Últimas

Sábado, 16 de Junho de 2007, 01h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Vários vice-prefeitos rompem com os titulares

        A exemplo de Nico Baracat (PMDB) em Várzea Grande, vários vice-prefeitos de cidades-pólos mato-grossenses já romperam com os titulares logo no início da administração. Divergências políticas, conspirações, acordos não cumpridos, brigas por espaço e por indicação de cargos são os motivadores das rupturas pelo menos em oito municípios. Baracat, por exemplo, se afastou do prefeito Murilo Domingos (ex-PPS e hoje PR) logo no primeiro semestre da gestão. Publicamente, o vice-prefeito argumenta que Murilo ignorou as promessas de campanha e não teve coragem de romper com os Campos. Hoje, ambos são adversários. Nico Baracat articula inclusive candidatura à sucessão municipal, com a disposição de enfrentar o ex-aliado.

    Em Cuiabá, o prefeito Wilson Santos (PSDB) e a vice Jacy Proença (ex-PSDB, ex-PMDB e hoje sem partido) também vive em rota de colisão. Diferente de Nico Baracat, que nem possui cabinete na Prefeitura de VG, Jacy usufrui de estrutura, inclusive com uma ampla equipe de assessores. Ela tenta fazer uma gestão paralela, mas se vê limitada pelo estilo centralizador do prefeito.

    O prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (ex-PPS e agora no PR), chegou a vetar que a assessoria de imprensa divulgasse ações do seu vice Manoel Machado, o Maneco (PSL). Após entrarem em conflito, ambos voltaram a se reaproximar. Em Cáceres, Ricardo Henry (PP) e o seu vice Masato Nakahara (PTB) se desentenderam no ano passado. O petebista assumiu a pasta da Saúde, mas logo deixou o cargo e se distanciou do titular.

   Já em Tangará da Serra os conflitos entre o prefeito Júlio Cesar Ladeia (ex-PL e hoje PR) e a vice Araci Coelho foram tão intensos que ela renunciou ao mandato. Hoje, o município está com vacância na cadeira de vice. Em Chapada dos Guimarães, o vice Flávio Daltro (PP), pré-candidato à sucessão municipal, está rompido com o prefeito Gilberto de Mello (PR).

    Em Peixoto de Azevedo, o então vice Hermenegildo Bianchi Filho, agora no comando do município, está rompido com Baiana Heller, afastada do cargo sob acusação de ter cometido atos de improbidade. Também em Vila Rica, o vice Everaldo Simões assumiu o posto de prefeito com o afastamento de Francisco Teodoro por atos de improbidade. Ambos viraram adversários políticos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

Sem acordo para ter apoio de Selma

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, pré-candidato ao Senado, disse que, de fato, recebeu convite para se filiar ao Podemos, inclusive do deputado Medeiros, um de seus prováveis adversários nas urnas de abril, mas que segue firme no PDT. Destaca ser um admirador do senador...

Na expectativa para disputar Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Se o TRE flexibilizar a data de filiação para quem quer concorrer ao Senado, na eleição suplementar de abril, a inflação de candidatos tende a ser ainda maior. Entrariam no páreo, além dos 10 que já se dizem pré-candidatos, o ex-governador Pedro...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.