Últimas

Sábado, 13 de Janeiro de 2007, 17h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Várias irregularidades detectadas na Iomat

    As contas do ex-presidente da Imprensa Oficial do Estado (Iomat), Cláudio Pires, foram rejeitadas pelo TCE devido a 20 irregularidades consideradas graves. Então presidente do PPS de Cuiabá, Pires presidiu a Iomat de janeiro a agosto de 2005. Acabou preso, após o Ministério Público e investigações policiais constatarem atos de improbidade e crime de peculato contra Pires e Dilma Mota Cursino, então coordenadora-administrativa e financeira da Iomat.

    O TCE descobriu que na gestão Pires os saldos existentes na conta-arrecadação não eram transferidos diariamente para a conta única do Tesouro do Estado, o que contraria a lei.  Nos cofres da autarquia foram detectados 60 cheques de terceiros, totalizando R$ 13,7 mil, devolvidos principalmente por insuficiência de fundos. Tinham sido emitidos no período de 1994 a 2004. No balanço geral de 2004 já constava devolução de 68 cheques que, juntos, totalizavam R$ 20,6 mi. Ao fazer o confronto entre essas duas relações, o TCE verificou a falta de 6 cheques.

    Foram detectadas outras irregularidades. A empresa Captadora Distribuidora MT de Jornais e Revistas emitiu cheques do Banco do Brasil para pagamento de faturas pendentes na Iomat. Os valores, porém, não foram depositados na conta da autarquia e sim na da coordenadora-administrativa Dilma Corsino. Acabaram parando na conta de Dilma pagamentos feitos à Iomat pela factoring Essencial Fomento Mercantil e JHS Cobrança Ltda.

   Foram a partir desses indícios de desvio de recursos públicos que Pires e Dilma passaram a ser investigados em inquéritos policias e pelo MPE. Ambos foram denunciados por desviar dinheiro da Iomat, mediante a troca, em factorings, dos cheques emitidos pela autarquia para quitar compromissos das empresas captadoras e, depois, investirem em valores obtidos em bens para benefício pessoal. Na gestão Cláudio Pires, a  Iomat tinha para arrecadar R$ 3,5 milhões. O problema é que o controle das emissões e recebimentos das faturas eram efetuados do computador particular de Dilma.

     Diante das graves irregularidades, o TCE aplicou multa a Cláudio Pires correspondente a 100 UPFs/MT, por 'grave infração à norma legal de natureza, financeira, operacional e patrimonial'. O montante deve ser recolhido em 10 dias, a partir da notificação, aos cofres do Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.