Últimas

Segunda-Feira, 26 de Março de 2007, 06h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Universidade, empresa e desafios

   Acabou aquele velho sonho de, uma vez aprovado no vestibular, já se teria o futuro praticamente assegurado, como médico, advogado ou juiz de direito. A situação é hoje bastante diversa.

     Mudaram a universidade, o mercado de trabalho e os estudantes. Infelizmente, muitos compram inadvertidamente a ilusão de que o diploma é condição necessária e suficiente para o sucesso profissional.

     A proliferação dos cursos universitários entre os anos 1990 e 2000 é sintoma e causa dessas mudanças. Estamos num mercado de mercado de trabalho cada vez mais exigente, pois passou a cobrar maior titulação dos jovens profissionais. Com isso, aumentou a oferta de cursos e caiu a qualidade.

     O fenômeno da multiplicação das faculdades e do declínio da qualidade acadêmica foi especialmente intenso no campo do direito. Trata-se, afinal, de uma carreira de prestígio, cujo ensino é barato. Na maioria das faculdades não exige nada além do professor, livros, lousa e o giz. Existem hoje quase 800 cursos jurídicos no país. Em 1993, eles eram 183. Menos de 30% são considerados "nihil obstat", considerando exames de credenciamento de bacharéis.

     A universidade é a unidade da produção do capital humano e, como tal, exerce um papel extremamente relevante no processo do desenvolvimento sustentável de um país. É preciso, então, que essa instituição e as nossas organizações empresariais trabalhem em parceria para efetivarmos o elo entre o ensino teórico e o prático.

     A indústria, o comércio, a agroindústria, os bancos e outras atividades exercidas pela iniciativa privada ou pública devem emprestar realismo à universidade, inserindo-a no contexto social. No plano prático, a integração do mundo do saber (as universidades) com o universo do fazer (as empresas) ocorre por intermédio do estágio e do treinamento dos estudantes. Precisamos buscar caminhos para inserção no mercado de trabalho. Assim, estaremos contribuindo para acabar com tantas frustrações de pessoas que, mesmo com o diploma debaixo do braço, continuam desempregadas. E a culpa é de quem? Em verdade, nenhum país do mundo é constituído apenas por advogados, médicos e engenheiros.

    Apenas uma elite chega a formar-se nesses cursos. No Brasil, contudo, criou-se a ilusão de que a faculdade abre todas as portas. Assim, alunos sem qualificação acadêmica para seguir essas carreiras pagam para obter diplomas que não lhes serão de grande valia. Creio ser mais sensato limitar os cursos e zelar por sua excelência.

     Assim, evitaríamos paliativos como o exame da ordem, que é hoje absolutamente necessário para proteger o cidadão de advogados incompetentes, o que só confirma as graves deficiências do sistema educacional.

Romilson Dourado é jornalista, editor de Política e escreve neste espaço às segundas-feira

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Cotado à cadeira de desembargador

francisco faiad 400 curtinha   É forte o movimento nos bastidores entre os juristas, dentro e fora da OAB/MT, pela indicação do nome de Francisco Faiad (foto) pela classe Quinto Constitucional à cadeira de desembargador. Bem articulado e com bom conceito no meio jurídico, Faiad foi presidente da OAB/MT por dois...

Pivetta promete permanecer no PDT

allan kardec 400 curtinha   O empresário Otaviano Pivetta, que se tornou o mais badalado nesta fase de pré-campanha ao Senado por causa da grande logística em torno do seu nome, se encontra numa saia-justa. Para líderes do Podemos com os quais passou a ter afinidade política, como os senadores Álvaro Dias e...

Ao Senado, 2 partidos e apoio para EP

elizeu nascimento 400 curtinha   Elizeu Nascimento (foto), terceiro-sargento PM licenciado, não é nada bobo. Ex-vereador pela Capital e no mandato de deputado estadual, Elizeu hoje controla o DC-MT e ainda levou aliados de confiança para o PSL-MT, partido que ainda está ligado ao presidente Bolsonaro e que só de...

Digital de Selma no apoio para Pivetta

olga lustosa curtinha 400   Mesmo com laços antigos de amizade com Otaviano Pivetta, Olga Lustosa, que está se desligando do cargo de assessora do gabinete da senadora cassada Selma Arruda em Brasília, causou aquele climão dentro do Podemos quando apareceu no encontro do PDT, neste sábado. O ato marcou o...

Fritado ao Senado, Galvan deixará PDT

antonio galvan 400 curtinha   Como já esperado, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan (foto), foi mesmo patrolado dentro do PDT estadual na tentativa de concorrer ao Senado na suplementar de abril. Com a decisão oficial do partido de lançar o vice-governador Otaviano Pivetta à disputa, Galvan agora pensa em sair da...

Contratos suspensos de 7 prefeituras

domingos neto 400 curtinha   O conselheiro do TCE-MT, Domingos Neto, determinou, até julgamento do mérito, a suspensão de pagamento por sete prefeituras à Oscip Tupã. Ele é relator de uma representação feita pelo Ministério Público de Contas contra as prefeituras de Vera,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.