Últimas

Terça-Feira, 01 de Maio de 2007, 00h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

CÁCERES

Vereador denuncia Henry por contrato suspeito

    O vereador por Cáceres (a 210 a Oeste de Cuiabá), Wilson Kishi (PDT) denunciou no Ministério Público e no Tribunal de Contas o prefeito Ricardo Henry (PP), de quem era um dos principais aliados até o ano passado. Ex-presidente da Câmara Municipal, Kishi pede a nulidade do contrato firmado em fevereiro deste ano entre a prefeitura e a Borba & Galindo Advogados Associados, empresa escolhida para administrar os recursos da folha de pagamento dos servidores e fornecedores

   Kishi vê indícios de negócios suspeitos. O contrato só foi divulgado, segundo o vereador, no dia 5 de abril, dois meses depois, no jornal local Correio Cacerense, quando deveria ter sido publicado até 07 de março. O parlamentar afirma que o Artigo 61 da Lei 8.666 determina que “a publicação resumida de contrato é condição indispensável para sua eficácia e será providenciada pela Administração até o 5º dia útil do mês seguinte ao de sua assinatura.

   Para Wilson Kishi, o prefeito escondeu essas informações para que ninguém tomasse conhecimento da pretensão de entregar à banco privado a administração do dinheiro dos pagamentos dos servidores e fornecedores da prefeitura. "Ele (prefeito) só deu publicidade, 13 dias após conhecida a vencedora da concorrência".

   Dessa forma, o parlamentar pedetista pede a nulidade do contrato com a empresa. Se baseia também no artigo 78 da Lei Orgânica, que obriga o prefeito a tornar público todo contrato de prestação de serviços, sob pena de ser nulo de pleno direito. Solicita ainda ao MPE e ao TCE que o prefeito Ricardo Henry, irmão do deputado Pedro Henry, cacique político da região, seja responsabilizado criminalmente pelos atos praticados.
   

     Conta oficial    

     A concorrência para venda da conta oficial ocorreu em 23 de março. O Bradesco venceu o processo licitatório com a proposta de R$ 2,5 milhões. Desse valor, informa o vereador, a prefeitura terá de pagar ou já pagou 20% (R$ 500 mil) para a Borba & Galindo Advogados Associados, percentual firmado no contrato entre ambas partes.
    "Apesar da prefeitura receber um volume de dinheiro que vai beneficiar o município, o prefeito fez tudo à surdina o que põe sob suspeita as ações praticadas por ele, ainda mais pagando R$ 500 mil para uma
empresa somente para organizar o processo licitatório. O percentual de 20% foi um valor muito alto e dá margem para suposições maldosas”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

Fritado no PDT e buscando o Aliança

antonio galvan 400 curtinha   Fritado no PDT, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan (foto), pretende agora procurar espaço em um partido considerado de direita. E está se movimentando para assumir em MT o comando do Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado pelo presidente Bolsonaro. O sojicultor se mostra,...

Lúdio e incógnita sobre quem apoiar

ludio cabral 400 curtinha   Em 2010, com PT rachado, o hoje deputado estadual Lúdio Cabral (foto) não apoiou Carlos Abicalil, do seu partido, para o Senado. Preferiu virar cabo eleitoral de Pedro Taques, que se elegeu. Agora, para este pleito suplementar ao Senado marcado para 26 de abril, para preencher a vacância devido...

Cotado à cadeira de desembargador

francisco faiad 400 curtinha   É forte o movimento nos bastidores entre os juristas, dentro e fora da OAB/MT, pela indicação do nome de Francisco Faiad (foto) pela classe Quinto Constitucional à cadeira de desembargador. Bem articulado e com bom conceito no meio jurídico, Faiad foi presidente da OAB/MT por dois...

Pivetta promete permanecer no PDT

allan kardec 400 curtinha   O empresário Otaviano Pivetta, que se tornou o mais badalado nesta fase de pré-campanha ao Senado por causa da grande logística em torno do seu nome, se encontra numa saia-justa. Para líderes do Podemos com os quais passou a ter afinidade política, como os senadores Álvaro Dias e...

Ao Senado, 2 partidos e apoio para EP

elizeu nascimento 400 curtinha   Elizeu Nascimento (foto), terceiro-sargento PM licenciado, não é nada bobo. Ex-vereador pela Capital e no mandato de deputado estadual, Elizeu hoje controla o DC-MT e ainda levou aliados de confiança para o PSL-MT, partido que ainda está ligado ao presidente Bolsonaro e que só de...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.