Últimas

Sexta-Feira, 23 de Novembro de 2007, 16h:24 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Tribunal retoma o julgamento de Fabris nesta 6ª

   O pedido de cassação do mandato do deputado estadual licenciado Gilmar Fabris (PP) está na pauta de julgamento do Tribunal Regional desta sexta. O julgamento foi adiado devido ao pedido de vistas da juíza-membro do Pleno, Maria Abadia Aguiar. As sessões são realizadas às terças e quintas mas, em razão dos dois feriados deste mês (dias 15 e 20), outras duas sessões serão realizadas, à parte, como forma de compensação, uma nesta sexta e outra na próxima quarta (28).

     A representação do Ministério Público Eleitoral que pede a cassação do mandato do democrata já recebeu dois votos favoráveis, sendo o primeiro do relator do processo, juiz Antônio Horácio da Silva Neto, e do desembargador Leônidas Duarte Monteiro. Os demais membros, de um total de seis, aguardam pela manifestação da magistrada Maria Abadia. Tudo indica que ela venha a pedir vistas de novo, sob alegação de tempo exíguo para avaliar os autos.

     Fabris está no olho do furacão por conta de uma denúncia que levou à detenção em flagrante de Sandra Rosângela Soares da Silva, moradora de Poxoréo. Ela estaria oferecendo R$ 25 por voto em favor de Fabris, na campanha do ano passado. Sandra foi presa em sua casa. Na cozinha, dentro de uma caixa de isopor, foi encontrada uma caderneta contendo 99 nomes, números de títulos eleitorais e seções e alguns telefones. Para o MPE, a caderneta é a prova cabal de que o parlamentar cometeu crime eleitoral gravíssimo.

    O relator do processo se mostra convencido de que Fabris não é inocente. “A defesa (Sandra) que primeiro confessou que cooptava eleitores, agora argumenta que os nomes referidos na caderneta são de pessoas que participariam de um arrastão. Mas para quê anotar nomes para um simples arrastão? A depoente afirmou que tinha uma encomenda de salgados para fazer e que por isso não ocorreu o arrastão. Para mim, a captação está clara e ilícita”, disse o relator Antonio Horácio. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já tem uns dois domingos que sinto vergonha do meu estado, "na questão política, partidária ou administrativa" quando vejo aquelas reporgens do fantástico monstrando o decanso com a educação em MT. Agora, domingo que vem, se for veiculada a reportagem de cassação dos deputados, inclusive desse que terceirizou sua campanha em todo estado, pouco viajou e teve votos em diversos municípios muito semelhantes a esses de Poxoreu, vou ficar orgulhoso de MT, não importa que aqui tenha compradores de votos, o que interessa é que as autoridades desse estado estão atentas aos ilicitos que estão cometendo, o que importa é que temos que ficar conhecidos lá fora como um estado que cumpre as leis, temos que ser referencia não só no agronegócio, se quizermos vender o nosso tão prolatado biocombustível e principalmente se que a obrigação de mostrar aos investidores que aqui a coisa é séria,


Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...