Últimas

Quarta-Feira, 06 de Maio de 2009, 18h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJ suspende contrato de R$ 30 mi com empresa de MS

   O Tribunal de Justiça determinou que o governo do Estado suspenda imediatamente o contrato com a empresa Comércio de Combustíveis Norbeoil Ltda, de Campo Grande (MS), orçado em R$ 30 milhões. A empresa é representada por Marcelo Batistela. O TJ emitiu parecer parcialmente favorável ao mandado de segurança impetrado pela empresa First Equipamentos Eletrônicos LTDA, contra o secretário estadual de Administração Geraldo deVitto.

   Segundo a recorrente, houve falhas no preenchimento do cadastro das empresas que disputaram o pregão. Ainda segundo a empresa, a Norbeil LTDA não apresentou a documentação necessária autenticada. O procedimento teria sido feito na hora pelo pregoeiro. A empresa aponta irregularidades que, segundo a concorrente não contemplada, comprometeram o processo licitatório. Após detectar irregularidades, o TJ acolheu, liminarmente, o mandado de segurança. O Tribunal concedeu prazo de 10 dias para que o secretário Vitto preste esclarecimentos à Justiça. Posteriormente, julgará o mérito do processo. A recorrente solicitou ainda que o Tribunal a declarasse vencedora do processo licitatório. Entretanto, este pleito foi negado e apenas será analisado no julgamento do mérito.

   A empresa vencedora foi contratada para prestar serviços de gestão eletrônica de abastecimento de combustível, gerenciamento da frota estadual, máquinas e caminhões componentes das patrulhas rodoviárias e fornecimento dos produtos para atender aos órgãos e entidades da administração estadual.

   A SAD pagaria nada menos que R$ 30 milhões à empresa contratada, uma taxa de administração de R$ 1,1 milhão para o gerenciamento de abastecimento e gerenciamento da frota. O contrato era de 12 meses. Ao total seriam utilizados R$ 20 milhões para atender aos veículos leves (utilitários, vans, caminhões, ônibus, microônibus e demais da frota do governo) e R$ 10 milhões seriam destinadas às patrulhas rodoviárias nos consórcios intermunicipais. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • Espertinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ministério Público acompanha isso mais de paerto. Onde há fumaça há fogo. não permita o eráriosair pelos fundos da SAD.

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Blairo abre o olho será que só você não está vendo a farra que o seu secretário está fazendo com o dinheiro público?? criticaram tantos os governos anteriores e estão fazendo as mesmas coisas. ABRA O OLHO AINDA DÁ TEMPO

  • Francisca Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Agora está claro como a auto suficiencia e arrogancia do De Vitto é mantida.......Licitação sem documentos exigidos........,etc..... não somos nós (o povo) que lucramos com isso, é claro.

  • fernndo botelho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    segundo o Aparecido de Moraes(o sujeito mis puxa saco da historia moderna do MT MT depois do
    Maggi sera outro, tambem concordo
    tenho Dó do Proximo Governador e do POVO
    depois que essa turma sair e o zelo d imprensa acabar..a verdae vai aparecendo...

  • keko pita | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na segundao D Vittttto estava festando, em uma conceituada casa de diversões da capital, certamente todo dia tem o que comemorar, pois afinal de contas a SAD é a SAD, ali ninguém tem SED, õnde vão com muitttta sede ao pootte.
    Este rapaz deve responder primeiro a Deus, de quem se diz fiel, por sua religião. Depois ao governador, de quem se diz fiel, e, por fim, ao povo desgta terra, de quem da grana é fiel. É triste, mas é só o fio do novelo de lã, lamentável como demorou.... mas seu dia de fama chegou, né guitarra vermelha no canto da sala????? quá quá.....

  • Amado Batista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    u gostaia e entender o Senhor Blairque falou tanto do governo anterior, dizendo que iria moralizar, que seus funcionários iriam ter orgulho de ser fun do estado..e nada disso aconteceu.....nossa! eu nunca vi e ouvi tantas gente que ficou rico neste governo..nunca vi tantos cargos de tal confiança como neste governo..ali´s trocou o nome..kkkkkkkk..ninguem merece este govero ..acedito que estamos chegando ao fim dos tempos..pois ão tem mais jeito..é só escândalo e mais naa..em quase todas as repartições..só não sabe disso quem não quer..Qdo esse governador vai moralizar o seu governo? deixo essa pergunta...

  • JESUITA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MP esta na hora de fazer um levantamento nos contratos da ABACO, quase todos empregados são indicação politica ou de alguns secretarios executivos. vamos investigar cade a AGE e o TC. vamos trabalhar e acabar com essa fara do dinheiro publico.

  • Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Antes desse governo terminar muita gente vai sr algemada

  • Cuiabano Ligado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Romilson Dourado, o seu site virou referencia no Mato Grosso e Brasil, por isso, quero que vc mande seus reporteres, fazer uma materia sobre outro Escandalo desse secretario.

    Mande o ministerio publico investigar sobre o contrato (falso pregão), com a empresa que presta serviços de som, iluminação e palco pro devito.

    A LADE SOM, o cara é lá do sul tambem, e fechou varios contratos milionarios com o Governo.

    Ele acaba de comprar uma sistema que vale quase oitocentos mil, enquanto as outras empresas de som aqui de Cuiaba, mal consegue pagar a folha.

    Quer saber se estou falando a verdade, pega o contrato desse tal de LADE SOM e ve os valores praticados por ele no governo.

    estamos de olho

  • SUeli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E a licitação que Galindo fez pro combustível da prefeitura? Dizem que quem venceu foi uma distribuidora lá de Pres. Prudente ou algo parecido, dizem que é da terra dele e o filho que vai distribuir.
    E a licitação para fotocópias? Tbém é de uma empresa de SP que já está inclusive com contrato assinado com a UNIC. VIXI. Prefeito, cuidado...Esse Vice vai te colocar em fria.

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS