Últimas

Sábado, 27 de Dezembro de 2008, 12h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÁCERES

Túlio terá Kishi no staff e critica veto à transição


Prefeito diplomado Túlio Fontes (à dir.) diz que seu vice Wilson Kishi vai ocupar pasta de Finanças, Administração ou Governo

  O prefeito diplomado de Cáceres (a 210 km a Oeste de Cuiabá), Túlio Fontes (DEM), anunciou neste sábado que o seu vice Wilson Kishi (PDT) será secretário. Ele avalia três opções para nomeá-lo: Finanças, Administração ou secretaria de Governo. Segundo o democrata, esse foi um compromisso de campanha. Conta que em discurso sempre lembrava que Kishi será um vice que trabalha, diferente do que aconteceu com seu primeiro vice no mandato de 2000 a 2004. "O Kishi é atuante e tem bom perfil para qualquer função. Ele foi vereador por cinco mandatos, entende e tem capacidade na administração pública".

  Mesmo a cinco dias de tomar posse, Túlio Fontes garante que não definiu seu secretariado. Ao todo são 12 nomes que comporão o staff. Ele só deve fechar o quadro na próxima quarta (31), um dia antes da posse. Não arrisca citar nenhum outro nomes, senão o de Kishi. Se limita a dizer que há conversações e que vai prestigiar representantes de partidos aliados, como PT, PSDB, PDT e o próprio DEM. "Partidos que nos ajudaram dentro do critério de competência, honestidade e lealdade serão prestigiados".

   Túlio admite que os embates jurídicos ainda trazem instabilidade para o município porque o prefeito reeleito Ricardo Henry (PP), cassado em dois processos pelo TRE por crimes eleitorais, ingressou com recursos na tentativa de derrubar a decisão do Tribunal. Ele reclama também de não ter conseguido ainda acesso aos dados da prefeitua.

  Afirma que protocolou em 19 deste mês, um dia após sua diplomação, um pedido solicitando ao prefeito e adversário político Ricardo Henry abertura de espaço para a equipe de transição poder levantar informações. O prefeito diplomado assegura que não obteve qualquer retorno. Dessa forma, vai tomar posse em 1º de janeiro sem, antes, conhecer os números reais da administração, como quadro de servidores, despesas com folha, projetos, obras e como está o caixa da prefeitura. Garante que hoje mal sabe que o orçamento global do município para 2009 será de R$ 89,5 milhões.

    Transição

   Túlio Fontes rebate os argumentos de Henry, segundo os quais o então prefeito, em 2000, não o permitiu que nomeasse uma equipe de transição. Segundo o democrata, à época em que era prefeito Ricardo Henry não participou da transição porque não quis. Lembra que até encaminhou 4 ofícios ao atual prefeito, comunicando-o que as portas da administrava estavam abertas para receber a nova equipe.

   O democrata diz ainda que está preocupado com as finanças da prefeitura e também com alguns procedimentos administrativos que, senão realizados neste final de ano, podem trazer ônus à próxima gestão. Disse que ficou sabendo que não houve, por exemplo, limpeza das cerca de 1,3 mil bocas-de-lobos e nos canais. Observa que, pelo perímetro urbano ser beira de pantanal, a administração precisa desobstruir todas as passagens neste período de chuva para evitar que a cidade fique alagada, como aconteceu em 2006.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Carlos Santili | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Túlio começa bem ao abrir espaço na gestão para Kishi. Essa dobradinha tem tudo para recuperar Cáceres desses 3,5 anos de abandono da gestão Henry e que tentaram encobrir com obras eleitoreiras mal feitas de véspera de eleição. A cidade, depois de 5 de outubro, foi vendo as obras diminuírem significativamente de ritmo, até pararem totalmente depois da decisão do TRE. As ruas estão esburacadas, mesmo as do centro, o lixo se acumula pelas calçadas, os córregos transbordam sem manutenção nem limpeza. Enfim, esses últimos dias representam fielmente a gestão de Ricardo Henry, que se fosse realmente uma pessoa de bem abriria a Prefeitura para a transição e trabalharia até o último dia de seu mandato (que, felizmente, está chegando), como fez Túlio em 2004. Mas é como dizem, cajú não dá manga......

  • PEDRO PAULO BARROS LIMA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É INDISCUTIVEL QUE O NOME DO WILSON KISHI DEU CREDIBILIDADE E SERIEDADE A CHAPA LIDERADA PELO TULIO FONTES,UM JOVEM DESLUMBRADO,QUE PRECISA DESCER DO SALTO E SER MAIS HUMILDE,ALIAS PREDICADOS QUE SOBRAM PARA O KISHI.

    SE O TULIO PRESTIGIAR O KISHI,TEREMOS UMA BOA ADMINISTRAÇÃO NA PREFEITURA DE CACERES,POIS BOM SENSO,EQUILIBRIO,SENSATEZ,HONRADEZ E HONESTIDADE,O VICE KISHI TEM DE SOBRA.

    PARABENS POVO DE CACERES , VAMOS RESPIRAR UM POUCO,CHEGA DE CAPATAZES E FEITORES.

  • Mário Quidá | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cáceres ganha!!!

    Parabéns! Túlio e Kishi juntos têm tudo nas mãos para fazer a melhor administração da história de Cáceres.

    E não adianta boicote do nosso Deputado, pois acabara a época que comandara a bancada!

    Temos apoio sim!!

    Novos tempos!!

    Menos sombrios!!

    Embora certos Ministros estão voltando de férias no TSE!!! Veremos! Estamos de olho! O MCCE tb! O MP tb!

  • D.Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os futuros gestores de Cáceres precisam trabalhar na projeção de uma cidade para os próximos 20 anos, que vai muito além desse espetáculo de quem vai ou não vai ser prefeito. A Câmara de Vereadores também precisa a verdadeira coadjuvante em um projeto de governo que está bem longe das picuinhas e da preservação de poder pela mercantilização das vontades da população. Ao invés de transformar a política em cenário de troca de farpas, que todos olhem para frente, com uma educação de base com mais avanços e reestruturação do setor viário urbano, e investimento pesado em honestidade nos meios políticos. Seria pedir demais?
    Os políticos com poder de voz mais parecem aquele velho leão da Metro GM, solta o eco para os outros aparecerem. Cáceres é muito mais que os ecos mudos do enriquecimento ilícito.

  • João Batista de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por que será o ex-prefeito Ricardo Henry não permitiu que a equipe de transição do prefeito Túlio entrasse na prefeitura, será que tem muita sujeira jogada sob o tapete? Se tiver, não dá mais tempo para limpar. E as bocas de lobo, será que não foram limpas para que, caso chova após 1º de janeiro o povo se revolte com o prefeito, que será Túlio Fontes com certeza? Esses irmãos Henrys (ambos cassados) já vão tarde.

  • Maria Rosário Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Túlio, sempre que for fazer uma ação na cidade, seja democrático e pense no povo. Já estamos cansados de ver tanta arrogancia.
    Sabemos que vai ser dificil trabalhar com a imprensa contra, mas vc tem o apoio do povo.
    É um fardo pesado, mas depositamos muita esperança em voce.
    Felicidades à nova gestão e a todos cidadãos de bem de cáceres.

  • Maria Aparecida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso ai Túlio, parabéns, você e seu vice merecem. Ouvi falar mto bem de vcs. Aqui em Leverger vai acontecer o mesmo, Glorinha Garcia vai ser diplomada sim. a Justiça falha mas não tarda principalmente a divina.

    CHEGA DESSA CORRUPÇÃO.

    2009 é Glorinha e Túlio no comandoooooooooooooooooo!!!

  • william | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MEUS PESAMES CACERES, VCS ESTÃO BEM DE CANDIDATOS, HENRI E TULIO...BOA SORTE

  • José Leôncio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O prefeito de Cáceres Pedro Henry foi cassado por motivo menor do que comprar votos, aqui em Rondonópolis vai acontecer do mesmo jeito é só acabar o recesso que o pau vai cair a folha nego. O zé vai ser prefeito no máximo 60 dias. Logo vai voltar o Adilton com a sua turma, a turma que sabe trabalhar, mas queremos que o Ministério Público acompanhe de perto estes minguados dias do zé e sua turma.

  • Manoel Garcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    Caros candidatos que não foram eleitos, eu ainda creio na democracia, e para Cáceres foi eleito Ricardo Henry e Manezinho, e nda vai mudar isso, mesmo uma decisão judicial, porque ainda temos até 31.12.2008.

    Lembrem-se

Apelo dramático da Santa Casa de ROO

bianca talita 400 santa casa roo   A superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, Bianca Talita (foto), fez um apelo dramático nesta terça, num grupo de WhatsApp, esperando sensibilizar o prefeito Zé do Pátio a repassar com urgência os recursos que estão repressados no Fundo Municipal de...

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...

Deputado defende cultos com até 600

sebastiao rezende 400   Num momento em que a segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus avança em MT, levando o governo a retomar medidas restritivas para evitar colapso, já que cerca de 90% das UTIs estão lotadas, o deputado Sebastião Rezende (foto), da Igreja Assembleia de Deus, teve a...

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto), que não tem a ver com o caso....

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...