Últimas

Sexta-Feira, 29 de Maio de 2009, 16h:47 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

Unemat

Taisir deveria explicar 58 irregularidades, reage deputado

   "Em relação às afirmações do reitor da Unemat Taisir Mahmudo Karim à imprensa, o deputado estadual Alexandre Cesar esclarece que:
1)      Infelizmente o reitor reage fazendo ataques pessoais ao invés de explicar as denúncias que recaem sobre a administração dele. Ele deveria explicar as 58 irregularidades apontadas pela equipe técnica do Tribunal de Contas de Estado nas contas de 2007 (Processo nº 48380/2008/TCE) e a caixa preta que é a Fundação de Apoio de Ensino Superior Estadual (Faesp), cujas contas nunca foram auditadas pelo TCE, apesar de receber recursos públicos. A omissão demonstra a falta de compromisso com a verdade.
2)      Para mim é motivo de orgulho estar ligado aos movimentos sociais e não demérito, a luta junto aos movimentos faz parte da minha história, diferente daqueles que pulam de “galho em galho” por benefícios pessoais.
3)      Atribuir a responsabilidade à assessoria da Unemat pelo atraso de seis meses para responder aos requerimentos demonstra o caos existente na instituição gerida por ele. As respostas foram lidas em Plenário na sessão do dia 27/05, ocasião em que foram encaminhadas pela Casa Civil, portanto, muito após o prazo estabelecido no Artigo 28 da Constituição do Estado. 
4)      Da minha parte não há nenhuma perseguição pessoal a ele. Pelo contrário, durante a Audiência Pública do Zoneamento em Cáceres fui eu o ameaçado. Ao declarar ao reitor que eu apenas exigia o cumprimento da Constituição do Estado e das leis, ele disse que “se eu não parasse de falar ‘mal’ dele, nas próximas eleições ele faria uma campanha contra mim por todo o Estado de Mato Grosso”.
5)      Tanto é verdade que a insatisfação com a atual administração é geral e não isolada, que as Câmaras Municipais de Sinop e Alta Floresta aprovaram Moção de Repúdio à gestão dele (em Sinop) e de Apoio a instalação de uma CPI (em Alta Floresta). Importante ressaltar que não há vereadores do PT nesses parlamentos. Vereadores de todos os municípios onde há campi da Unemat também se reunirão em Sinop para discutir quais medidas vão tomar para ajudar a reverter esse caos administrativo.
6)      Quero lembrar também que o requerimento indiciando-o por crime de responsabilidade foi aprovado por unanimidade no Plenário, ou seja, recebeu o apoio de todos os deputados presentes. Inclusive muitos usaram a tribuna para dar apoio à comunidade acadêmica na impugnação do mandato dele, dentre os quais o Hermínio J.Barreto, Dilceu Dal’Bosco, José Riva.
7)      A acusação de que não viabilizei nenhuma ação concreta para o fortalecimento da Universidade não procede. É só verificar a autoria da Lei Complementar nº 304 que retira a Unemat da reforma administrativa do governo, conferindo autonomia para que a instituição possa definir seus próprios rumos. Também disponibilizei três servidores para a comissão interinstitucional, que por mais de um ano discutiu as soluções para a crise da Unemat, representando a AL. O resultado foram as Leis Complementares nº 319, 320 e 321/08, que respectivamente: reestrutura a instituição conferindo mais recursos e estabelecem os PCCSs de técnicos administrativos e professores.  Por fim, ainda participei como delegado representante da AL no II Congresso Universitário realizado em Cuiabá em dezembro do ano passado.
8)      Com relação a defender um campus para a baixada cuiabana, a luta não é só minha. Vários outros deputados, como é o caso do Sérgio Ricardo, querem Unemat em Cuiabá, Rondonópolis e em vários municípios que ainda não contam com a instituição. Porém, foi celebrado um acordo, quando da conclusão das negociações que culminaram nas mencionadas Leis Complementares, que a criação de novos cursos e campi seria suspensa até a completa implantação dos PCCSs e consolidação dos cursos e campi já existentes. Portanto é mentirosa a afirmação de que eu esteja barganhando abertura de campus.
9)      Por fim, quero dizer que o reitor tenta desviar o foco da discussão em torno das irregularidades, para reduzir a crise a uma reles disputa provinciana. Ele quer torcer os fatos para colocar a comunidade acadêmica e sociedade de Cáceres contra os demais. No entanto, é legitima e verdadeira a mobilização da comunidade acadêmica, das entidades representativas da Unemat, das Câmaras de Vereadores e da AL/MT em defesa da Unemat. É ele quem trata de forma desigual os campi da Unemat, ao centralizar os recursos financeiros e a gestão administrativa e acadêmica, deixando de implantar a LC nº 319/08, bem como o novo Estatuto, que possui mecanismos para assegurar a consolidação e o crescimento isonômico da Unemat em todo o Mato Grosso.
10)  Ressalto, ainda, que jamais defendi a mudança da sede da instituição de Cáceres para outro lugar, como ele afirmou. Ao contrário, são as ações centralizadoras e autoritárias da atual gestão que reavivam propostas de divisão da Unemat que estavam suspensas com a edição da LC nº 319/08 e as Resoluções do II Congresso Universitário, que restabelecem a descentralização administrativa e financeira, e assim, asseguram aos campi da Unemat condições dignas de produção acadêmica".
Alexandre Cesar
Deputado estadual

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Suely | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE POVO FICA SE PREOCUPANDO COM O TAL ALEXANDRE CÉSAR ....A MAIOR PREOCUPAÇÃO AKI É COM ESSA REITORIA QUE DEVE RESPONDER E EU AINDA NÃO VI DE FATO ALGUMA COISA QUE PRIVELIGIA O REITOR ...o Deputado ALexandre não ta acabando com a moral nenhuma alías não é ele que está sendo investidago..... Cáceres hoje deveria ser muito bem estruturada mas o dinheiro se concentrou em mãos alheias só quero fazer um pedido pra comunidade acadêmica de Cáceres que abram seus olhos no que estão acontecendo....

  • augusto neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    sr. alexandre cesar se desqualificou e sua moral acabou depois que seu partido dos trabalhadores resolveu apoiar os empresarios da soja... agora anda de mãos dadas com riva a espera de migalhas para sua campanha a deputado....vc nao engana mais ninguem a.cesar....

  • Joao Nascimento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deputado, quanto mais o senhor procura se defender o senhor se afunda, portando faça o favor de esquecer a Unemat se nao quer ajudar, ou entao faça um politica limpa, com emedas que venha favorecer milhares de estudantes(cerentes) de Mato Grosso que depende da Unemat para fazer o ensino superior. Vamos ajudar a Unemat a crescer e nao ficar de pecuinha com o Reitor, mostre o Senhor tem mais pra ajudar do que para destruir.
    Acho que Vossa Excelência esta desinformado da situação da Universidade e se deixando levar por meia duzia de petista(seu partido) daqui de Cáceres e Sinop que nunca vistiram a camisa da Universidade ao contrario sempre quiseram destrui-la.
    Portando quero convida-lo a vir somar com esta Universidade , conhecer a fundo os problemas que ela enfrenta e não a julgar por palavras que lhe são passadas.
    Cáceres esta de braços apertados para apoia-lo futuramente em qualquer investida politica desde que faça o melhor pela Unemat, ai com certeza terá o reconhecimento do cidadão Cacerense.

  • JUNIOR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O NOBRE --------- DEPUTADO ALEXANDRE CÉSAR ----------------- O SENHOR PODERIA FAZER ALGUMAS INVESTIGAÇÕS NO EX REITOR DA ------- UNIVERSIDADE FEDERAL------ S.P.E.L.L.E.----------- O QUE FOI QUE ELE FEZ COM OS RECURSO.... DE UMA VISITADA ----- NA BIBLIOTECA......, JA QUE ESTÁ FISCALIZANDO MESMO, E É MEBRO DA JUSTIÇA BRASILEIRA E LEMBRANDO -------- QUE OS CRIMES SÓ PRESCREVEM COM 20 ANOS NO BRASIL ------- JA QUE PRA FISCALIZAR PODERIA FAZER UM LEVANTAMENTO DA GESTÃO PASSADA --------- E DO QUE ESTA OCORRENDO NA ATUAL GESTÃO....

  • cunhada do reitor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • poranga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rui Ogawa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O apoio ao reitor vem se restringindo cada vez mais. Seria tudo bem simples se ele simplesmente cumprisse a lei. Até mesmo o apadrinhamento político está comprometido, conforme fica evidente na decisão unânime pela aprovação do requerimento. A casa está caindo, o barco está afundando... O estado todo está vendo, estão todos acompanhando e vendo de fato quem é o reitor e o que ele está fazendo com o dinheiro dos impostos de cada cidadão.

  • Carlos Teixeira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Eugênia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ta´na hora mesmo desse reitor, ditador, ter o que merece, Ele se acha, tudo ele pode. Ele quer ser igual Pedro Henry. Taisir reitora a universidade pensando que é extensão da casa dele. ainda queria ser prefeito de caceres e deputado. imagina não dar conta de uma universidade, vai dar conta de uma cidade. Sr. deputado mete bronca que tem muita coisa embaixo do tapete. Mexe na Faespe

  • Demetrio Costa Cabral | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Alexandre Cesar nunca vem a Cáceres, só aparece em época de eleição. vamos desencadear uma campanha em Cáceres de FORA ALEXANDRE. sua presença é muito aceita em SINOP para onde vc quer levar a sede da UNEMAT, mas em Cáceres, vc é PERSONA NON GRATA.
    Não queremos vc aqui, minha irmã votou em vc aí em Cuiabá, mas eu ja disse a ela que se repetir essa insanidade nunca mais me procure como irmão.
    Vc tem problemas de sobra, suas contas de campanha falam por si só. vc não tem morar pra criticar ninguem.

Patriota, vários evangélicos e cantor

oscemario daltro 400 curtinha   O nanico Patriota, hoje sem um assento na Câmara de Cuiabá, lançou chapa completa para vereador, com 38 nomes. E pode eleger até dois. A proporcional acaba se fortalecendo porque o partido tem cabeça de chapa ao Executivo, o ex-prefeito por dois mandatos Roberto França. Entre...

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....