para prefeita de Cuiabá e se queimou politicamente ao se aliar a Abílio no segundo turno, não se movimenta politicamente com interesse nas eleições de 2022 está redondamente enganado. Ela tenta, por tudo, reassumir a...

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...