Últimas

Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2009, 17h:27 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

JUDICIÁRIO

TRT condena Makro a pagar R$ 20 mil após revista íntima

   O Tribunal Regional do Trabalho condenou o supermercado Makro Atacadista SA ao pagamento de R$ 20 mil a título de danos morais à ex-funcionária Nayara Lima Tita de Oliveira e Silva. Ela alega ter passado por situação vexatória ao sofrer revista íntima nas dependências do estabelecimento durante o período em que trabalhava no local. 

   Conforme o advogado de Nayara, Pedro Augusto Barbosa, da Grings Advocacia, sua cliente era obrigada, assim como outros funcionários do Makro, a levantar a blusa até a altura dos ombros todas as vezes em que fosse ao banheiro. A revista era feita por um mulher, no período da manhã, e por seguranças do sexo masculino durante a tarde.

   Nayara não obteve êxito em primeira instância. O juízo entendeu que ela não havia sofrido constrangimento, já que, segundo ele, a revista íntima só se caracteriza se ocorrer de forma completa e não apenas ao erguer sua roupa até a altura dos ombros. A defesa então decidiu recorrer da decisão. No TRT, a desembargadora Leila Calvo, relatora do processo, entendeu que o pedido de indenização por danos morais era perfeitamente cabível.

   O advogado de Nayara explica que sua cliente foi demitida ao não se submeter à revista. Desde então, Nayara teria apresentado quadro clínico grave de depressão, agravado após a decisão de primeira instância. (Flávia Borges)

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que eu quis dizer é que tem muita gente enaltecendo a atitude da Justiça em condenar o Makro, mais não vi ninguem citando os casos em que a empresa foi prejudicada em milhões, e pode sim ter ocorrido o fato de a funcionária ter roubado, pois eu já trabalhei no Mercado Makro,e tbm no Modelo e já presenciei funcionários furtando vários objetos então não seria de se esntranhar tal atitudes, até por que oso donos devem estar revoltados pelos desfalques causados por funcionários mau carater.

  • Constança Medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Primeiramente, parabéns ao Juízo de 2º grau do TRT. Qto ao Juízo de 1º grau q vergonha, gostaria de saber se fosse a esposa, filha ou mesmo mãe desse Magistrado, se tal situação extremamente desconfortável, seria como fora dito por ele, normal, é aquele velho ditado, pimenta nos olhos dos outros é referesco !!!

    Parabéns a DD. Drª Leila.

  • marcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    AFF,ISTO É INCRIVEL,VINTE MIL SÓ?
    SE FOSSE EU O BARRACO MESTAVA ARMADO,
    SÓ AQUI MESMO QUE ACONTECE ISSO E SERÁ QUE CONTINUA A REVISTYA?

  • André G. Nascimento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Carol Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Espero que não mais façam esse tipo de coisa com os empregados, como cliente do Makro não é de me admirar que sejam os empregados tratados desse modo, pois basta entrar lá que vc sente o desmotivação dos empregados.

  • Flávia Medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    As empresas devem entender que a exploração do trabalhador não é excessão mais regra no Brasil e no mundo, contudo dificilmente o trabalhador insurge contra seus patrões se ele é bem tratado e respeitado, realmente ser revistado não só é humilhante, mas a pior agressão moral que um ser humano possa ser constrangido a sofrer.

  • Estela Arcanjo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O importante é que providências foram tomadas... cabe a iniciativa dos empregados de se mobilizar e buscar seus sindicatos para as medidas cabiveis.quanto da condenação acho que foi justa se mostrado sabia e sensibilidade. Abrçs

  • Carmem Maisa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    tenho uma vizinha que trabalha no Makro e comentei o fato apos ler essa reportagem e ela me confirmou o fato. Fiquei perplexa pelo que ela me disse, as vezes por necessidade as pessoas se submetem a cada absurdo, a punição da empresa não apenas é justa mais intimamente comemorada por cada funcionario que sofreu essa humilhação.

  • Teresa Cristina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que sirva de lição a condenação e vai a sugestão: poderia o site promover informações sobre como deve proceder um empregado que seja vitima de revista intima, o que a lei lhe garante e como funciona. aguardamos uma orientação.

  • Vagner | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns ao TRT por se mostrar cumpridores com os deveres da jurisdição, gostaria de aproveitar a oportunidade para desabafar, pois como advogado atuante na aréa trabalhista vejo um surgimento de novos juizes de posicionamento neo-liberal que vêem por exemplo, um grevista como subversivo, ou uma revista intima como algo permito e possivel pela liberalidade da empresa, e triste que essa nova geração esteja se esquecendo de tudo que custou a nossa nação até a instaração da constituição de 88 e a tão esperada democracia, é necessario que as turmas do TRT mantenham se atentos as decisões desses novos juizes para evitar injustiças continuadas.

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.