Últimas

Terça-Feira, 29 de Abril de 2008, 15h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

CUIABÁ

Vereador denuncia falhas em contrato de R$ 9 mi

  O vereador por Cuiabá, Luiz Poção (PP), ingressou com um mandado de segurança junto à 3ª Vara da Fazenda, após detectar, segundo ele, irregularidades na obra do conjunto habitacional Deputado Milton de Figueiredo, que será inaugurado nesta quarta (30), com quase um ano de atraso. Segundo a advogada do parlamentar, Priscilla Bastos, o contrato firmado entre a Agência Municipal de Habitação, sob a gestão do então presidente e hoje vereador licenciado, Júlio Pinheiro (PTB), e a Construtora IP, seria para a construção de 298 casas populares. O problema é que estão sendo construídas apenas 266, o que representa 32 a menos do que o valor pago.

    Ao todo foram gastos cerca de R$ 9,3 milhões para a viabilização do residencial. A advogada conta que a documentação foi solicitada e, posteriormente, negada pela Agência de Habitação, o que deu indícios de falhas. "A autarquia alegou que os documentos encontravam-se com a Controladoria-Geral da União, mas encaminhamos um ofício à CGU, que nos informou que o processo estava com a Agência de Habitação", conta Priscilla. Diz ainda que, quando a administração Wilson Santos descobriu que o andamento das obras estava sob suspeitas, a prefeitura trocou a placa, informando que 266 estavam sendo construídas - confira nas fotos abaixo.

   Outro problema, segundo Priscilla, é que cerca de 6 casas serão distribuídas a moradores do bairro São Matheus de Várzea Grande. "Por causa disso, algumas famílias do residencial Águas Nascentes não serão transferidas para o novo conjunto habitacional", conta. Ela explica que o Milton Figueiredo foi feito exclusivamente para as famílias que estavam assentadas no residencial Águas Nascentes. (Pollyana Araújo)


A placa anterior constava a construção de 298 unidades...

...e foi trocada por outra com quantia de casas para 266

(Às 22h) - Santos inaugura residencial já nesta 4ª

Prefeito cuiabano Wilson Santos  O secretário Executivo do Ministério das Cidades, Rodrigo Figueiredo participa nesta quarta (30) da inauguração do Residencial que leva o nome do seu pai, o deputado Milton Figueiredo (já falecido). As 266 casas erguidas no km 2,5 da Rodovia Emanuel Pinheiro vão abrigar às famílias dos bairros Águas Nascentes e Jardim Vitória, que atualmente vivem em áreas de risco. A obra foi construída graças à parceria da Prefeitura de Cuiabá e do governo federal, informa o prefeito Wilson Santos. Nesta terça, Santos e o presidente da Agência Municipal de Habitação, João Vieira, lançaram a obra de construção de 500 casas populares que serão concluídas nos próximos oito meses para atender as famílias que moram às margens do Córrego Gumitá. O residencial vai se chamar Jonas Pinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • marcelo incrucci | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    poxa o nobre vereador deveria sim e cuida da chacara que ele tem indo pro manço,onde o mesmo colocou ate quiosque na beira do rio ,desmatando a nascente e destruindo a natureza .na proxima romilson vou mandar fotos da chacara desse nobre vereador para mostrar o tanto que ele e zeloso.o ibama e a fema deveriam olhar com mais cuidado esse caso ai.

  • José Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Bom, isso demonstra mais uma vez a administração séria e transparente que nosso prefeito vem fazendo em Cuiabá. Sorte que temos um Vereador que demonstra que está atento as maracutaias do Prefeito WS.

    Luiz Poção neles.....

  • Tatiane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se todos os vereadores fizessem o mesmo que este aí fez(Luiz Poção), com certeza este Prefeito não terminaria o seu mandato...
    O dever do legislativo para quem não sabe é FISCALIZAR O EXECUTIVO, eleborar projetos de lei, propor indicações de melhorias para os bairros e etc...
    Se pelo mesnos um terço da câmara de vereadores de Cuiabá fizesse isso, nossa cidade não teria tantos problemas no trânsito, transporte urbano, buracos nas ruas, Pronto Socorro pedindo soccorro e etc...

  • marcelo incrucci | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e o nobre vereador deveria sim explicar como se elegeu ta ond se elegeu.como conseguiu adquirir os bens que tem ,e a qtidade de mulher que ele tem.nesse qsito ele e otimo ,mexer com mulher alheia e otimo ne poçao ,mais cheira polvora .e mais uma vez vamos dar uma voltinha la no manso pra ver as iregularidades desse nobre vereador.o nosso querido bairro poçao nao messe ter seu nome assosiadp a esse individuo.,

  • gilda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse Luis Poção não apresenta nenhum projeto em beneficio da populaçao e ainda atrapalha o tempo todo a administração do Wilson Santos.Chega de palanque vereador,a população sabe que vossa excelencia só quer se aparecer.Vá legislar para o bem da população

  • jose carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    os D.A.S.de plantão já estão defendendo os seus salários,gente briosa,que defende salários mas não os interesses publicos. então vamos lá.Certidão falsa de empreiteira,Esquema nas trocas de lampadas envolvendo um figurão das bandas do BAU,CPI do lixo,construcão de número de casas à menos;conforme denuncia deste sitio,esquema no aprender fazendo,compra de apoio politico com secretarias e empresas publicas.Ufa cansei.


















  • Valdinéia Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pessoas desinformadas acabam fazendo comentários improdutivos. Basta acompanharmos as notícias para vermos os trabalhos de nossos parlamentares. Luiz Poção é um dos vereadores mais ativos dentro da Câmara Municipal de Cuiabá. Sendo assim, fica claro o porquê de seu nome estar sempre na mídia.

  • Luiz Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por que nao solicitar do ex-secretario (Julio Pinheiro) para dar informacoes a respeito dessa obra. Tudo, tudo, tudo, fica na responsabilidade do Prefeito, sera que o prefeito sabia disso?. Este ano em, coitado do W.Santos, muita gente vai querer aparecer.

  • Cuiabano Ligado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens Vereador Poção, ate que fim uma dentro, é isso aí, esse é seu papel fiscalizar essas obras enganosas (caixa de campanha) estamos atentos e ligados.

    Vai em frente.... estamos ligados

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

MAIS LIDAS