Últimas

Segunda-Feira, 28 de Dezembro de 2009, 10h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CÂMARA DE CUIABÁ

Totó omite gastos; Néviton "torra" R$ 3 mil com gasolina

     O vereador Totó César (PRTB), que assumiu uma cadeira na Câmara de Cuiabá em agosto, ainda não apresentou planilha de gastos com verbas indenizatórias. Os dados não estão disponíveis no site da Casa, onde são publicados o detalhamento das despesas dos 19 parlamentares - veja aqui. A maioria dos vereadores entregaram, por enquanto, apenas os balancetes até novembro, mas sete deles apresentaram prestação de contas referente ao mês de dezembro. Todos entram em recesso nesta quarta (30), quando serão votados os últimos projetos encaminhados pelo Executivo. Retornam ao trabalho em 2 de fevereiro.

  Até agora os campeões em gastos referentes a dezembro são o peemedebista Domingos Sávio e Néviton Fagundes (PRTB). Ambos receberam reembolso de R$ 9 mil. Sávio mais uma vez investiu “pesado” nos correios. Destinou R$ 2,2 mil ao pagamento de impressos simples, que custam R$ 0,65 cada. O assessor de comunicação Adalberto Ferreira da Silva recebeu outros R$ 2,8 mil. Já com assessoria jurídica o vereador gastou R$ 2,5 mil. Reservou R$ 1,5 mil para a compra de combustível.

  Néviton, por sua vez, apresentou notas fiscais que comprovam gastos de R$ 1,9 mil com pagamento a Dallas Comércio Ourinhos Ltda, empresa do ramo de papelaria. Além disso, o parlamentar declarou ter "torrado" R$ 3,4 mil em combustível, ou seja, cerca de 38,5 % da verba indenizatória a que tem direito. Segundo as regras de uso da verba, as despesas com transporte podem chegar a 40%. Com contabilidade o vereador do PRTB gastou R$ 3,2 mil e, outros R$ 300, com itens de papelaria.

    A verba indenizatória pode ser aplicada ainda na contratação de consultorias técnicas específicas com advogados, economistas e engenheiros. Para recebê-la, os parlamentares devem apresentar notas fiscais ou recibos que comprovem as despesas junto à secretaria de Gestão Orçamentária e Finanças. Após a análise das planilhas de gastos e documentos fiscais, o dinheiro é liberado. O duodécimo da Câmara é de R$ 1,7 milhão. Cada vereador ganha R$ 9,2 mil de salário.

     O republicano Chico 2000 apresentou planilhas de gastos de R$ 8,9 mil. Ele utilizou R$ 908 na compra de peças para o seu automóvel e R$ 1,5 mil com combustível. O parlamentar também investiu R$ 3,5 mil em assessoria jurídica pagos a Lourival Ribeiro filho. Declarou ainda ter pago R$ 1,2 mil por assessoria de contabilidade e R$ 1,5 mil de informática. Chico também usou R$ 256 para fazer cópias de documentos. O apresentador de TV Everton Pop (PP) usou R$ 2,6 mil para compra de combustível, R$ 1,7 mil em assessoria de imprensa e outros R$ 2,5 mil na contratação de serviços de marketing. Investiu também R$ 692 em faixas e R$ 950 na confecção de informativos. O também progressista Leve Levi gastou R$ 8,9 mil, incluindo R$ 3 mil com locação de veículos, R$ 2,4 mil de serviços gráficos e R$ 2 mil por serviços ligados à comunicação visual.

  Francisco Vuolo (PR) gastou R$ 8,9 mil. Entre as principais despesas estão R$ 1,1 mil com combustível e outros R$ 648 com passagens aéreas. Ele também pagou faturas telefônicas de R$ 643  e declarou despesas de R$ 1,1 mil com a manutenção do veículo, trocou bomba e filtro de combustível e pastilha de freios. "Torrou" ainda R$ 3,5 mil com serviços advocatícios.

   O último dos sete parlamentares que já divulgaram os seus gastos é o pedetista Sérgio Cintra. Ele declarou ter investido R$ 2,7 mil em assessoria publicitária e outros R$ 2,3mil na impressão de informativos. Pagou também R$ 2 mil ao advogado Diogo Egídio Sachs e gastou R$ 1,7 mil com combustível. Já o presidente da Casa, Deucimar Silva (PP), os tucanos Antônio Fernandes, Lueci Ramos, Paulo Borges e Rossivelt Coelho, Clovito Hugueney, Arnaldo Penha (PMDB), Ivan Evangelista (PPS), Lúdio Cabral (PT), Washington Barbosa (PRB) e Toninho de Souza (PDT) ainda não apresentaram a planilha de gastos de dezembro. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • osvanira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mal começou já esta aprontando? Cuidado Toto om povo esta de olho.

  • jl | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Suely Dantas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os nobre vereadores usam a tal de verba indenizatória como complemento de salário.
    Isto é um absurdo o MPE não questiona e nem acompanha.
    É uma verdadeira farra com o dinheiro público.
    Coitado do povo que sobrevive com um sálario de fome mínino, enquanto as autoridades se esbaldam em falcatruas.

  • Tia Ana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que vergonha hein??? Enquanto a maioria da população não tem grana pra pagar seu vale tansporte e se alimentar, vemos por ai inúmeras pessoas voltando a circular pela cidade usado as suas bicicletas, vemos esse servidores pois eles deveriam estar trabalhando em prol da populção gastando o nosso dinheiro com impressos, combustível e sei lá mais o que??? Que falta de vergonha!!!

  • EDSON SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como diz aquele ditado popular quem não é acostumado com melado, quando come se lambuza

  • josias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    comprou bicicleta nova para 2010

  • nilton cardoso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse vereador não é aquele que chegou de bicicleta na câmara municipal? é mais um para engrossar as fileiras dos politicos corruptos de atual legislatura. o ministerio publico deveria ficar de olho nesses falsos politicos, que entram para o sistema somente para legislar em causa propria. que o povo fique esperto com esse tipo de pessoa. aquele que não presta conta de seus gastos com o dinheiro publico deveria ser alijado da politica, além disso ser preso e devolver toda a grana ganha durante o tempo que representou o povo.

  • DIRCE GALVÃO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se cuida rapaz infeslimente neste pais ainda deparamos com discriminação oque vc, passa aí em cuiabá temos um vereador aqui em rondonópolis, vereador Adonias Fernandes, o melhor que temos aqui mas só porque é negro ninguém comenta. veja só cade a prestação de contas dos seus colegas mas só falam da sua. mas vcs, negros ainda iram comandar este estado.

  • toco1000 | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Beleza pela matéria,só assim ficamos sabendo dos candidatos que votamos,minha familia votaram no Domingos Savio,vamos com certeza cobrar uma postura sobre tudo isso.
    Acompanhamos ele sobre projetos,que ele se destacou em vários,mas com gastos pessoais não o acompanhamos,por conhecer o careter dele atraves de informações de uma maneira em geral.com certeza vamos cobrar tudo isso,é bom que todos cidadões tenha a mesma posturas.

  • TIMONEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FIRME AI TOTO E FIQUE TRANQUILO,PORQUE O QUE VEM DE BAIXO NAO NOS ATINGE,POR EXEMPLO NA VENDA DA RUA TUFIK AFFIK NAO VEJO TEU NOME ENVOLVIDO,E ISSO ELES NAO FIZERAM NEM UM COMENTARIO,SERA PORQUE? PURO PRECONCEITO.LEVANTE A CABECA E SIGA EM FRENTE DEUS ESTA COM VOCE. 

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...