Últimas

Domingo, 27 de Abril de 2008, 09h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

CONFRONTO

Valente quer eleição de 2 turnos e vai à Justiça

João Valente, candidato da chapa 2 Derrotado, professor diz que Comissão Eleitoral se precipitou ao declarar Maria Lúcia como eleita à Reitoria da UFMT e garante que houve manipulação

  O professor João Valente não se conforma com a decisão da Comissão Eleitoral de declarar eleita no primeiro turno à Reitoria da UFMT a professora Maria Lúcia Cavalli Neder. Candidato da Chapa 2, ele disse que vai ingressar com recurso na Justiça. Entende que, pelos cálculos, a disputa deve ir para o segundo turno. A briga pelo comando da UFMT não é à-toa. Trata-se de uma instituição com orçamento de R$ 280 milhões para este ano.

   Maria Lúcia foi considera eleita com 50,44%. Agora, caso Valente não reverta a situação em meio ao embate jurídico, o nome da professora encabeçará uma lista tríplice a ser enviada ao presidente da República, a quem cabe a autonomia pela nomeação. Valente obteve 36,13%. Em terceiro lugar ficou Domingos Tabajara, com 13,43%.

   Os próximos passos agora será encaminhar o resultado da Comissão de Consulta para o Colégio Eleitoral, que poderá aceitar ou não a decisão e, depois, encaminhar a lista ao Palácio do Planalto. A posse de Maria Lúcia já está marcada para outubro, mês que termina o mandato do atual reitor Paulo Speller que, após duas gestões consecutivas, se transformou em cabo eleitoral de Maria Lúcia. Ambos são ligados ao PT, apesar de não estarem filiados.

  Questionamentos

  Valente questiona a decisão da comissão em anunciar Maria Lúcia e considera uma atitude precipitada. Segundo ele, a eleição da UFMT se revelou uma sucessão de erros, abusos e falta de organização. “Decidiram mudar o critério de cálculo do resultado aos 45 minutos do segundo tempo. Desrespeitaram a normatização, aprovada em janeiro, que prevê a paridade, para forçar essa situação. Minha adversária admitiu que usou a máquina administrativa. Agora, querem ganhar no grito. Eu só tenho a lamentar tamanha falta de respeito numa instituição emblemática como a UFMT”, afirmou.
 
  Segundo ele, foram cometidos vários erros relacionados à votação e apuração. “Em uma urna em Sinop, por exemplo, havia 50 eleitores aptos a votar, mas na apuração apareceram 13 votos a mais. Em outra urna, de número 75, exclusiva para a votação de alunos, apareceram 11 votos de professores. A norma para o voto em separado foi desrespeitada e o Mapa Geral de Apuração contém diversas incorreções de contabilização de votos. São erros básicos, que colocam em xeque a legitimidade do processo”, afirmou.

  Valente contou que irá se reunir com seu conselho eleitoral e com dois advogados para avaliar se entrará com uma ação na Justiça. “Infelizmente tenho que admitir essa possibilidade, pois acho que o processo de consulta não foi transparente, assim como os erros cometidos não levados a sério". Até terça define se entra ou não na Justiça. (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Carla Passos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VALENTE SABERÁ O QUE FAZER, É SÉRIO, ESTÁ BASEADO EM FATOS CONCRETOS E COMPROVADOS, E NÃO ACEITARÁ ARBITRARIEDADES. SUA POSTURA TRAZ TRANSPARÊNCIA PARA A NOSSA UFMT E MOSTRA A REALIDADE DO SEGMENTO.

  • Paulo Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vergonhoso. Só posso dizer isso, que essa eleição foi o que de pior pode acontecer num processo que se diz democrático. Teve manipulação descarada. Todos sabem disso, inclusive a nova reitora. Essa senhora vai assumir desgastada e queimando a nossa UFMT. Triste.

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilsom, Boa Tarde

    Quando misturamos à ACADEMIA com grupos politicos, a area de influencia deixa de ser o foro tradicional, no caso a UFMT, para ser os tribunáis.
    Acho um desaforo e um despreparo total um candidato que perdeu em quantidade tão significativas de votos contra a sua candidatura, sentir-se injustiçado.
    Recordo de um certo candidato, que depois foi secretário, ao receber uma votação de mais de 30.000 votos na última eleição e assim mesmo ser derrotado, soltou o verbo contra o sistema, esquecendo-se que o candidato é fruto do sistema.

    Jacyara 9ºsemestre de Ciencias Socias UFMT.

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SR JÕAO VELENTE, ONDE A FUMAÇA, A FOGO, POR QUE VINCULARAN SEU NOME AO DO CAPO JOSÉ RIVA ????, O SR BEM QUE PODERIA EXPLICAR ISSO.!!

  • Carlos Batista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VE SE PARTICIPA E PRESTA ATENÇAO!!! O VALENTE JAH EXPLICOU O CASO RIVA!! EU QUERO VER A MARIA BRUXA EXPLICAR O PT INTEIRO( SOH FALTAVA O LULA) PAGANDO MENSALAO P COMISSAO NO DIA DA APURAÇAO!!
    SE INFORME PRIMEIRO P DEPOIS COMENTAR, OU QUER FAZER Q NEM A SUA CANDIDATA Q DISTORCE TUDO?

  • HUJM | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    RIVALENTE, APRENDA A PERDER!!!

  • Carlos Falcão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ja esta homologado o resultado da eleição de Reitor.
    Deixem de choradeira e vamos trabalhar, pois a UFMT tá um caos, devido esses revanchimos imbecis, temos que melhorar a gestão. Pare de brigar e vamos trabalhar, se não quer, pede pra sair...

  • ROSE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É UMA VERGONHA PARA O BRASIL ESSA ELEIÇÃO DA UFMT, MAS ACREDITO PIAMENTE QUE O MINISTERIO PUBLICO FEDERAL IRÁ INTERVIR NESTE CASO E CERTAMENTE AINDA VAMOS TER A OPORTUNIDADE DE VOTARMOS NOVAMENTE EM QUEM ESCOLHERMOS.
    A CONCORRENTE DO PROFESSOR VALENTE SÓ PODE ESTAR COM MEDO, PORQUE TANTAS FALCATRUAS PARA VENCER UMA ELEIÇÃO?
    ISSO O QUE ACONTECEU É UM CRIME, ALIÁS UM ASSASSINATO A DEMOCRACIA!
    SINTO-ME INDGNINADA E TRISTE, ESTOU PERPLEXA E ENVERGONHADA. ESPERO SISCERAMENTE QUE OS ÓRGÃOS PÚBLICOS INTERVENHAM NESTE CASO E RESOLVA.

  • RICARDO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAMOS ESPERAR QUE O MINISTERIO PUBLICO ATUEM NESSE CRIME CONTRA A DEMOCRACIA BRASILEIRA.
    ASSIM COMO O GAECO TEVE UMA ATUAÇÃO MAGNIFICA NA OPERAÇÃO MADONA O MP TAMBÉM VAI ATUAR NESSE CASO, NÃO PODEMOS PERMITIR QUE CRIMINOSOS FIQUEM SOLTOS E AINDA POR CIMA NO PODER, ALIAS GOSTARIA DE SABER COMO O ALEXANDRE CESAR ESTÁ COM MANDATO DE DEPUTADO DEPOIS DE TANTAS DENUNCIAS E PROVAS DE ILICITO NA CAMPANHA DE PREFEITO????
    A CADA DIA QUE PASSA MAS ME CONVENÇO QUE O ATO DE VOTAR AQUI É UMA TREMENDA BALELA.

  • luciana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gente, a UFMT ja escolheu. Não aceitamos segundo turno pois ja ganhamos! O valente deveria ter vergonha pois se fosse para o segundo turno perderia de lavada. ´
    O povo ja escolheu e as assembléias sacramentaram.
    ponto final!

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...