Últimas

Domingo, 03 de Maio de 2009, 08h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RELIGIÃO

Uso de símbolos religiosos nos Poderes fere Carta Magna

   Controvérsia

   José Riva não acredita que a falta de dissociação entre fé e prática religiosa influencie na votação das matérias. "Acredito que não há relação alguma. Não existe influência da religião no momento de aprovarmos ou vetarmos projetos". Além da Bíblia, a Assembleia mandou grafar em letras garrafais o nome do plenário da Casa, denominada de Renê Barbour, em um espaço acima da Mesa Diretora. Não bastasse, a homenagem ao ex-deputado e empresário Barbour, falecido em novembro de 2007, é antecedido por um crucifixo. A sala de prestação de serviços jurídicos, inaugurada em 2006, foi batizada de Espaço Cidadania Papa João Paulo 2º e conta com uma foto do pontífice na parede.

   Pastor da Igreja Universal do Reino de Deus desde 1988, o deputado Antonio Brito (PMDB) nega incoerência entre o princípio constitucional do Estado laico e a disponibilização de Bíblia no plenário. "Pelo contrário, acredito que isso seja uma manifestação democrática". Para Brito, a Bíblia certamente passou a fazer parte dos ornamentos da Mesa Diretora a pedido de algum parlamentar. "O deputado deve ter solicitado, por meio de requerimento, o livro sagrado durante as sessões. Se um parlamentar de outra religião requeresse outro livro sagrado, certamente seria atendido", sustentou. Perguntado sobre o assunto, Riva concordou com Brito e disse que teria prazer em disponibilizar o Corão, livro sagrado dos muçulmanos, no plenário da Casa. "Se algum deputado pedisse isso, seria atendido prontamente. Eu mandaria pessoalmente colocar o corão ao lado da Bíblia e de outros livros sagrados que, porventura, forem requeridos".

   Na sessão da última quarta (29), o deputado evangélico da Assembleia de Deus Sebastião Rezende (PR) subiu à tribuna para ler uma passagem bíblica, como de costume. Ele integra a bancada evangélica, assim como Brito, que se efetivou no cargo com a renúncia do titular Zé do Pátio (PMDB), hoje prefeito de Rondonópolis.

   O vereador por Cuiabá, pastor Washington Barbosa (PRB), disse que a Bíblia inspira os parlamentares. "Na hora de discursar, é uma excelente fonte de inspiração. Também possui exemplos sábios, que nos ajudam a pautar nossas condutas diariamente". Ele não acredita que, ao colocar símbolos religiosos na Câmara Municipal, os vereadores infrinjam o princípio constitucional do Estado laico. "De forma alguma. Temos é que propalar ainda mais a palavra de Jesus Cristo ressuscitado", defendeu. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O uso de simbolos religiosos em locais públicos não ofende nenhum preceito de nossa Constituição. Apesar de o Estado brasileiro ser laico, desde 1889, existe um reconhecimento e respeito pelas tradições católicas de nosso país, profundamente religioso e cristão. Aos incomodados com a presença de tais simbolos, recomendo ignorá-los. Querer eliminá-los seria a investida de um secularismo radical que só nos provocará males.

  • Luiz Carlos Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    No âmbito dos poderes legalmente constituídos, a bíblia e outros símbolos religiosos representam atraso nas ações e na mente de autoridades e lideranças políticas.
    Por que existem igrejas? Justamente para receber crentes e demais seres dispostos a fazer orações ou simples meditação. Padres e/ou bispos podem evocar a Deus em nome de todos os fiéis presentes. Políticos em geral e outros não-eclesiásticos não têm moral para tal.
    Até porque na hora de meterem a mão no bolso do povo sequer lembram da existência divina.

  • izac | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta matéria foi extremamente infeliz. A maioria da população brasileira é cristã, (Evangélicos ou Católicos). Deus é o Criador do Universo e merece estar onde Ele quiser.

    Feliz é a nação cujo Deus é o SENHOR -
    Bíblia Sagrada

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A República Federativa do Brasil, conforme dispõe a Carta Magna, é um Estado Laico, o que equivale dizer que não haverá culto religioso de caráter oficial.

    Pastores, oparem de ficar lendo biblia e trabalhem um pouco. A Assembleia nao eh a igreja de vcs!

  • Everaldo Paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma sugestão aos ubandistas: Que tal promover uma sessão de descarrego no plenario da Assembleia? Será que os nobres deputados aceitarão?

  • nilson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Valeu Governador... Saiba que investimos certo nos dois mandatos... agora com a consciência de um dever cumprido, visita os municípios , veja o que ainda precisa ser feito... Pois daqui a quatro anos estará de volta para fazer ainda mais por este Estado que acreditou na família Maggi... Parabéns pelo belíssimo trabalho... Valeu Deus Abençoe e esteja com vocês.

  • Zeca da Colina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    -Everaldo,

    -Oportuna sua observação.Na maioria do Brasil,temos como devoção Cristo durante o dia e a macumba à noite e, até mesmo,a cerveja e as drogas.

  • Jackson Messias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns, continue assim, oxalá fossem todos
    Cristão e seguidores de Cristo, ai teriamos uma sociedade mais fraternal e uma assembléia mais honesta e digna.

  • Emerson Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Caro Romilson Dourado.

    Entendo que cada materia veiculada neste respeitoso Blog, tem um escopo e objetivo e um fim especifico.

    Nesta materia temos a nitida imagem dos srs Deputados Sebastião Rezende e outro cijo nome nao me recordo, porem, o mesmo é tido como Pastor da Universal.

    Honestamente nao sei qual objetivo desta materia, porem, como operador do direito que sou, entendo que isto é democracia, haja vista, a grande aceitação respeito e leitura que todos fazem deste veiculo, e consequentemente, penso eu, nossos politicos acabam por saberem o que pensa e expressa o povo cuiabano, e desta forma, indubitavelmente voces deste Blog contribuem e muito para o anseio popular possa chegar até nossos representantes, que sou os parlamentares.

    Quanto ao teor da meteria, é interessante lermos os comentarios, eu particularmente todos os dias leio as matérias e alguns comentarios, e as vezes como esta tambem deixo algumas aqui registradas.

    A Consituição Federal, a Carta maior de uma nação é o aio a ser seguido por todo cidadao nato, e aos transeuntes que por aqui passam.

    E a nossa Constituição Federal, no seu preâmbulo nos diz,........, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

    Desta forma, o Brasil é um país laico, porem, nao é ateu. Temos oficialmente uma relegião? Certamente que não.

    Ocorre que ao lermos a materia e alguns comentários fico deveras surpreso, por que nossos leitores nem sequer conhecem a nossa Constituição Federal.

    Ainda que somos um Estado laico, nao somos ateus, logo, a biblia é para nós uma ferramenta do dia-a-dia, e nao há qualquer impedimento juridico, politico ou filosofico em que todos nós patriota que somos em carregarmos um exemplar da biblia sagrada onde quer que formos.

    Alguem poderá nos indagar em dizer que se os politicos podem carregar e fazer uso da biblia em plenário, ou mesmo em cima de sua mesa, estará ferindo o Estado Democratico de Direito, e ainda, estara constrangendo as demais relegioes e seus adeptos, entendo juridicamente e filosoficamene que nao, nao é verdade.

    O preâmbulo é nitido, assim como o espelho reflete nossa imagem. Se nao vejamos:

    Uma pessoa/parlamentar falar de Buda em uma sessao de qualquer casa de lei, ou em qualquer orgao publico, isso sim seria uma afronta a liberdade relegiosa. Ou ainda, falar em Ala, deus dos muçulmanos tambem seria, dos Enxus, caboclos, pomba giras, mesma coisa, seria uma afronta. Por que nao mencionar tambem outras seitas orientais? entendemos que seria afronta direta a CF.

    Acontece que quando fora promulgada a Consituição Federal, fora dito e escrevido sob a proteção de Deus.

    Logo em quais livros temos a palavra Deus, senao na biblia? No Alcorão? no Livro dos Mormos? na Tripitara? nos Vedas? Nao, mil vezes NAO. Tao somente na bilibia é que temos tal nome.

    Por outro lado, temos evangelicos, maçons, budistas, cardecistas, ubandistas, satanista, evolucionista e ateus, que sao contra a lei de celulas troncos, mudança de sexo, casamentos de homossexuais, relacionamentos homoafetivo etc.

    Agora vos faço uma pergunta e um questionamento: Por que será criticar os evangelicos? ou católicos? por fazerem uso da biblia ? nunca vi materia ou reportagem criticando outras relegioes ou seitas, por que tao somente eles.

    O mais ideal seria, se mudassemos o preâmbulo da Carta Magna.

    O poder emana do povo, isso é democracia, ainda que em nosso páis ela nao funciona como deveria, mas funciona em quase toda sua plenitude.

    E todos os brasileiros representados através de seus deputados, registraram que estamos sob a proteção de Deus.

    o Deus da biblia é que governa, no mais, Deus nao interfere na politica, porem, coloca no coração da grande maioria em quem votar.

    O Brasil é laico, mas nao é ateu, os eleitores, em sua maioria, que somos nós cremos confiamos e entendemos que o Deus da biblia governa tudo, e aquilo que Ele que, Ele permite que aconteça. Alias em sua palavra está escritó: É licito que venha os escandalos, mais Ai Ai Ai daqueles por quem o escadalo vier.

    Emerson Marques.

  • Eugenio Caffone | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Emersom Marques Parabéns Você deu uma verdadeira aula.


    Infelizmente Bíblia e Crucifixo anda incomodando muita gente!!!!!

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...