Últimas

Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

Vendi patrimônio para campanha, diz Fagundes

      O deputado federal reeleito para quinto mandato Wellington Fagundes (PR) contesta o enfoque negativo dado ao fato de ter gastado mais com recursos próprios na campanha do que o valor de seus próprios bens. "Tudo o que gastei na campanha está plenamente explicado na minha prestação
de contas para a Justiça Eleitoral”. Fagundes declarou que gastou R$ 777,3 mil na campanha, R$ 95,8 mil a mais que o valor de seu patrimônio declarado.

    Ele observa que chegou a vender parte do seu
patrimônio para bancar a campanha. Outra parte dos recursos é oriunda de doações. De acordo com o presidente regional do novo Partido Republicano (resultado da fusão do PL com Prona), "o que pode estar havendo é uma confusão muito comum entre
declaração de bens e declaração de renda". “O que eu entreguei para a Justiça Eleitoral é a declaração de bens, que nem sequer exige os valores dos
componentes do patrimônio”, explica o parlamentar Além disso, prossegue, a declaração de bens para a
Justiça Eleitoral também obedece ao princípio contábil do registro pelo valor original, segundo o qual os componentes do patrimônio são registrados
pelo valor de compra ou entrada, independente de sua valorização posterior no mercado. Isso pode explicar, segundo o deputado, que o valor de seu patrimônio
pareça inferior aos gastos de uma campanha para deputado federal. 

    “Meu patrimônio, em valores de mercado, é hoje muito superior aos gastos da minha campanha, mas a minha declaração de bens obedece a princípios contábeis plenamente legais. Por isso, meu patrimônio parece inferior aos gastos”, destacou Fagundes, proprietário de veículos de comunicação, fazendas, chácaras, hotéis e dezenas de outros imóveis. Fagundes assegura que desde o primeiro mandato, em 1990, não houve evolução patrimonial. “Ao contrário, tenho perdido patrimônio”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

Joelson e as traições política e familiar

joelson 400   Dos 23 vereadores pela Capital que vão à reeleição, o que mais deve enfrentar dificuldades para obter êxito nas urnas é o sargento Joelson (foto), que aproveitou a janela de março e trocou o PSC pelo Solidariedade. Primeiro, por causa da atuação pífia. Trata-se de um...

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.