Últimas

Segunda-Feira, 11 de Maio de 2009, 19h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

DEBATE

Tucanos deixam MT em segundo plano, dispara Maggi


Ao lado do presidente da AL, José Riva, Maggi homenageia PMs em solenidade na praça das Bandeiras
Foto: Lisânia Ghisi

Em tom sereno, o governador Blairo Maggi (PR) rechaçou nesta terça (11), ao chegar à solenidade de lançamento do programa Segurança Cidadã, na Praça das Bandeiras, em Cuiabá, as críticas do senador Jayme Campos (DEM) a sua gestão. Segundo o cacique democrata no Estado, Maggi deixou de lado velhos aliados que o elegeram para prestigiar partidos que nunca o apoiaram, como o PT, contemplado com a segunda pasta com maior orçamento do Executivo, atualmente ocupada pelo secretário Saguás Moraes, afilhado político do deputado federal Carlos Abicalil (PT) - saiba mais aqui. Maggi respondeu que faz parte do governo Lula desde 2002, quando ambos foram eleitos, e que os "laços apenas se estreitaram" na campanha à reeleição em 2006. "Já estávamos juntos com o PT em 2002 e esta relação ficou mais forte em 2006", reiterou. O governador ponderou, por outro lado, que reconhece o esforço de aliados, como o próprio DEM, para elegê-lo e manter nestes sete anos a base de sustentação do governo unida. "Eu tenho um lado nestes dois grupos. Mas penso que os descontentes devem se juntar, eleger o próximo governador e fazer uma gestão melhor que a minha", argumentou.

  Maggi disse que vai manter a aliança com o PT, pois a legenda prioriza a geração de emprego e renda, enquanto o PSDB, aliado de primeira hora dos democratas em nível nacional com reflexo em Mato Grosso, é um partido elitista. "O governo Lula, por exemplo, é voltado para o cidadão e criação de renda. O PSDB, por outro lado, deixa Mato Grosso em segundo plano e prioriza os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, só foca na elite e deixa a população de lado", disparou.

   Perguntado se mantém a disposição de não lançar candidatura ao Senado em 2010, Maggi assegurou que não mudará de idéia. "Nem mesmo um pedido do presidente Lula faria eu voltar atrás. Não há possibilidade alguma de eu me candidatar. Já tomei minha decisão", disse, sem deixar de mencionar que esta decisão não exclui a hipótese de assumir um ministério ou mesmo ser candidato a vice na chapa "encabeçada" pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, na disputa ao Palácio do Planalto.

   O governador falou rapidamente sobre as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e disse estar preocupado com o ritmo das execuções. "Estou temeroso porque quero que as obras cheguem ao final. Se não forem concluídas dentro do prazo, vou pedir uma auditoria em todas as obras", ameaçou, sem, no entanto, dizer se a fiscalização seria feita nas empresas que executam o PAC Pantanal, em que o governo estadual entrou com uma contrapartida de R$ 15 milhões, ou nas da Prefeitura de Cuiabá. (Andréa Haddad e Lisânia Ghisi)

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • toto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não GOSTO DOS TUCANOS, MAIS GOVERNADOR CONVENHAMOS O SENHOR DESDE QUANDO FOI CANDIDADO NO PRIMEIRO MANDATO JÁ COMEÇO MENJTIDO PARA O POVO, IA ACABAR COM O FETAB NÃO ACABOU, PORQUE SE ACABACE SENHOR NÃO TERIA CIDO CANDIDATO A RELEIÇÃO, O ICMS DA ENERGIA CONTINUA O MESMO, SE O SENHOR CONHECE OS BAIRRO DA CAPITAL É SÓ NA EPOCA DE ELEIÇÃO, QUAIS AS OBRAS DO GOVERNO BLAIRO NOS BAIRROS, POR ISSO SEUS AFILHADOS CANDIDATOS SO LEVAM SURRAS EM CUIABA E´AGORA TAMBEM EM SUA BASE ELEITORAL, POR QUEM SABE O MEDO SER CANDIDATO A SENADOR E POVO DAR ARESPOSTAS PARA O SENHOR NAS URNAS, O SENHOR NÃO TEM UMA OBRA GRANDE NOS BIRROS DE CUIBA POR ISSO QUEM SABE O SENHOR ASSUMINDO O PAC APARECEM ALGUMA COISA , SE NÃO FOSE O GOVERNO LULA A SUA ADMINISTRAÇÃO SERIA TOTALMENTE PIFEA

  • janio Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Governador entendemos seu desespero com re lação às criticas feitas ao PAC, é que cada vez que vcs batem o galinho mais cresce , inclusive em rondonópolis, governador abra o jornal e veja como está nossa (in)segurança pública, deixa Wilson trabalhar o PAC ta andando o senhrop não ve pq nao visita as obras.

  • Marcos César | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vi com triteza o discurso do governador,que cara de pau, aproveitou do momento para juntar com o PT, isso é oportunismo puro, quando diz que está ao lado do povo é outra mentira deslavado, só cuida dos seus interesses empresarial,qual projeto tem esse governo com o social, os que tem foram com dinheiro federal e outros ainda foram da época de Dante, chega Maggi, ninguém é bobo, a única ação sensata que o sr. Tomou e espero que não voltar atrás e abandonar a política, o sr. só faz falta para os seus puxa-sacos, para o povo não. O PR acabar quando acabar esse governo.Tchau.

  • jose pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Governador Blairo Maggi, com sua forma seria de governar fazendo justica com os impostos arrecadados, o senhor pertuba muita gente, especialmente os politicos profissionais. Tomara Mato Grosso nao caia em desgraca no ano que vem nas maos de um politico retrogado e viciado como estes candidatos que so pensam em votos , e vendem ate sua alma pro diabo. Nos apresente nomes da iniciativa privada, que ja temos certeza que vale a pena colocar alguem deste naipe.

    Meus Parabens

  • alan | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    as viaturas vão ser novas, quero ver depois quando precisar de revisão asistencia tecnica, se vai demorar na oficina...

  • motorista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    pessoal internautas e autoridades, vou sempre a leverger, e quando volto la pelas 15h ou mais a tardezinha fim de semana ou dia desemana, o pesoal volta da pescaria, de almoço, mtos alcolizados, até hj não vi nenhum operação na rodovia leverger a cuiaba com bafometros, motoristas em alta velocidades, vai um alo ai pro comandante responsavel pela rodovia mt 040 e leverger a cuiaba fiscalizar mais essa rodovia...

  • Juca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quanta HIPOCRISIA sr. Governador,a menos de duas semanas o sr. autorizou a promoção de dois de seus Cte.CHEFES ,ao posto mais alto da PMMT ,passando por cima até mesmo dos estatudos da corporação ,agora quer alizar o resto ! De uma olhada na escalada da violencia em MT,principalmente em Cuiabá e V.Grande onde esta o Plano de Segurança ,por muito menos o Conselho Nacional
    ja tinha posta a cara aki ,porém sua ligação com o PT não deixa isso acontecer né,e as estatisticas só crescem ,o sr. tem uma segurança pessoal (REFORÇADA) e o povo matogrossense ,quem mandou ser o POVO não é,
    este que se lasque ,deparar com cadaveres na rua mortos por rixas pessoais ou pela polícia ,tanto faz não lhe incomoda no alto de seu pedestal ,Hipócritas isto sim ,somos em achar que esta tudo correto ! Carros novos p/bombeiros mto bom é OBRIGACÃO dos governantes ,mas deixar que o crime tome conta do Estado é triste ,uma pena que o povo tem memória bem curta ,uma pena .

  • Paulo Sérgio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma pena que depois de se comportar como estadista, o governador Maggi se mostra demagogo. O governo Lula está colhendo frutos da era FHC. Para investir hoje no social foi preciso consertar o lado economico. E ele (Blairo) sabe disso. Infelizmente opta por defender o governo mais corrupto da história.

  • fidel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A humildade é uma virtude ,que esta faltando em nossos governantes,por isso as obras os benéficios e ate as realizações para o bem do povo é prejudicada.Tudo isto pela picuinha e pequenez dos nossos governantes. E o senhor Blairo ,o senhor tinha tudo para ser o grande líder deste estado ,porem tornou-se mais um blefe da história,mais um blefe da politica mais um blefe do Paiaguas

  • Eduarda Mello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O governo vem falar em criação de renda?????
    Quem já ouviu falar na Pasta de Trabalho, Emprego e Renda deste Governo???? Não existe, pois é uma Secretaria que somente faz casamentos. Onde estão os postos do Sine??? Procons???? Ora, dá licença chô mano!!!!

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...