Últimas

Sexta-Feira, 24 de Outubro de 2008, 15h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CÁCERES

Túlio liga juiz à família Henry e pede afastamento

Candidato derrotado nas urnas, Túlio Fontes    O candidato a prefeito de Cáceres derrotado nas urnas e ex-prefeitoTúlio Fontes (DEM) solicitou ao Tribunal Regional Eleitoral a substituição do juiz-titular da 6ª Zona Eleitoral de Cáceres, Geraldo Fidélis. Segundo ele, o magistrado atrasou o julgamento de vários processos referentes às eleições. Túlio contesta a vitória de Henry porque, conforme ele, o progressista carrega nos "ombros" o peso de 6 pedidos de cassação de registro de sua candidatura. A coligação que apoiou Túlio, batizada de "Cáceres Com a Força do Povo", argumenta ainda que a medida foi tomada para preservar a imparcialidade nos processos judiciais relativos ao pleito deste ano.

   Túlio perdeu a disputa para o prefeito Ricardo Henry (PP). O democrata obteve 20.821 votos nas urnas, enquanto Henry "ostentou" 21.343 votos. A coligação aponta outros indícios de que o juiz Geraldo Fidélis teria sido parcial em relação aos processos eleitorais no município. Cita, como exemplo, o fato do magistrado comparecer quase diariamente às emissoras de TV e de rádio da família Henry para conceder entrevistas.

   O grupo de apoio a Túlio destaca ainda que o magistrado é filho do ex-prefeito de Cáceres, Valter Fidélis, que até meados deste ano era presidente do PMDB no município, um dos partidos que apoiaram o projeto de reeleição de Henry, irmão do deputado federal Pedro Henry. (Flávia Borges)


Geraldo Fidélis, juiz da 6ª Zona Eleitoral de Cáceres: polêmica

(17h10) - Juiz diz não ter conhecimento sobre assunto

   O juiz-titular da 6ª Zona Eleitoral de Cáceres, Geraldo Fidélis, afirmou em entrevista ao RDNews, que ainda não foi notificado sobre o pedido de seu afastamento protocolado pelo ex-candidato a prefeito de Cáceres, Túlio Fontes. "Não estou sabendo de nada oficialmente. O que eu sei, foi o que vi na imprensa. Dessa forma, prefiro não me manifestar ainda", afirmou o magistrado.

   Ele se limitou a dizer que sempre trabalhou de forma honesta e dedicada. "A maneira que trabalhei em Cáceres, todos conhecem", finalizou.

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Finalmente o grupo político do Túlio Fontes abriu os olhos e enxergaram a realidade dos fatos, sito alguns:

    - O Juiz Geraldo Fidélis compareceu em diversos atos da Campanha Eleições Limpas acompanhado por advogado dos Henrys (adv. Marcelo Horn, por exemplo). (e não venham dizer que isso é natural, já que acompanhado dos advogados do Túlio não o vi nenhuma vez);

    - Na programação da TV Descalvados (precisamente no Aqui Agora) O Juiz Geraldo e Pedro Henry, praticamente, revezavam nas entrevistas, as quais demoravam quase a totalidade do jornalístico;

    - No Colégio CEON (local onde concentra um grande número de eleitores ) a presença do Pedro Henry, do Ricardo Henry, e de sua trupe, não foram suficientes aos olhos do Juiz para confirmar uma boca de urna.. Ps.: este episódio foi d++, todos que viram ficaram estarrecidos com a inércia do Magistrado;

    - E como já disseram: O pai do Magistrado apoia e apoiou o grupo político dos Henrys

    ** Sem dizer que o Dr. Geraldo Fidélis foi emplacado Juiz Eleitoral em Cáceres, por substituição ao Dr. Adalto, por motivos não muitos esclarecidos à sociedade, depois de já iniciado o processo eleitoral.

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma mensagem para você - CHORÂO TULIO FONTES

    Não levantarás falso testumunho contra teu próximo

  • valdomiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo o conhecimento que eu conheço o Meretissimo Juiz de direito Doutor Geraldo , eu caro amigo tulio a vossa excelência esta enganado porque o magistrado não se envolve em politicas.Isso é mais um meio desesperado de quem perdeu as eleições.Mas doutor Geraldo eu conheço o seu trabalho e eu sei que o senhor jamais iria tende pra um grupo politico.

  • Luter França | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Marcelo Horn, é advogado de Tulio

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Luter França vc está mal informado, Marcelo Horn era advogado do Túlio, inclusive trabalhando com ele qdo foi prefeito, mas na última eleição, por um motivo desconhecido, passou a integrar o rol de apoiadores do Ricardo Henry.

    Se bem que para ser diretor da Faculdade de Direito da UNEMAT o Marcelo foi apoiado pelo grupo do Pedro Henry, talvez seja esse o motivo da mudança de lado.

  • Francisco Afonso Jawsnicker | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não posso afirmar que não ocorreram irregularidades nas eleições de Cáceres. Como não posso afiançar a absoluta lisura de qualquer eleição, aqui ou alhures.

    No entanto, tenho absoluta certeza da correção, honradez e honestidade do Dr. Geraldo Fidélis.

    O candidato derrotado tem todo o direito de se insurgir contra o resultado das urnas, porém é leviano e inconseqüente ao atribuir ao Dr. Geraldo qualquer participação nessas irregularidades.

  • Lúcio Lindote | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aqui vamos novamente....

    Nosso bebê chorão mais uma vez tentando atribuir uma derrota a terceiras pesoas, mas é assim mesmo quem tem a soberba dele é complicado aceitar que existe alguém melhor.

    De qualquer forma, vamos as repostas, primeiro o Dr. Valter(pai do Dr. Geraldo) não é presidente do PMDB desde agosto de 2007, data esta, que marca seu afatamento do partido e da política.

    De fato, o Dr. Geraldo usou muiuto da televisão e da Rádio aqui em nossa cidade, porém sempre para promover a campanha Eleições Limpas ou fazer esclarecimentos a população sobre as eleições.

    A lisura do Juiz foi tamanha, que as duas televisões que o nosso amigo chorão/derrotado alegar ser do Henry foram proibidas, isso mesmo PROIBIDAS participar da transmissão do programa eleitoral gratuito.

    Quanto aos direitos de respota, o chorão/derrotado esqueceu que o Dr. Geraldo na última semana das eleições concedeu no penúltimo programa do Ricardo, 6 minutos e 53 segundo de direito de resposta em favor do Túlio, e mais, o último horário do programa dos candidatos á verador do Ricardo foi tirado do ar.

    Agora, me vem o Bebê chorão, primeiro acusar compra de votos, agora ataca covardemente a pessoa nesta cidade que mais presou pela lisura nas eleições.

    Eu digo de cadeira, pois sou Advogado do Ricardo no processo eleitoral, e, senti na pele o peso da decisões do Dr. Geraldo á favor do Túlio.

    Para mim, não passa de esperneio de derrotado que insiste em não aceitar os fatos de que mais uma vez foi rejeitado.

    Ficaria, muito melhor se o Sr. Túlio admitisse a derrota, levantasse tirasse a poeira e partisse para a proxima cheiro de razão.

  • Mario Milton Fonseca da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Jack | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha pelo o q eu conheço o Dr Geraldo, Fez muita falta aqui na eleição de Juina q na eleição passada juina passou até na Rede Globo com a 1° cidade em ter mesario 100% volutario, fez um exelente trabalho, quando a pessoa perdi a eleição tem q colocar a culpa em alguem infelismente o Sr Tulio esta querendo colocar a culpa no Dr. Geraldo q é uma pessoa atenciosa com toda a midia d juina quando morava aqui radio TV site Revista, pode saber Dr q o Sr faz muita falta aqui em juina quem conhece o trabalho do ser sabe q isso é mentita.

  • PAULO PEREIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha gente, em Cáceres a coisa foi vergonhosa. meus familiares moram lá e eles afirmam que foi algo fora do comum. O prefeito teria perdido a reeleição não fosse a compra de votos. Esse tal de Pedro Henry é brincadeira, até agora esse cara manda na cidade mesmo com o nome sujo no mensalão.
    O Túlio Fontes abriu o olho, mas me parece tarde demais, o que ele reclama do Juiz em cáceres tem acontecido pior em várias outras cidades e o TRE nao viu nada. Alias, sobre o TRE fique tranquilo que nao acontece nada. o TRE é míope nao fiscaliza nada. este foi o pior ano em compra de votos em todo estado e nada vai acontecer. Cuiaba teve compra de votos escancarada. eu mesmo denunciei ao TRE e quero ver no que vai dar. Espero que o tribunal de justiça possa - em tempo - subtituir este juiz urgentemente, sob pena de macular ainda mais o processo.

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.