Últimas

Segunda-Feira, 28 de Abril de 2008, 12h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

VARIEDADES

TCE alerta gestores sobre último ano de mandato

 
Presidente do TCE, conselheiro Antônio Joaquim, orienta gestores municipais para último ano de mandato
Foto: Marcos Bergamasco

  Os prefeitos e presidentes de Câmaras dos 141 municípios não terão mais desculpas para o desconhecimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. Cerca de 200 representantes de 44 municípios participam do "Ciclo de Orientação para o Último Ano de Gestão”, promovido pelo Tribunal de Contas do Estado, que quer evitar problemas e aumento de processos contra os gestores que utilizam os recursos públicos. "A ignorância da lei não justifica a irregularidade e para evitar qualquer desculpa queremos capacitar todos os gestores municipais. Não temos prazer em puní-los, mas é nosso dever", ressalta o presidente do TCE, conselheiro Antônio Joaquim.

   Ele disse ainda que 2008 é um ano atípico por se tratar de fim de mandato, ano de eleição, portanto implica em uma série de restrições, principalmente com relação à Lei de Responsábilidade Fiscal (LRF). "Nenhum prefeito pode deixar resto à pagar se não tiver dinheiro", destaca. Dentre as restrições, também não pode ter aumento de salários seis meses antes do término do mandato e nem contrair dívidas a partir de maio, sem que haja dinheiro para quitá-las.

  Ainda assim, muitos prefeitos assumem o mandato com salários atrasados, dívidas a serem pagas e muitos outros problemas financeiros. De acordo com a secretária Técnica da Presidência, Rosodalva Beata de Castro, caso seja detectada qualquer irregularidade, cabe ao TCE aplicar multas e encaminhar o processo para o Ministério Público. O responsável poderá responder por ações penais e/ou civis e ainda corre o risco de ser condenado a quatro anos de detenção.

   Só que não dificilmente um ex-prefeito é condenado. Muito pelo contrário, cada vez mais é comum vê-los concorrer novamente ao mesmo cargo. Além disso, vários prefeitos reclamam por assumir Prefeituras endividadas e salários atrasados. Como é o caso do prefeito de Poconé, Clóvis Damião Martins (PTB). Ele assumiu no lugar de Euclides dos Santos (PMDB), que volta a disputar a eleição.
 
   O petebista conta que a Prefeitura de Poconé estava com três meses de salários atrasados, maquinários quebrados, ambulâncias em situação calamitosa. Clóvis teve que gastar parte do orçamento de 2005 para regularizar a situação do órgão.

  O conselheiro Antônio Joaquim, presidente do Tribunal de Contas do Estado, tem consciência disso e sabe que quem mais sofre na realidade é a população. "Quem tem prejuízos é o povo", afirma. (Alline Marques)

(Às 13h52) - Prefeito é obrigado a fornecer todos os dados

  Os prefeitos que estiverem no último ano de mandato ou não forem reeleitos terão que passar todas as informações da atual gestão para o sucessor. É o que determina o Tribunal de Contas do Estado. O candidato eleito formará uma comissão responsável por tomar ciência da real situação da administração municipal e das contas da Prefeitura. "O prefeito que estiver saindo terá que recepcionar uma equipe do prefeito novo para receber oficialmente informações e documentos sobre a atual gestão. Não podemos admitir que por uma questão pessoal, seja por oposição partidária, ou porque perdeu a eleição, ou qualquer outro motivo, que quem estiver entrando tenha dificuldades de conseguir informações. A maior prejudicada é a população", ressaltou o presidente do TCE, Antônio Joaquim.

  Este é o quarto evento do Ciclo de Orientação para o último mandato. As demais palestras foram realizadas nos municípios de Cáceres, Barra do Garças e Sorriso. Entretanto novas ações de capacitação irão ocorrer ainda este ano. O conselheiro Antônio Joaquim informou que após as convenções todos os candidatos a prefeito serão convocados para participar de um "cursinho de gestão". E após a diplomação, todos os eleitos serão convidados novamente para serem capacitados. A ação será em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

Regiões e representantes na disputa

nilson leitao curtinha   A maior parte das regiões está bem representada em relação aos cabeças de chapa que disputarão vaga no Senado. Pelo Nortão e Médio-Norte, encaram às urnas o ex-prefeito de Sinop Nilson Leitão (foto) e o senador tampão Carlos Fávaro (PSD). Na...

Candidatos e definição de suplentes

jos� medeiros curtinha 400   Alguns candidatos ao Senado estão batendo cabeça para compor suas suplências ou reedita-las, como é o caso de José Medeiros (foto), que, na primeira convenção (anulada), havia fechado chapa pura do Podemos com o vice-prefeito de Cuiabá Niuan...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.