Últimas

Terça-Feira, 04 de Setembro de 2007, 16h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

JUDICIÁRIO

Unimed Cuiabá é condenada por cláusula abusiva

    A Unimed Cuiabá é condenada pela Justiça mais uma vez a pagar indenização de R$ 14 mil por danos morais por se ater a cláusulas de contrato de plano de saúde consideradas abusivas. O usuário Carlos Alberto Rosa, que há muitos anos é cliente da cooperativa médica, migrou de um plano para o outro da mesma categoria, só que como dependente de seu filho. Logo depois, Carlos necessitou ser internado com urgência e quando saiu do hospital a Unimed recusou-se a cobrir a totalidade do tratamento. A cooperativa alegou que existia para a mudança um novo período de carência, o que o segurado não esperava. A empresa argumentou ainda que Carlos fora excluído do plano porque estava inadimplente, então seu filho procurou a empresa para proceder com a inclusão.

     O juiz Yale Sabo Mendes, titular do Juizado Cível do bairro Planalto, em Cuiabá, que proferiu a sentença em desfavor da Unimed, ressaltou na reclamação cível que as cláusulas podem ser perfeitamente mal interpretadas, assim vindo a contrariar o Código de Defesa do Consumidor. "É de se ressaltar ainda, que as cláusulas que estabelecem a “suspensão da carência nos contratos” encontram-se fixadas de forma ilegal e ilícitas, violando assim a determinação dos artigos 46 e 54 do Código de Defesa do Consumidor, vez que o mesmo dispõe que os contratos devem ser redigidos de forma clara, vazados em termos que não dificultem a sua compreensão, caso contrário, não obrigarão os consumidores", revela a decisão.

     A Unimed tem 15 dias para efetuar o pagamento da indenização de R$ 14 mil ao reclamante Carlos Alberto Rosa.

     Clique aqui e leia a íntegra da decisão.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O ministro Temporão deverá resolver esse imbróglio em algum tempo. Agora, o que me preocupa é o juiz Yale Sabo Mendes. Estamos tão desacostumados a ser bem tratado que quando o somos já duvidamos do tratamento. Acaso o juiz é doido ou odeia o Capital?

  • Pier-Paolo Fanfanni | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro amoamadoamador: Dr. Yale Sabo Mendes, é uma grande esperança dentro da Magistratura de nosso Estado. Ele é inovador, inteligente. E conhece realmente seu ofício. É com certeza absoluta um icone inovador neste meio tão desacreditado. É o simbolo da renovação no Poder Judiciário Matogrossense. Assim, outros Magistrados tivessem a coragem que ELE tem. Parabéns Dr. Yale - Vossa Excelência é o diferencial.

  • Lecil Figueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou admiradora desse Juiz...ele olha para quem sofre com tabto abuso. São cláusulas e mais cláusulas que ofendem o direito do consumidor. Quem dera que todos tivessem a mesma percepção e concordo com a opinião anterior, se tivessem a mesma coragem.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Venho mais uma vez parabenizar as atitudes do doutor Yale, esse juiz talvez seja o único do judiciario estadual que exerce o seu cargo conforme o que esta estabelecido na legislação. Infelismente as grandes empresas massagram as pessoas que sacrificam suas vidas para pagar um plano de saude e quando precisam, descobrem que não era como foi falado, a maioria dos contratos que assinamos são do tipo "leonino". Tem possui aquele plano antigo da unimed (unimed plus) nos ultimos tres anos ja sofreu mais de 150% de aumento nas prestações e estão sendo obrigados a migrar para planos onde vc so tem obrigações e nunca atenção.
    QUE A JUSTIÇA DE MT SIGA O EXEMPLO DO DOUTOR YALE E TRABALHE DE ACORDO COM A LEI E NAO PELO INTERESSE DOS MAIS FORTES.

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.