Últimas

Domingo, 07 de Outubro de 2007, 07h:58 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Troca no Incra dá ao governo 2 votos pró-CPMF

Num jogo de barganha, Lula atende ao pedido do senador Jonas e substitui no órgão em MT o petista Leonel por Bosco e atrai também Jaime Campos

    A queda do petista Leonel Wohlfahrt da superintendência do Incra em Mato Grosso e a nomeação para o mesmo cargo do servidor de carreira João Bosco de Moraes, ligado ao DEM, passou por uma negociação no Palácio do Planalto e foi parar no Congresso Nacional. Foi uma manobra do presidente Lula, que aceitou o jogo de barganha por cargos da oposição light, tudo para garantir R$ 40 bilhões por ano com a aprovação da emenda constitucional que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

   Ao mandar substituir Bosco por Leonel - leia mais aqui -, o governo garantiu mais dois votos no Senado a favor da CPMF, os dos mato-grossenses Jonas Pinheiro e Jaime Campos. Jonas fez pedido pessoal para que Bosco fosse escolhido superintendente. Lula o atendeu e, "amarrou" Jaime também. Mesmo contrariando orientação da direção do DEM, que está até fazendo campanha contra a CPMF, Jonas e Jaime devem votar com o governo.

   Quanto à senadora Serys Marly (PT), que sentiu-se derrotada porque foi ela quem havia emplacado Leonel no Incra, em 2003, Lula não vê problema. Sabe que a petista esperneia e chora mas, no fritar dos ovos, votar sob orientação do Planalto.

   Jonas e Jaime nem parecem que integram a oposição. Não são acostumados a seguir doutrina partidária. No processo de nomeação de Luiz Pagot para o Dnit, por exemplo, ambos foram os únicos do DEM que defenderam a indicação.

   A barganha do governo para cooptar aliados pró-CPMF no Senado não colocou em leilão apenas o Incra-MT. As mudanças atingem cargos em estatais, bancos e fundos de pensão que administram quase R$ 700 bilhões. A gestão fisiológica destinada a satisfazer 11 partidos de uma base de apoio no Congresso com tamanho nunca antes visto na história do país tem produzido até o rodízio de aliados nas estatais e no segundo escalão. Esse rodízio possibilita o deslocamento de um aliado para abrir espaço para outro. Já aconteceu na Petrobras e deverá ocorrer de novo.

   Loteamento

   As jóias em disputa pelos partidos da base aliada incluem um seleto e bilionário lote, com diretorias na Petrobras, Eletrobras, Banco do Brasil, Furnas, Eletronorte, Correios, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Banco da Amazônia, Companhia Nacional de Alimentos (Conab), Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Departamento Nacional de Infra-Estrutura em Transportes (DNIT), Infraero, Itaipu, Previ, Funcef e Petros, estes três últimos fundos de pensão que administram cerca de R$ 75 bilhões só para investimentos anuais.

   O governo Lula, mais do que os anteriores, se vê obrigado a atender à sanha partidário-fisiológica, primeiro por causa do tamanho da coalizão de governo; segundo, porque, a partir da reeleição, Lula passou a ceder à pressão dos aliados e, com essa atitude, atraiu mais e mais pressão, a ponto de ver-se envolvido numa armadilha que não desarma nunca. Além do mais, como o tempo é muito curto para a aprovar a prorrogação da CPMF, os representantes da coalizão perceberam que havia chegado a hora de resolver tudo de uma vez só. (Com Agência Estado)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais um exemplo de Picaretagem Politica em vés da oposição trabalhar para a correta aplicação dos impostos arrecadados, a maioria negocia até a alma para participar da gastança.
    A corrupção no Pais cosome mais de R$ 100 bilhões por ano e atitudes como esta, só contribue para aumentar esta praga de dificil cotrole.
    Pergunto quando o PT era oposição, acontecia isso também ? Câde os Petistas Combatívos ?

  • Prof. Alessandro Bello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Brunetto,

    Esse PT que vc ta procurando NÃO EXISTE MAIS......

    Ideologia???!!!!???....só quando era oposição agora é só Corrupção e Acordão...o Povo ??? ..que se dane.....

    Que pena...mas é verdade...

    ATT.

    Prof. Bello

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...