Últimas

Quinta-Feira, 01 de Janeiro de 2009, 00h:53 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

PESAR

Várias autoridades morrem; Jonas deixa lacuna

   Os mato-grossenses perderam diversas autoridades em 2008. Em fevereiro, o senador Jonas Pinheiro faleceu aos 66 anos, vítima de um infarto. Ele já havia sido deputado federal e estava em seu segundo mandato como senador. Antes disso, em janeiro, o prefeito de Porto Espiridião, José Serafim Borges, Zezinho, morreu em São Paulo. Ele não resistiu a uma cirurgia cardíaca. Zezinho estava no segundo mandato e havia se licenciado para se dedicar ao tratamento de saúde.

   O ex-presidente do Diretório Central dos Estudantes da UFMT e da Executiva do PT de Cuiabá por cinco anos, Jurandir Lara, também veio a falecer. Ele não conseguiu vencer uma infecção cerebral. Ainda em fevereiro morre, aos 84 anos, de falência múltiplas dos órgãos, o ex-deputado federal, ex-senador e ex-prefeito por dois mandatos de Barra do Garças,  Valdon Varjão, maior político da velha guarda da região do Araguaia. Já o ex-prefeito de Cuiabá e ex-deputado federal, Bento Lobo morreu após uma parada respiratória. Bento administrou a Capital de 1969 a 1971.

   Em março, faleceu o ex-deputado federal Gilson de Barros. Permaneceu por dois anos no governo Blairo Maggi como ouvidor-geral. Gilson foi deputado federal na década de 80 pelo PMDB e era tido como militante histórico. Fazia parte do antigo MDB, que deu origem ao PMDB. Ainda em março, o PT de Mato Grosso perde um de seus quadros históricos: professor Manoel Teotônio Gonçalves, vítima de infarto, aos 64 anos.

   O secretário extraordinário de Projetos Estratégicos, Clóves Felício Vettorato, faleceu em abril, aos 64 anos, de falência múltipla dos órgãos, no Hospital Santa Rosa, em Cuiabá. Ele foi assessor especial do Ministério da Agricultura e Pecuária, diretor e um dos fundadores da Fundação Mato Grosso e secretário de Estado de Desenvolvimento Rural. Idealizador do Programa de Desenvolvimento MT Regional, concretizou a criação dos 15 consórcios intermunicipais de desenvolvimento econômico e socioambiental, beneficiando 139 municípios.

   Em maio, morre aos 68 anos, o procurador de Justiça, José Eduardo Faria. Ele atuava junto ao Tribunal de Contas do Estado havia 20 anos. Ainda em maio, o ex-deputado estadual por três mandatos, conselheiro aposentado do TCE e ex-chefe da Casa Civil no governo Frederico Campos, Afro Stafanini, faleceu após um derrame cerebral. Em agosto, o vereador por Campo Verde, Clóvis Cesar de Lima, morreu vítima de acidente de trabalho. Ele era dono de uma empresa que presta serviços na área de construção e metalúrgica e trabalhava na montagem de um galpão, quando uma das colunas de ferro se desprendeu e atinguiu sua cabeça.
  
   Já em setembro, o prefeito de Ipiranga do Norte, Ilberto Effting, faleceu vítima de um infarto fulminante. Em outubro, morre Geraldo Quirino, sócio-proprietario da Viação Xavante e da Satélite. Ele era candidato a vice-prefeito na chapa de Wanderley Farias em Barra do Garças. O vereador por Nova Xavantina, Luis Gonzaga Lopes da Silva, faleceu após sofrer um infarto fulminante. O desembargador Luiz Alcântara, do Tribunal Regional do Trabalho, também sofreu um infarto e faleceu em sua residência, em Cuiabá.

   Aos 69 anos, o ex-presidente da Câmara Municipal de Rondonóplis, Getúlio Balbino Guimarães, morreu vítima de infarto, no Balneário de Camburiu (SC). Ele presidiu a Câmara por duas vezes (73/74 e 79/80) e foi vereador por nove anos.

    Preocupação

  Algumas autoridades do meio político passaram maus momentos em 2008. O ex-prefeito de Paranatinga, Vilson Pires, por exemplo, permaneceu internado após sofrer um infarto. Logo em seguida, venceu as eleições contra o então prefeito Carlos Nascimento. O deputado estadual licenciado Airton Rondina (PP) caiu do cavalo quando participava de uma cavalgada em Araputanga, onde foi prefeito. Ficou vários dias na UTI, inclusive em São Paulo. Portugês se recuperou e voltou à ativa na AL. O prefeito reeleito de Várzea Grande, Murilo Domingos, também foi parar na UTI. Sofreu um infarto em novembro, logo após vencer as eleições. (Flávia Borges)


Algumas autoridades que faleceram no decorrer de 2008

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Geraldo de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Gilson de Barros é um dos poucos políticos íntegros de nosso estado e como não dizer do país, não acumulou bens fazendo falcatruas, amava a política e não a tinha para negociatas, você se foi mas deixou bons exemplos a uma minoria de políticos deste tão querido estado. Descanse em paz. O Jonas também fez falta mais....para os grandes do agronegócios, mas também que Deus o tenha, como os outos seres humanos que partiram.

  • RONEI DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Em boa hora o RDNEWS presta homenagem aos políticos que partiram em 2008.Peço a devida venia para lembrar aos leitores do blog que Valdon Varjão foi o primeiro negro a representar MT como senador do Brasil. Valdo Varjão,Bento Lobo,Jonas Pinheiro e Gilson de Barros(deixo de citar os demais por não conhece-los), apesar de terem uma longa carreira politica, jamais tiveram seus nomes envolvidos em qualquer tipo escandalo. Portanto,ficam os mesmos como exemplos a serem seguidos para essa nova geração de políticos, que já entram na vida pública maculados por denuncias de compra de votos.Com toda certeza perdemos pessoas sérias,honestas e de coragem que farão muita falta ao nosso Estado.

  • Alexandre | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sem esquecer do ex prefeito de Sinop Nilson Leitão que também sofreu um infarto em 2008.

  • franciscaMiranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    LAMENTÁVEL MESMO, FOI A MORTE DO SENADOR JONAS PINHEIRO. pASSAR
    ÃO CEM ANOS, E NÃO SURGIRÁ UM POLÍTICO DA ESTIRPE DELE.
    jONAS pINHEIRO, FAZ FALTA Ä FAMÍLIA,AOS AMIGOS, AOS MATOGROSSENSES, AOS BRASILEIROS, E AO MUNDO.
    sEU TRABALHO, ESPECIALMENTE, NA AGRICULTURA, FOI GRANDIOSO, E UM DIA COMPREENDERÃO. ESTEJA ELE ONDE ESTIVER OBRIGADA, POR TUDO QUE VEZ, NESTA TERRA ENQUANTO VIVEU.

  • Alyrio Cardoso Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Indubitavelmente foram inúmeras perdas para o estado de Mato Grosso, no entanto, o sr. Gilson de Barros foi a que mais marcou para os cuiabanos de tchapa e cruz.

  • Maria Eduarda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para quem conheceu o Gilson de Barros nos anos 70 quando Vereador, tem muito a contar, pois tanto na Câmara Municipal como na Federal foi apelidado de incrível Hulk, o homem era bem agitado e partida para cima de seus companheiros na base dos murros mesmo, ouve vez em que suas camisas rasgaram de tanta força, para contê-lo era um deus nos acuda, mas com o tempo passou a ser mais calmo, cuiabano de fibra, saudades, que deus o tenha.

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...