Últimas

Sexta-Feira, 02 de Maio de 2008, 10h:41 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

ESPORTE

Times se cacifam para a final do Mato-Grossense

  A disputa entre Mixto e União está cada vez mais intensa, só que fora de campo. O deputado José Riva (PP), espécie de financeiro do Mixto, afirma que está indignado com a atitude do time de Rondonópolis, que, segundo ele, quis subornar os jogadores após o clube cuiabano vencer o Luverdense. Classificou de uma “sacanagem” a atitude de oferecer dinheiro para os atletas.

  O parlamentar revelou que foram enviados R$ 50 mil para distribuir entre os jogadores como prêmio e recompensa pela vitória contra o Luverdense no último dia 27. “Isto é uma atitude antiética. É uma sacanagem. O Mixto não precisa disso. Era nossa obrigação vencer o Luverdense”. Em contrapartida, o time da capital teria oferecido R$ 30 mil como recompensa pelo título do campeonato Mato-grossense.

  O Mixto possui 23 títulos, enquanto o União, com 35 anos de fundação, nunca foi campeão do Mato-Grossense. Nos bastidores, a conversa é de que o União realmente se articulou e deve colocar a faixa de campeão no domingo. O time de Rondonópolis tem apoio do Grupo Amaggi, do governador Blairo Maggi (PR), que compareceu ao Verdão nesta quinta, 1º de maio, para assistir ao primeiro confronto entre as duas equipes. A partida terminou empatada em 0 a 0, resultado que favorece o União. Os dois times são os que mais investem e não conquistam títulos. O Mixto já não ganha um campeonato há 12 anos. 

  A campanha agora é para levar público ao estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis, onde será realizada a grande final. Cerca de 60 ônibus com a torcida do Mixto devem se dirigir à cidade-pólo do sul do Estado. A expectativa é do estádio receber 20 mil pessoas.

  Além de Maggi e Riva, outros políticos estiveram presentesno Verdão nesta quinta, como os deputados Ademir Brunetto (PT), Percival Muniz (PPS), Walter Rabello (PP),  Zé Carlos do Pátio (PMDB), Roberto França (sem partido), que foi o comentarista da TV Assembléia,  Eliene Lima (PP), o prefeito Adilton Sachetti (PR), o secretário de Esportes e Lazer do Estado, Baiano Filho (PR) e a vice-prefeita de Cuiabá, Jacy Proença. O que se estranhou foi a ausência do deputado Sérgio Ricardo (PR), dono do programa Show de Bola, da rádio Cuiabana. (Alline Marques)


Prefeito Sachetti, o governador Maggi e outros políticos prestigiaram o 1º confronto entre Mixto e União, nesta 5ª

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • roque santeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Riva vai cuidar da assembleia, para de fazer fofoca com relação a final,o união tem time suficiente para ganhar do mixto, não precisa comprar ninguem, antes voce, olha o teu passado, quanto processos voce tem na justiça, que tirar proveito politico ate em final de campeonato, pare, pensa e reflita.....

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    RD, me desculpe pelo comentário longo e talvez até sem graça mas, saiu no estalo.

    A quem interessa a re-eleição de Sachetti?

    Olhando a figura triste de Adilton Sachetti, nesta foto lá no estádio, me veio o questionamento de quem quer a re-eleição do prefeito.
    Pagot certamente não ficará contente, pois o peso de Rondonopolis em termos economicos, os votos da macro região e o apôio de Blairo, serão trunfos valiosos, e isso capacitará o prefeito a assumir a postura como candidato de Blairo ao Governo em 2010, fazendo frente ao já lançado Jayme Campos.
    Por outro se Sachetti não for eleito, Pagot fatalmente se lançará e terá de contar com o apôio do Paiaguás além de toda a região de Rondonopolis e Sul do estado, onde sua previsão de votos está na encolha, muito abaixo do esperado.
    Terá ainda que disputar com Piveta que se lançou governador, à indicação dos donos do agronegócio, os quais hoje já se consideram uma casta e não veem com bons olhos a elevação do ex.funcionário dos Maggi a uma condição de superior, embora conte, Pagot, com o valioso apôio de Prof.Oswaldo Sobrinho, principalmente nas cidades de: Nova Mutum, Lucas do rio Verde, Sorriso e Sinop, terá uma empreitada árdua pela frente.
    Ao meu ver a eleição de 2010 contará sempre com Jayme Campos que é bem mais seguro no trato com os correligionários.

  • Mauro José | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse ROQUE SANTEIRO terá que rezar e muito para que o Governador e os torcedores do UNIÃO não enfartem com mais um ano de espera na fila, pois, o MIXTÃO já ganhou lá e vai neste Domingo, repetir a dose com o 1X0 para ser campeão e reconquistar a hegemonia do Futebol, para a nossa Capital. Viva o Mixto, viva seus fanáticos e fiéis torcedores(as), vamos MIXTÃO, NOVAMENTE SERMOS CAMPEÃO 2008!!!

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.