Últimas

Terça-Feira, 01 de Maio de 2007, 00h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

CÁCERES

Vereador denuncia Henry por contrato suspeito

    O vereador por Cáceres (a 210 a Oeste de Cuiabá), Wilson Kishi (PDT) denunciou no Ministério Público e no Tribunal de Contas o prefeito Ricardo Henry (PP), de quem era um dos principais aliados até o ano passado. Ex-presidente da Câmara Municipal, Kishi pede a nulidade do contrato firmado em fevereiro deste ano entre a prefeitura e a Borba & Galindo Advogados Associados, empresa escolhida para administrar os recursos da folha de pagamento dos servidores e fornecedores

   Kishi vê indícios de negócios suspeitos. O contrato só foi divulgado, segundo o vereador, no dia 5 de abril, dois meses depois, no jornal local Correio Cacerense, quando deveria ter sido publicado até 07 de março. O parlamentar afirma que o Artigo 61 da Lei 8.666 determina que “a publicação resumida de contrato é condição indispensável para sua eficácia e será providenciada pela Administração até o 5º dia útil do mês seguinte ao de sua assinatura.

   Para Wilson Kishi, o prefeito escondeu essas informações para que ninguém tomasse conhecimento da pretensão de entregar à banco privado a administração do dinheiro dos pagamentos dos servidores e fornecedores da prefeitura. "Ele (prefeito) só deu publicidade, 13 dias após conhecida a vencedora da concorrência".

   Dessa forma, o parlamentar pedetista pede a nulidade do contrato com a empresa. Se baseia também no artigo 78 da Lei Orgânica, que obriga o prefeito a tornar público todo contrato de prestação de serviços, sob pena de ser nulo de pleno direito. Solicita ainda ao MPE e ao TCE que o prefeito Ricardo Henry, irmão do deputado Pedro Henry, cacique político da região, seja responsabilizado criminalmente pelos atos praticados.
   

     Conta oficial    

     A concorrência para venda da conta oficial ocorreu em 23 de março. O Bradesco venceu o processo licitatório com a proposta de R$ 2,5 milhões. Desse valor, informa o vereador, a prefeitura terá de pagar ou já pagou 20% (R$ 500 mil) para a Borba & Galindo Advogados Associados, percentual firmado no contrato entre ambas partes.
    "Apesar da prefeitura receber um volume de dinheiro que vai beneficiar o município, o prefeito fez tudo à surdina o que põe sob suspeita as ações praticadas por ele, ainda mais pagando R$ 500 mil para uma
empresa somente para organizar o processo licitatório. O percentual de 20% foi um valor muito alto e dá margem para suposições maldosas”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

MAIS LIDAS