Últimas

Terça-Feira, 01 de Julho de 2008, 01h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

ARTICULAÇÃO

"Trator" Éder alerta sobre resíduos das dívidas

  O secretário estadual de Fazenda, Éder Moras Dias, o novo "trator" do governo Blairo Maggi, começa a ganhar destaque na mídia nacional. Era tudo que o executivo queria, principalmente depois que Luiz Pagot, então principal secretário da gestão Maggi, deixou o staff para atuar em Brasília na direção-geral do Dnit. Em menos de 6 meses no cargo, o ex-presidente da MT Fomento e ex-gerente de banco privado vem ocupando espaço. Não perde uma brecha para emitir opinião. Atua em duas frentes, tanto tecnicamente quanto na articulação política e com respaldo do governador. De "briguento", passou a se cortês, principalmente junto aos deputados, o que ajudou a melhorar a relação instituicional entre Executivo e Legislativo.

   Em sua edição desta terça, 1º de julho, Éder aparece em destaque no jornal Diário do Comércio e Indústria e Servicos (DCI). Ele discorre sobre o quadro inflacionário e os indexadores da economia brasileira, assim como seus efeitos sobre os contratos das dívidas estaduais. O secretário de Maggi alerta na entrevista que o governo brasileiro sofre os efeitos nocivos para os Estados, principalmente pelo perigo da volta dos resíduos (acúmulos de saldo devedor da dívida) originados pelos altos índices de inflação projetados para 2008, o que, na prática, poderá aumentar a dívida dos Estados brasileiros. "Salvo melhor juízo às receitas estaduais terão que reagir extraordinariamente para que seja capaz de gerar caixa suficiente para o pagamento das dividas sem incorporação de restos ao principal", avalia.

   Eder Moraes ganhou destaque pelo projeto de reestruturação das dívidas e pela política do Confaz, da Lei Kandir e pelo combate à sonegação. Na reportagem, sua opinião figura junto com a de economistas renomados, como de Salomão Quadros, da FGV e Franklin Feder, e do presidente da Alcoa, uma das líderes mundiais na produção de alumínio.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • trator sem roda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TRATOR?
    Não já vimos essa história na Sinfra?
    Esse rapaz tá investindo tanto em/na mídia que contrata até gente para fazer comentários elogiosos...
    Por curiosidade dê uma olhadela nos jornais e sites qudo se referem a ele! Só elogios! Mesmo sem razão de ser! Vamos em frente prá ver no que vai dar!
    Falar nisso: QUÊ VIROU A RENEGOCIAÇÃO DA DÍVIDA DE MT? rsss

  • sueli damasceno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A RENEGOCIACÃO DAS DIVIDAS , VIROU EXEMPLO NACIONAL diferente de tantas imbecilidades cometidas por gestores passados.
    Eder Moraes é um gestor de qualidade e não adianta tentar manchar a carreira dele , ele é bom no que faz , e ponto final.
    Mato Grosso Orgulha do filho que tem , nosso futuro governador!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os Menudos do Blairo Maggi são alguma coisa de excepcional. Nunca na história deste Mato Grosso tivemos Secretários de Estado com a inteligência, capacidade, conhecimento, destemor, garra, empreendedorismo, trabalho árduo e outros adjetivos bonificadores, quanto aqueles que servem e se servem do Governao Blairo Maggi. A inteligência associou-se ao Governo do Estado e, por isto, Mato Grosso hoje é um Estado invejado no cenário nacional e internacional. Do Menudo mais velho, Luiz Pagot, que hoje, graças à sua inquestionável, admirável, incomparável inteligência, subiu ao pódio do DNIT, passamos por Menudos mais novos, muito mais novos, porém, não menos inteligentes, extraordinariamente intelgientes quanto Valdir Teisz, guindado merecidamente ao posto de Conselheiro ad eternum do pomposo, majestoso e também trabalhador Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso; Menudo Major Novacki que, devido à sua admirável inteligência, conhecimento, perspicácia política, jogo de cintura, competência extraordinária, foi guindado à Casa Civil (a Polícia Militar não comportava em suas fileiras um oficial de tamanha expressão intelectual); Menudo Geraldo de Vito, intelectual dos mais gabaritados, além de ser um dos maiores juristas do país (esqueçam Silvio Rodrigues, Washington de Barros Monteiro, Damázio Evangelista de Jesus, De Plácido e Silva, Gilmar Mendes e tantos outros), tanto que postula, merecidamente, o pomposo e gratificante cargo de Desembargador de nosso Estado. Agora, para nosso gáudio maior, alegria inexorável, orgulho da terra, surge o Menudo Eder, também conhecido como trator, que vem modificando as finanças de Mato Grosso e dando aulas a todos os Secretários de Fazenda do Brasil (inclusive, por último, deu uma entrevista exemplar ao famoso jornal - como é mesmo o nome do jornal ? - que repercutiu em toda a imprensa brasileira e nos brasileiros que conhecem o jornal e leram a dita entrevista) de como administrar as finança de um Estado. É minha gente, nossos Menudos são muito melhor que os originais: além de muito, mas bota muito nisso, mais bonitos, são também muito, quilometricamente muito, inteligentes. Dá-lhes Mato Grosso.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vi uma decisão de sua pregoeira no sefaz onde o Sr. Eder assinou abaixo. Vou dar um conselho, pois se conselho fosse bom venderia. Preste mais atenção no que vc assina pois fazendo toda essa propraganda acho que vc anda assinando ducumento sem ler........Quanto a sua competencia no cargo tenho que te dar os parabens.......Mas a sua pregoeira.......

  • ana maria campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Éder não chega aos pés do Teis, alias, ele apenas está cumprindo com o que o Teis já deixou prontinho, prontinho só pra ele correr pro abraço da plateia completando o trio do CIDOS do governo MAGGI: Pedro Nadafaz, Marcos Machado e Éder Moraes. Não podem ver uma ~Câmera que esticam o pescoço, até parecem papagaios de pirata.

  • Mario Viana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por acaso CIDOS quer dizer aparecidos? se for isso concordo com a Ana Maria, esses senhores só sabem usar a máquina para aparecer. ouvi dizer que compram com coqueteis a imprensa para falar bem deles.

  • Jonas Cortes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Éder Moraes vai longe !! é competente e sabe trabalhar , cumpre sua palavra e se tornou home chave do governo Maggi. É uma lidernca que nasce.

  • Silvana Martins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUEM SEMEA COMPETENCIA, COLHE LIDERANÇA!!!!!!!!!!

    PARABENS EDER MORAES , NINGUEM IMAGINAVA QUE PODRIA SURGIR ALGUEM CAPAZ DE SUPERAR O PAGOT!! VOCE É O CARA !!

  • JULIANA MOREIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ACOMPANHO A TRAJETÓRIA DESSE RAPAZ E POSSO AFIRMAR QUE TRATA-SE DE UM HOMEM OBSTINADO QUE CONSEGUE O QUE QUER!!! PELA COMPETENCIA E CORAGEM DE TOMAR DECISÃO !!

    QUE BOM QUE AINDA TEMOS LIDERES DESSA NATUREZA!! O EDER É HUMILDE E TRABALHADOR , POR ISSO TEM TIDO TODO ESSE DESTAQUE.

  • Manoel Carlos Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se o Murilo Domingos tivesse um cara como o Éder no seu secretariado , com certeza estava liderando as pesquisas em VG.
    O Éder tem autoridade e se impõe , isso agrada como lider e como gestor. Não tem medo de comprar briga e quando entra na briga entra bem fundamentado!!!!
    Parabens Blairo Maggi!! Parabens pela arrecadação, agora sonegador está pagando impostos!!

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.