Últimas

Domingo, 20 de Setembro de 2009, 09h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

RUMO A 2010

Taques aproveita licença para fortalecer nome no interior

   Aproveitando uma licença-prêmio de cinco meses, o procurador da República em São Paulo Pedro Taques resolveu dar palestras no interior do Estado a estudantes de Direito. Nestes encontros, ele vem fortalecendo sua imagem com vistas às eleições de 2010. Desde que retornou a Mato Grosso, onde atuou em casos de grande repercussão, como nos processos que resultaram na prisão de João Arcanjo Ribeiro, que comandava o crime organizado, e de casos envolvendo políticos e empresários, Taques já visitou Barra do Garças, Araputanga e Cáceres. A estratégia de percorrer o interior é uma forma de proporcionar-lhe visibilidade eleitoral. Taques está levando a sério o projeto de concorrer à cadeira de senador. 

   Neste sábado (19), a convite dos estudantes do 9º ano de Direito da Universidade do Estado (Unemat), com sede em Cáceres, ele proferiu a palestra sobre Controle de Constitucionalidade no evento “Pensar Direito”. Na mesma solenidade, também participaram na condição de palestrantes o vereador por Cuiabá e médico Lúdio Cabral (PT), que discorreu sobre saúde, e também o professor Domingos Sávio Grosso.

   Indagado neste domingo pelo RDNews sobre a possibilidade de lançar candidatura ao Senado ou ao governo do Estado pelo PDT ou pelo PV, siglas que já o convidaram para proferir palestras no interior, Pedro Taques esquivou-se. Ele se limitou a dizer que isso é especulação de quem teme o nome dele na disputa - saiba mais aqui. “Só pode ser medo de eu concorrer, não há outra explicação”. Como membro do Ministério Público, Taques tem a prerrogativa de retardar filiação e lançar eventual candidatura até 3 de abril. Nesse caso, precisar renunciar de vez ao cargo de procurador. Pelo visto, ele está determinado a tomar essa decisão.

   Taques não revela, mas aguarda uma definição do presidente da Assembleia, José Riva (PP), sobre qual grupo político vai apoiar. Nos bastidores, ele demonstra preocupação em escolher um partido que depois venha a ser cooptado pelo líder progressista. Acontece que ambos são inimigos tanto no âmbito político quanto na esfera judicial, já que Taques ingressou com várias representações contra a Mesa Diretora da Assembleia, conduzida por Riva há vários anos. Taques avalia, em conversa com aliados, que subir no mesmo palanque de lideranças desgastadas, como Riva e o próprio senador Jayme Campos, pré-candidato do DEM ao governo do Estado, traria prejuízos à sua imagem. Além de PDT e PV, o procurador já iniciou conversações com o PSC e outras legendas. Ele continua resistente em antecipar qual partido vai se filiar. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PELO VISTO, TEM GENTE AI EM CIMA QUE É DAQUELES QUE ACREDITA NO ROUBA MAIS FAZ! QUE PENA.

  • benedito Kleber dos Santos Figueiredo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SE PREOCUPE NÃO SENHOR DOUTOR PEDRO TAQUES, a sociedade tem que provar pra varios, dentre os quais SUA EXCELÊNCIA, que DEUS AJUDA QUEM MADRUGA, E NÃO ATRAPAIA QUEM TRABAIA.

    Queremos jogar o jogo tendo o Senhor como adversario, para o povo julgar, sera melhor para ambos.

    A BAIXADA JA ACORDOU
    (INCLUSIVE ROSARIO OESTE )

    AGORA SO FALTA CUIABA

  • Adriano Boa Ventura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isto é um absurdo!!! Ninguem mais se contenta com os cargos que ocupam! Se ele fosse senador, depois iria querer ser presidente! Meu Deus, o poder faz isto com o homem! GANANCIA DE PODER!

  • Jorge | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O estado esta necessitando de pessoas como o Senhor, que mostrou que tem coragem, para continuar a desenvoler os bons trabalhos que esta desenvolvendo este governo

    E PRECISO TER O ESTADO NAS MÃOS.

  • eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Assisti a sua palestra na AMM num evento promovido pelo PV e não tenho nenhuma dúvida que o drº pedro taques é uma pessoa idônea, séria, ética, e deixou transparecer naquele evento uma grande preocupação com a questão ambiental e o verdadeiro desmatelamento do arcabouço legal ambiental promovido tanto pelos governos federal ou estadual, além de grande cultura histórica, do processo de desenvolvimento do estado e da necessidade de fortalecer principios e de novos conceitos naqueles que desejam exercer cargo público. fiquei muito impressionado com sua postura, já era seu simpatizante pela sua conduta, e tenho certeza que acima como muitas outras pessoas, estou aguardando apenas sua definição para também decidir a filiação ou não a um partido politico. a sociedade almeja votar em alguém que realmente faça a diferença e que não seja mais um que exerça mandato com as mesmas práticas arcaicas e velhacas de sempre. Não creio que o drº pedro vai entrar em uma canoa furada, ou acreditar em meras promessas de lideranças partidárias, e por isso precisa pensar bastante antes de entrar no jogo pra valer. Resta-nos a nós, cidadãos matogrossenses, apenas o consolo de instaga-lo a participar do processo politico, pois a politica para seu crescimento em qualidade precisa de pessoas como ele, e por isos, desejo-lhe que Deus te abençoe Drº taques, e que vossa excelência tome a decisão mais sábia, e pode ter a certeza que o povo deseja alguém com teu perfil para representa-lo quer seja no executivo estadual, ou mesmo no senado federal. chega de mesmice,de esquemas e de governo para grupos econômicos. um abraço.

  • ANA MARIA CONCEIÇÃO DE FIGUEIREDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SÓ NÃO VOTO NO DRº PEDRO TAQUES SE ELE SE ALIAR A BLAIRO MAGGI, A TURMA DA BOTINA, DO MOTOSSERRA DE OURO, DO PATRICINADOR DO AVANÇO DA FRONTEIRA AGRÍCOLA NA AMAZONIA MATOGROSSENSE. DR.PEDRO DEVE SABER DO SUICIDIO POLITICO DE TER BLAIRO NO SEU PALANQUE, E DA ESTRATÉGIA DO AGRONEGÓCIO DE DETONAR A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL. VAI FICAR DIFICIL, ATÉ CONSTRANGEDOR DRºPEDRO ESTAR JUNTO COM ESSE PESSOAL. ESTOU CONTIGO DRº PEDRO, POR TUDO O QUE O SENHOR JÁ FEZ PELA SOCIEDADE MATOGROSSENSE, AGORA, FIQUE LONGE DOS BOTINUDOS, SENÃO VÃO TE QUEIMAR E FIQUE COMPROMETIDO O DISCURSO DE CONSTRUÇÃO DE UM NOVO MATO GROSSO E UM PAÍS DIFERENTE.

  • Dr. Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vá catar coquinho....cada macaco em seu galho pedro taques...cresça e apareça politicamente. NA POLÍTICA O SENHOR É UM ZÉ NINGUÉM !!! ENTRA PRA VER !!!

  • Paulo mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estamos com o senhor.
    Pedro taques 2010

  • Mossueto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. procurador!


    Como academico do curso de computação da unemat, tive a oportunidade de assistir a sua palestra, meu primeiro contato com o sr. fiquei maravilhado com a facilidade com que discorreste o tema proposto, dando uma verdadeira aula e tenho certeza que todos os presentes gostariam de te-lo no corpo docente da unemat. Tenho certeza que a sua migração para o legislativo ou executivo, o poder que o abrigar terá ganho muito e o judiciario perdido muito, mas com a sua bagagem, com certeza será mais util para Mato Grosso no executivo, onde poderá fazer profundas mudanças

  • edson figueiredo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    como disse o senhor eduardo, é a politica, na sua essência, é que precisa de um pedro taques dentro dela, para transformar a realidade, promover justiça social, distribuição mais justa da renda, e geração de trabalho e de emprego com responsabilidade ambiental. pedro é o novo na politica, e como tal não pode se misturar com governos que acham que casamento comunitário é fazer politica social, ou daquele governo que faz discurso dúbio em defesa do meio ambiente e ao mesmo tempo defende construção de usinas de alcool no pantanal matogrossense, de governos que estimulam e promovem politicas públicas para o avanço da fronteira agrícola na amazonia adentro, de governo que promovem incentivos fiscais para industrias poluentes priviligiando determinando segmento da economia e ao mesmo tempo não reduz a carga do icms para as micro e pequenas empresas, ou mesmo não reduz a carga tributária para o pequeno a médio consumidor domiciliar de energia elétrica. Não, drº pedro taques, todas essas mazelas promovidas por esse governo, que também não respeita e persegue funcionários públicos, não pode merecer o teu apoio e a tua defesa. Esse governo não é só velho em idade, é velho também em suas práticas, precisa renova-lo com pessoas novas em idéias e em prática politica e de sensibilidade social e ambiental, por isso ,estamos contigo drº pedro taques.

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....

França, a gritaria e as contradições

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto) sempre fez campanha eleitoral na gritaria. É daqueles populistas que fazem cara feia, falam alto e batem na mesa para tentar assustar e intimidar adversários e posar para o eleitor como "cabra macho", "valente" e acima de qualquer suspeita. Foi assim que se elegeu e se...

Reconhecimento de um governo ruim

pedro taques 400   Pedro Taques (foto) recorreu a uma observação feita pela mãe, professora Eda Taques, de que fora melhor senador do que governador. No horário eleitoral, o candidato ao Senado, agora pelo SD, menciona a frase da mãe para, em seguida, dizer que reconhece que sua atuação em...

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...