Últimas

Segunda-Feira, 19 de Março de 2007, 01h:36 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

JUDICIÁRIO

Tribunal acaba com as publicações impressas

Lessa institui no próximo mês o Diário Eletrônico da Justiça Estadual, rompendo a uma tradição secular 

    A partir de 2 de abril, os atos judiciais e administrativos da Justiça Estadual de 1º e 2º graus não serão mais publicados na forma impresso pela Imprensa Oficial de Mato Grosso (Iomat). Passarão a ser disponibilizados somente por meio eletrônico no portal do Tribunal de Justiça (www.tj.mt.gov.br) . A resolução, sob o desembargador Paulo Lessa, foi aprovada em sessão na semana passada, e rompe a uma tradição secular.

   O magistrado argumenta que os tribunais, no âmbito de sua jurisdição, podem disciplinar a prática e a comunicação oficial de atos processuais por meios eletrônicos, desde que atendidos os requisitos de autenticidade, integridade, validade jurídica e interoperabilidade da Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira. Lessa destaca que há necessidade de incorporar os recursos disponíveis da tecnologia da informação aos trâmites processuais.

    Garante que haverá segurança e autenticidade com o Diário Eletrônico da Justiça do Estado de Mato Grosso. As edições serão diárias. De segunda a sexta as publicações serão disponibilizadas a partir das 9h, exceto nos feriados e no caso de suspensão de expediente no âmbito do TJ/MT.

   Em relação ao periodo de recesso, entre 20 de dezembro e 6 de janeiro, poderá ocorrer a publicação em edição extraordinária. Se por acaso foi constatado indisponibilidade de acesso ao Diário Eletrônico devido a problemas técnicos na edição, com duração superior a duas horas, contínuas ou intercaladas no período entre 9h e 18h, a contagem do prazo deve ser prorrogada para o dia útil imediatamente posterior.

  A programação é que o Diário Eletrônico comece a funcionar a partir de 2 de abril. Nesse caso, até um mês depois (2 de maio), continuarão em operação e só terão validade jurídica os atuais sistemas de comunicação dos atos processuais. A partir de 3 de maio, todas as comarcas do Estado devem considerar feitas as comunicações dos atos processuais, como intimações, citações e notificações, entre outras, pela só publicação dos atos no Diário Eletrônico da Justiça. Em caso de omissão, será resolvido pela Presidência do TJ, pelo Conselho da Magistratura ou pelo Órgão Especial.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...