Últimas

Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Vendi patrimônio para campanha, diz Fagundes

      O deputado federal reeleito para quinto mandato Wellington Fagundes (PR) contesta o enfoque negativo dado ao fato de ter gastado mais com recursos próprios na campanha do que o valor de seus próprios bens. "Tudo o que gastei na campanha está plenamente explicado na minha prestação
de contas para a Justiça Eleitoral”. Fagundes declarou que gastou R$ 777,3 mil na campanha, R$ 95,8 mil a mais que o valor de seu patrimônio declarado.

    Ele observa que chegou a vender parte do seu
patrimônio para bancar a campanha. Outra parte dos recursos é oriunda de doações. De acordo com o presidente regional do novo Partido Republicano (resultado da fusão do PL com Prona), "o que pode estar havendo é uma confusão muito comum entre
declaração de bens e declaração de renda". “O que eu entreguei para a Justiça Eleitoral é a declaração de bens, que nem sequer exige os valores dos
componentes do patrimônio”, explica o parlamentar Além disso, prossegue, a declaração de bens para a
Justiça Eleitoral também obedece ao princípio contábil do registro pelo valor original, segundo o qual os componentes do patrimônio são registrados
pelo valor de compra ou entrada, independente de sua valorização posterior no mercado. Isso pode explicar, segundo o deputado, que o valor de seu patrimônio
pareça inferior aos gastos de uma campanha para deputado federal. 

    “Meu patrimônio, em valores de mercado, é hoje muito superior aos gastos da minha campanha, mas a minha declaração de bens obedece a princípios contábeis plenamente legais. Por isso, meu patrimônio parece inferior aos gastos”, destacou Fagundes, proprietário de veículos de comunicação, fazendas, chácaras, hotéis e dezenas de outros imóveis. Fagundes assegura que desde o primeiro mandato, em 1990, não houve evolução patrimonial. “Ao contrário, tenho perdido patrimônio”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Mais 20 respiradores para Cáceres

leonardo 400   O Ministério da Saúde enviou mais 20 respiradores para Cáceres, em atendimento ao pedido do médico  e deputado federal Leonardo (foto). Os equipamentos foram entregues na segunda (12) para a secretaria municipal de Saúde e serão instalados no Pronto Atendimento Municipal para tratar...

Isenção de IPVA a algumas categorias

max russi 400   A Assembleia Legislativa deve aprovar esta semana uma proposta do governo para, em tempos de pandemia, isentar algumas categorias do pagamento de Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2021. O projeto chega nesta quarta à Mesa Diretora, sob Max Russi (foto), e vai ser votado no...

CAA-MT fará vacinação contra H1N1

ittalo leite 400 caixa de assistencia   A Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), presidida por Ittalo Leite (foto), já deu início à Campanha de Vacinação Contra a gripe H1N1. Serão disponibilizadas seis mil doses da vacina para imunização contra a Influenza A e B,...

Governo compra 103 motos para PM

O governo estadual vai entregar nos próximos dias 103 motocicletas à Polícia Militar. Isso deveria ter ocorrido nesta segunda, mas foi adiado e ainda sem data definida. As motos serão utilizadas pelas equipes de policiais da Companhia Raio de Moto-Patrulhamento, Força Tática e pelo policiamento ordinário na Região Metropolitana de Cuiabá e em vários outros municípios. No primeiro lote, o governador Mauro...

Ex-prefeito, contratos e multa do TCE

jeovan faria 400   O ex-prefeito de Campinápolis, Jeovan Faria (foto), vai ter de pagar uma multa equivalente a 10 UPFs/MT, o que corresponde hoje a R$ 1,8 mil, como punição por contratação de pessoal por tempo determinado sem atender à necessidade temporária de excepcional interesse público....

Decon investiga "fura-fila" da vacina

O delegado Rogério Ferreira, da Especializada do Consumidor (Decon), instaurou o que se chama de Auto de Investigação Preliminar para apurar possíveis irregularidades no cumprimento da ordem de vacinação contra a Covid-19 dentro dos critérios estabelecidos pela Prefeitura de Cuiabá. Na prática, busca investigar possíveis situações de “fura-fila” e outras circunstâncias ilegais. Rogério...