Últimas

Sexta-Feira, 01 de Maio de 2009, 10h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

INVESTIGAÇÃO

Vereadores acusados de extorsão serão julgados na 3ª

  O futuro político dos vereadores Jeremias Menezes Baiocho (PP) e Adenilson Otênio (PMDB), de Nova Bandeirantes (a 986 km a nordeste de Cuiabá), será decidido na próxima terça (5). Os parlamentares respondem a processo por quebra de decoro parlamentar, constatado após a instauração de processo disciplinar. Eles foram presos em flagrante no dia 15 de dezembro enquanto praticavam crime de extorsão.

  Jeremias,  Adenilson e os ex-vereadores Sandro Roberto da Silva (PP) e Darci Antônio Vicentin (PMDB) e João Batista da Silva (DEM) teriam cobrado “propina” para aprovar as contas do ex-prefeito do município, Valdir Barranco (PT). Foram presos em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), enquanto recebiam R$ 5,8 mil, parte de um valor total de R$ 50 mil. Acuado, Barranco pediu ajuda do Ministério Público que, por sua vez, autorizou a gravação da extorsão. Com exceção de Batista, que permanece foragido, os outros vereadores estavam presos até 28 de abril, data em que o Supremo Tribunal de Justiça concedeu hábeas Corpus a todos – confira mais aqui.

  O procedimento disciplinar que investigou os vereadores foi protocolado por populares em 19 de fevereiro. No dia 27 do mesmo mês, a Comissão Processante foi criada para investigar a denúncia. Os trabalhos foram encerrados em 14 de abril. Agora, cabe aos nove parlamentares de Nova Bandeirantes votarem o processo e decidirem se cassam ou não os parlamentares. Segundo a legislação os acusados também tem direito a voto. Na primeira prisão, os cinco envolvidos ficaram presos por dez dias, sendo soltos em 25 de dezembro. Quatro meses depois o TJ julgou o mérito do hábeas corpus e cassou a liminar que os mantinham soltos. Assim, eles voltaram para a cadeia em 8 de abril deste ano. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), paga uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados. O salário de desembargador é de R$ 35,4 mil. Entre os chamados penduricalhos pagos pelo...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.