Últimas

Quarta-Feira, 10 de Dezembro de 2008, 09h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

Artigo

Uma luta contínua

   Recentemente, autoridades governamentais e não governamentais de mais de 120 países reuniram-se, no Rio de Janeiro, no final do mês de novembro, durante o III Congresso Mundial de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, para mobilizar a sociedade e unir forças para que meninos e meninas tenham uma vida digna.

   Em todo o mundo, crianças e adolescentes são vítimas de abuso e exploração sexual. É preciso extirpar essa prática abominável que compromete os valores fundamentais da convivência humana. É necessário respeitar o direito à vida, à dignidade humana, à infância, e o direito à alegria e ao sorriso, que constituem a marca das nossas crianças e adolescentes.

   Durante o encontro, muitos caminhos foram apontados para a solução do problema, mas o mais importante deles e que merece atenção especial é o fortalecimento da família. É dentro de casa que as crianças e os adolescentes devem aprender sobre noções de sexualidade. As famílias são as maiores aliadas da sociedade contra esse tipo de violação. Uma família fortalecida é capaz de mudar padrões. Por outro lado, também exercem importante papel as escolas e professores, que estão no dia-a-dia com os alunos em sala de aula; os hospitais e agentes de saúde, médicos e profissionais de assistência social; e as organizações não-governamentais que atuam na área.

   Acreditamos que se a sociedade estiver fortalecida nossas crianças e adolescentes não cairão nas mãos de aliciadores e pessoas que se enriquecem a custa da exploração sexual.Mas alguns atores têm papel prioritário por conta da função social, como técnicos que trabalham no sistema de garantia, juiz de infância e juventude, promotores, conselheiros tutelares, os serviços de atendimento, que fazem desde a linha da prevenção ou trabalho direto com as vítimas, como abrigos, entidades com atividades socioeducativas e atendimento psicossocial.

  Os resultados do encontro já começam a aparecer. O Governo Federal anunciou mais recursos para as ações de fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários e o atendimento psicosocial ofertados nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que têm entre os seus objetivos proteger crianças e adolescentes da exploração sexual. O Governo de Mato Grosso também entra com uma contrapartida em cima dos recursos federais para ampliar as atividades de prevenção e combate a qualquer tipo de violação dos direitos, entre eles o da exploração sexual.

   Além de mais recursos, que servirão para estruturar melhor e potencializar as ações dos CREAS, o fortalecimento das parcerias, da concentração de esforços e da integração com a rede local dos municípios também são iniciativas que ajudam a enfrentar o problema e tem trazido resultados, bem como o trabalho acompanhamento e monitoramento dos serviços prestados nos municípios.

   Para o ano de 2009, em razão da demanda, estamos planejando a regionalização da prestação desses serviços, com co-financiamento dos municípios organizados em sistema de consórcio, aos moldes do que ocorre no SUS.
O debate acerca do problema não deve ficar restrito somente em datas especiais e, nesse quesito, a mídia exerce papel fundamental no levantamento contínuo para o debate e esclarecimento em relação ao assunto. A disseminação de informações contextualizadas e de orientação permitem que a sociedade como um todo, cidadãos e cidadãs, entendam a gravidade do problema e se coloquem de forma crítica em relação à questão.

   Temos o dever de preservar as nossas crianças e não deixar que suas infâncias sejam roubadas seja por violência ou trabalho precoce. Essas situações deixam marcas profundas na alma e podem acabar comprometendo uma geração.

  Terezinha Maggi é secretária de Estado de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gilmar Maldonado Roman | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo plenamente com a preocupação exposta pela Sra. Terezinha Maggi quanto a exploração sexual infantil, e principalmente o que ela vem executando contra este terrivel problema como Secretaria de Estado de Assistencia Social e Trabalho. Porém gostaria de de exprimir que pouco vale os recursos financeiros, e locais para atendimentos de crianças que foram molestadas. É necessário orientar e até punir os pais que por negligência e irresponsabilidade permitem que tais fatos ocorram com seus filhos. 90% dos casos ocorre por falta de lar verdadeiro.

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...