Últimas

Terça-Feira, 10 de Fevereiro de 2009, 21h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

RONDONÓPOLIS

TRE indefere recurso de Sachetti contra Pátio

  Por 4 a 2, o Pleno do TRE decidiu nesta terça à noite não conhecer o agravo regimental interposto pelo ex-prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PR), contra a decisão liminar da juíza-substituta do TRE, Maria Abadia Aguiar, que suspendeu a tramitação do processo de cassação de diploma do prefeito rondonopolitano Zé do Pátio.

  Na prática, as investigações do Ministério Público, que até pediu a perda do mandato do peemedebista, continuam bloqueadas. O juiz eleitoral da 45ª Zona terá de aguardar o resultado das investigações da Polícia Federal para decretar sentença, se pela cassação ou não do mandato de Pátio.

  Os membros do TRE decidiram acatar a questão de ordem levantada pelo quarto vogal, desembargador Manoel Ornellas, que trouxe ao Pleno o debate sobre a legitimidade de Sachetti para propor uma ação contra uma sentença onde eram partes o MPE e Pátio. Sachetti foi derrotado nas urnas e, numa investida marcada pelo inconformismo com a "surra" dos eleitores, tentou reabrir as investigações contra o novo prefeito.

   Acompanharam o entendimento de Ornellas, a favor da extinção do processo, os juízes Maria Abadia Aguiar, José Zuquim e Yale Sabo Mendes. Já se pronunciaram farovável à ação de Sachetti e reforçada pelo MP os juízes Renato Vianna e Adverci Rattes de Abreu.

   Briga jurídica

  Pátio conseguiu suspender a tramitação do processo na Zona Eleitoral de Rondonópolis em dezembro do ano passado. Em sua defesa, o peemedebista alega que a ação de cassação de mandato estava se baseando em inquérito policial conduzido pela Polícia Militar e não pela PF, responsável legal pelas investigações de crime eleitoral. Sobre essa questão, o TRE ainda deverá se pronunciar em decisão colegiada, julgando o mérito do mandado de segurança que trará uma decisão final sobre a tramitação do processo de cassação de Pátio.

Postar um novo comentário

Comentários (36)

  • Maria Luiza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Manoel da guia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    BOM DIA SR MANOEL AMARIO, HOUVE UM PEDIDO DE ASSISTENCIA DA COLIGACAO COMPROMISSO E DESEMVOLVIMENTO PARA ACOMPANAR O PRCESSO (ISSO CHAMA DE ASSISTENCIA AO PROCESSO), E NELA NAO FOI CONFIGURADA O NOME DE ADILFTON SACHETTI SO DA COLIGACAO POR ISSO OS DESEMBARGADORES RECONHECERAM QUE O ADILTON NAO FAZ PARTE DO PROCESSO QUE FOI FEITA PELO O MINISTERIO PUBLICO A REPRESENTACAO ELEITORAL DE SUPOSTA COMPRA DE VOTO QUE NUNCA EXISTIU.

    ENTAO E ISSO QUE CHAMA DE ASSISTENCIA AO PRCESSO POR ISSO QUE FOI JULGADO IMPROCEDENTE O PEDIDO DO SACHETTI PRA JUSTICA O PEDIDO E FALHO ISSO VAI DOS QUE SE DIZEM MELHORES ADVOGADOS DO SACHETTI QUE NAO TERMINOU O SEGUNDO GRAU DO ENSINO MEDIO ...

    ISSO E UMA VERGONHA.......NE DR GILMAR MOURA

  • jose | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A situação e muito preocupante senhores!!!!!!!!!!!!!!

    O MP tem legitimidade sim para conduzir inquerito eleitoral, esta lá de forma explicita, até mesmo quem está em inicio de alfabetização se ler o artigo irá entender. A decisão foi o mesmo q dizer q padre não pode rezar missa.
    Não questiono se ozé ou o sacketi compraram voto, o que questiono é o entendimendo da não legitimidade do MP para conduzir o inquerito, pois este se trata apenas de peça informativa, que o MP mesmo ira analizar para oferecer ou não denuncia.
    Esta decisão foi uma violação a todos nós brasileiros.CUIDADO DECISÕES COMO ESSA PODE ACONTECER CONTRA VOCE.

  • Altamiro maia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Deixa o homem trabalhar gente, a eleição terminou ni dia 5 de outubro.Prevalece a vontade popular.Parabens Zé do Patio. Arregace as mangas e vamos continuar o progresso de nossa querida Rondonópolis.

  • EDUARDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Será que alguns promotores vão ter que voltar ao banco da universidade? Será que tem diploma rasgado por aí? Será que a bola de cristal do ex-prefeito tava furada?
    será que a turma de puxa-sacos de butinados dormiu bem a noite passada?

    Animo gente! A luta continua.

  • Antonio Carlos Braga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Conheci bem o Deputado José Carlos Arújo ( Zé do Pátio)teve na AL por varios anos,ele é um cidadão de altos e baixo no geral foi um bom parlamentar,as vezes falava besteira,teve momentos de lucidez e momento de maluquice mais o menos como a dona butiniha maggi falou meio louco,agora como prefeito só Deus sabe.

  • Maneporrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • MARIA DE JESUS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    LUIZINHO DORME COM O BARULHO DESSE:

    TRE sepulta chances de Sachetti voltar a Prefeitura de Rondonópolis

  • edilson da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais uma surra senhor sachetti desiste conforme se que a decisao do povo e soberana....

  • Findouseutempo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E aí Sachetti a sua certeza saiuuuuuu pela culatra, que que foi gaúcho velho, e agora volta pra roça...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...