Últimas

Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2008, 09h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

Artigo

Uma ameaça na TV

   As atitudes do dublê de deputado e apresentador Walter Rabello (PP), em seu programa diário na TV Cidade Verde (SBT), numa ânsia sensacionalista, são de uma inconseqüência assustadora. Pelo simples fato de não demonstrar preocupação com o transtorno que causa às pessoas e/ou famílias, por ventura, vítimas de sensacionalismo barato.

    Um exemplo claro dessa falta de ética e responsabilidade jornalísticas do apresentador - quando dissemina, pela TV onde trabalha e cujo programa, aliás, ele transformou em "palanque eleitoral eletrônico", informações mentirosas - pôde ser constatado recentemente com o "furo de reportagem" que ele deu, ao anunciar a "morte" de um filho do secretário de Justiça e Segurança Pública, o ex-deputado Carlos Brito.

    E fez isso com o garoto vivo e plenamente são, sem se preocupar em checar a veracidade da informação (?) que lhe chegava às mãos. E, menos ainda, sem dar a mínima atenção ao pânico, à dor e toda má sorte de problemas que o impacto de uma notícia (?) dessa natureza pode causar no seio de uma família – sobretudo, nos pais da pessoa que, viva, é anunciada como se estivesse morta.

   Considerando essa falta de critério do deputado Walter Rabello em suas críticas, comentários e até na apuração da informação que despeja sobre milhares de pessoas, surge aqui uma dúvida. Na verdade, trata-se de uma questão bem mais grave, por considerar o fato de ele ser candidato pré-declarado a prefeito de Cuiabá.

    É imperativo que se questione: Terá mesmo esse cidadão as condições éticas e morais (isto sem falar no preparo técnico e administrativo, que, de resto, sabe-se que ele não tem) minimamente necessárias para administrar a Capital mato-grossense, na hipótese de ele levar à frente sua candidatura - e, pior para todos, ganhar as eleições?

    Conjeturar sobre esse fato e possibilidade, ou seja, a eleição de Walter Rabello - por sinal, as pessoas mais conscientes e esclarecidas da sociedade cuiabana tremem só de pensar que um dia isso possa acontecer -, é um assunto público e necessário, até como alerta. Afinal, deve-se considerar o fato de que ele, eleitoralmente, não pode ser desprezado, pois se trata de um “fenômeno” em termos de votos. Com efeito, está aí a sua eleição recente para deputado estadual e, agora, o favoritismo como vem sendo apontado em todas as pesquisas de intenção de voto até aqui divulgadas e que se referem à disputa pelo comando do Palácio Alencastro, em outubro deste ano.

    Cevado no populismo irradiado pela TV e rádio e que encontra campo fértil para crescer e se espraiar, infelizmente, em vastas camadas da população – notadamente, naquelas compostas por pessoas menos instruídas política e culturalmente -, Rabello, nesse contexto, pode ser visto mais como ameaça de instabilidade política do que como proposta de avanço para se melhorar a administração de Cuiabá.

    O deputado do PP armou o seu "palanque eletrônico", que funciona fazendo propaganda eleitoral fora de época, diariamente. E, ao arrepio da legislação e numa clara afronta aos princípios democráticos e à própria Justiça Eleitoral, não pode ser tratado com desdém. Representa, realmente, um perigo institucional.

   Em sua fanfarronice histriônica, ele demonstra ousadia (às vezes, confundida com coragem) e aposta na lentidão da Justiça Eleitoral, além de brincar com o sentimento das pessoas, posando habilmente de vítima, quando questionado sobre o aventureirismo político e a falta de compromisso com a ética, ao difundir inverdades e distorcer fatos.

   Pior, o deputado utiliza o programa, na maioria das vezes, unicamente para explorar a miséria alheia, como arma de campanha eleitoreira, não oferecendo nada de útil à sociedade num veículo tão importante como a TV. Ademais, busca sempre se revelar dono absoluto da verdade. Assim, obtém o apoio dos incautos, dos menos avisados.

   Outros políticos locais, em outros canais de TV, a exemplo do dublê de jornalista do SBT, seguem a mesma linha do abuso, do insulto à inteligência das pessoas, sem nenhum senso do ridículo. O tristemente famoso ex-deputado Lino Rossi (PP), pelo jeito, fez escola.

   Voltarei oportunamente ao assunto.

Antonio de Souza é jornalista em Cuiabá (af-souza1957@uol.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...