Últimas

Domingo, 03 de Fevereiro de 2008, 00h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

JUDICIÁRIO

Unibanco faz bloqueio e terá de pagar R$ 8 mil

  Em mais uma batida de martelo, o juiz Yale Sabo Mendes, titular do Juizado Especial do Planalto, na Capital, condenou o Unibanco (União dos Bancos Brasileiros S/A) por ter feito bloqueio indevido do salário da cliente Simone Cristina Loureiro Mendes. Ela ingressou na Justiça com reclamação civil, com pedido de liminar. O magistrado o deferiu parcialmente. Condenou o banco a pagar R$ 8 mil por danos morais. O Unibanco tem 10 dias para cumprir a determinação judicial.

   No mérito, os advogados do Unibanco alegaram que realmente houve bloqueio do salário depositado na conta corrente de Simone. Entendem que a instituição "agiu dentro do exercício regular do seu direito, porque fora solicitado e estes foram realizados de forma correta, portanto, inexiste dano a ser indenizável". O banco sustenta ainda a tese de que há contratos que seus clientes correntistas assinam quando da abertura da conta.

    O magistrado conclui, porém, que trata-se de “contrato de adesão” e que "não houve, como de regra não há, neste tipo de negócio jurídico, qualquer relação que permitisse a manifestação da vontade da parte consumidora, posto que suas cláusulas já se encontram previamente fixadas". Segundo Yale Mendes, "nos dias atuais, a existência do contrato de adesão é fundamental para agilização de negócios, mas deverá se ter um cuidado especial para que a sua utilização não venha a ser sinônimo de desrespeito aos direitos do consumidor".

   Por fim, observa, em sua decisão, que o banco alegou que havia débitos da cliente com outra instituição bancária e que a atitude de bloquear o salário por conta disso é condenável, pois o reclamado (banco) não pode impedi-la de sacar o seu salário na sua conta corrente.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.