Últimas

Domingo, 25 de Outubro de 2009, 17h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

DEPOIMENTO

Um estradeiro com festa, conflitos, natureza e acidentes

  Patrícia Sanches
  Enviada Especial




Comitiva caminha pela 235 e acompanha inauguração às margens do rio Papagaio; motorista capota veículo

    Com percurso de mais de mil km, a expedição Estradeiro liderada pelo governador Blairo Maggi, com início na sexta (23) em Cuiabá é término em Sapezal no sábado à noite, foi marcada por momentos de descontração, mas também tenso. Num sol escaldante, presenciei quase tudo, de belezas naturais a acidentes e brigas. Logo às 7h da sexta, autoridades, curiosos, empresários, jornalistas, empreiteiros e políticos de várias partidos se amontoaram no trevo da Guia, ponto de partida da comitiva. Nem todos estavam conscientes do que teriam pela frente. Dez jornalistas embarcaram comigo no micro-ônibus. Logo percebi que, mesmo com a estrada asfaltada, “comeríamos poeira”, já que nosso veículo não era páreo para as caminhonetes e o carro 001 dirigido pelo governador.

    Na primeira etapa, nosso grupo alcançou a comitiva somente em Campo Novo do Parecis (a 380  km de Cuiabá). Almoçamos rapidamente e só aí foi possível fazer a primeira entrevista com Maggi. Logo chega a notícia sobre um acidente automobilístico envolvendo o deputado Antônio Brito (PMDB) que, no desespero para alcançar a comitiva, acelerou demais, atropelou um cachorro, perdeu o controle da direção do veículo Corolla, que pertence à Assembleia e que estava à disposição do seu cabinete, e acabou parando no meio de um pasto. Felizmente todos sobreviveram e sem consequências graves - saiba mais aqui.

     Como ficamos para traz, perdemos oportunidade de cumprir algumas pautas. Em Tangará da Serra, por exemplo, quando chegarmos, o governador já tinha praticamente se reunido com o prefeito Júlio Ladeia. Mesmo em meio ao atraso curtimos a mudança de paisagens que, do cerrado, passou à floresta amazônica. Tiramos fotografias de recordação e conferimos se o asfalto feito pelo governo realmente era de qualidade. O único problema é que, apesar de nas cidades termos sinais de telefone e de banda larga de internet, no restante do período, durante os intermediáveis percursos, ficamos incomunicáveis. Foi difícil convencer a minha editora Flávia Borges e o diretor Romilson Dourado sobre a demora na produção de matérias. Quase fui demitida.

   Foi aí que senti dificuldades em relatar tudo o que estava acontecendo aos leitores. Aproveitei a hora do almoço para redigir um texto rápido e, somente em Juína, no hotel, após a primeira inauguração da obra, a pavimentação da MT-170, é que pude contar alguns fatos. Antes, porém, vi uma cidade parar. Pessoas ficaram à beira da rodovia para receber o governador. Dizem que uma imagem vale por mil, neste caso ela traduzia o tal sentimento de “liberdade” que parecia transpirar em cada pessoa. Acompanhei o discurso de Maggi, que, para mim, parecia uma despedida apesar dele garantir que fará "muita coisa até abril", quando deve renunciar ao mandato para, fora do Palácio Paiaguás, construir sua candidatura ao Senado. Ouvimos umas três músicas de Zezé Di Camargo & Luciano e seguimos para Brasnorte para pernoite, pois em Juína não havia mais vaga nos hotéis.

    Em Brasnorte, por volta da 1h do sábado, eu e minha colega de quarto Ana Paula Bortoloni, do jornal A Gazeta, aproveitamos o aconchego e a companhia da internet para escrever algumas matérias e, enfim, descansar. Às 8h30 já estávamos no Estradeiro de novo, desta vez rumo a Sapezal, município desbravado pela família Maggi. Somente pela manhã soubemos que uma das caminhonetes que levavam jornalistas da Secom também havia se envolvido num acidente com um carro de passeio, mas ninguém se machucou.

O cacique João Garimpeiro, aos 99 anos, referência da região   A 40 km de Sapezal o grupo parou numa pousada, às margens do rio Papagaio. Acompanhamos os discursos na solenidade de inauguração do asfalto da MT-235, a Rodovia dos Índios. Fizemos novas entrevistas e apreciamos as belezas naturais do lugar. A sensação era de que estávamos num paraíso. Fui atraída para um banho naquele rio de águas cristalinas. Tirei fotos com colegas jornalistas. O cacique João Garimpeiro, aos 99 anos, se tornou o símbolo do evento. O tempo passou rápido e saímos rumo à fazenda de Maggi, que já estava nos aguardando para uma nova conversa.

   No trajeto, nos deparamos com um acidente. Um dos funcionários da fazenda do governador perdeu o controle do carro e capotou. O impacto foi tão violento que o corpo voou, provavelmente pela janela. O motorista foi socorrido às pressas. Ele estava consciente. O condutor do micro-ônibus errou o caminho, o que atrasou a chegada à fazenda. Numa roda, discutimos com Maggi diversos assuntos. Falamos principalmente sobre política e lançamos questionamentos sobre a administração pública.

   Depois, fomos conhecer de perto a pequena Sapezal. Numa contagem regressiva, jantamos e fomos direto para a cerimônia de inauguração da MT-235. Na volta, houve uma divergência sobre o horário a ser estabelecido para voltarmos a Cuiabá. Os jornalistas se dividiram entre os que queriam ficar para o show e aqueles em defesa do retorno já. Por fim, deixamos Sapezal às 22h30 do sábado. Chegamos às 6h deste domingo. Na estrada, levamos dois sustos, um na estrada quando nos deparamos com uma espécie de barreira num dos lados da pistas e isso quase provocou acidente e, outro em Tangará da Serra, quando não achávamos um posto para abastecer. Essa foi minha rotina neste final de semana. Ainda bem que ganhei folga nesta segunda. E tem gente que acha que vida de jornalista é moleza.


Alguns jornalistas na comitiva, como Patrícia Sanches (RDNews), Rubens de Souza (24horasnews), que posa para fotografia abraçando Antonielle Costa (Midianews), Disney D´Paula (TV Record), Ana Bortoloni (Jornal A Gazeta), Venilson Ferreira (Agência Estado) e Jardel Arruda (site Olhar Direto, agachado)

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • eraldo mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ola este é para parabenizar a exelente matéria da nobre companheira de imprensa PATRICIA, parabem pela sua matéria bem refletivel, vi tambem no comentário das fotos, são gestos carinhos dos nobres leitores, me trocaram até o nome eu sou de fato ERALDO MENDES e não lima.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esses jornalistas fazem parte da imprensa-amestrada? como diz o enok ???

    Pronto esta refeito o meu comentario se não puder mandar resposta por aqui, mande pelo meu yahoo eu tenho direito a essa informação

  • jl | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com todo respeito IMPRENSA, mas esses reporteres nessa viagem vão mostrar só as partes bela das ESTRADAS, e não as esburacadas, por que sera?

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Antes de fazer estes estradeiros deveriam ensinar os políticos e seus assessores dirigir em rodovias, saí de Rosário Oeste de manhã cedo pra levar meu filho ao médico e próximo a Guia um dos primeiros veículos (todos carrões) jogou meu pobre corsinha pra fora da pista numa ultrapassem perigosa, digna de motorista de fim de semana. Pelo histórico da repórter percebi que esta tchurma aprontou muita barberagem pela estrada, não foi só comigo. Toma cuidado gorvernador, ou muda o meio de transporte ou troca os motoristas.

  • eduzin | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nome do cinegrafista nada na legenda em baixo quanto preconceito pois tambem estava cobrindo o evento.pode me responder pq.

  • EDSON SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Me pergunto onde estava os patrulheiros da prf que não puniu estes apressadinhos? gente pal que em chico da em francisco tbém, ou estou errado?

  • Wallace | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Patrícia pela cobertura. Só nós, jornalistas, sabemos como é esta correria.
    Abraço!

  • zeca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Calma gente, o Partido da República (PR) tem data e hora para acabar, quem disse isso foi o Maluf e milhares de pessoas, inclusive do próprio PR.

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...